Título Original: The One
Autora: Kiera Cass
Ano: 2014
Editora: Editora Seguinte
Páginas: 347
Compre aqui
A Elite. América Singer agora mais do que nunca fazia parte dela, estava entre as preferidas do Príncipe Maxon, das 35 meninas que iniciaram a competição, apenas 6 ainda continuam. E América era uma delas. Ela simplesmente não consegue entender como isso aconteceu, mas o período em que permaneceu no palácio mudou completamente a sua maneira de ver as coisas ao seu redor.
A Seleção continuava, agora com 4 garotas, Kriss, Celeste, Elise e América. As meninas praticamente não conversam entre si, cada uma absorta em seus pensamentos e desejos mais íntimos, sejam eles quais fossem. América ainda não foi capaz de ser sincera nem com Aspen, nem com Maxon. Na verdade, ela ainda não pode ser sincera com ela mesma. América parece mais perdida a cada pensamento, a cada acontecimento. Quando está com Maxon, tem certeza que é ele o escolhido do seu coração, mas no mínimo percalço, já fica em dúvidas. Ela não sabe o motivo dessas dúvidas, e isso parece destruí-la. Com uma saudade crescente da família, América contenta-se com as cartas da irmã May, e os telefonemas com o pai, que parece ser a única pessoa que realmente lhe entende.
No meio dessa confusão dentro de América, o ambiente também não é dos mais acolhedores. Os ataques contra o palácio são mais frequentes, mas aos olhos de América e Maxon existe uma distinção entre os grupos, um parece absurdamente violento, enquanto um segundo, apresenta-se tranquilo, e aparentemente querem apenas pegar itens específicos do castelo.
Certa noite, America é acordada às pressas, e chamada para o salão principal. O medo é a primeira reação, uma vez que o Rei Clarkson a detesta, e faz de tudo para que ela erre, e sempre tenta encontrar motivos para puni-la. Porém, o Rei está viajando, deixando seu coração e sua mente, mais leves. Chegando no salão, América depara-se com Maxon, também visivelmente confuso. A espera de ambos, estava Georgia e August Illéa. Ambos líderes nortistas, fazem parte do grupo que tem atacado ao castelo sem violência. August é descendente direto de Gregory Illéa, tirano fundador do país.

Eles não os procuram para reclamar a coroa, mas sim, para oferecer uma aliança futura, sob alguns termos. As notícias trazida pelos nortistas não é nada animadora, os sulistas (que estão realizando os ataques violentos), querem acabar com toda a família real, e com a Seleção. Eles pedem que Maxon escolha América como esposa, e que se comprometa a dar um fim às castas. Plano este que América apresentou tão apaixonadamente para toda a nação (deixando o Rei Clarkson mais indignado ainda!!).
Na mínima menção ao casamento com América, Maxon “pira”, deixando claro para ela, que este não era o seu desejo (será?). Esta foi a gota d´água para ela. Como ele poderia dizer gostar tanto dela, deixando tão claro sua aversão ao casamento dos dois? E aqueles dois? Como poderiam impor tais condições? E a vida de América, seus desejos e escolhas, não tinha significado para ninguém? Maxon encerra o encontro prometendo pensar no assunto.
Após isso Maxon e América encontram-se algumas vezes, porém, nenhum consegue dar o passo final e dizer o que realmente sentem. América, porque teme a escolha de Maxon, uma vez que ainda tem outras três garotas na disputa. E Maxon, porque não sabe se o coração de América ainda está em outro lugar. Nesse impasse, as coisas não saem do lugar, e para completar, Aspen parece disposto a reconquistar América, convencido que ela ainda nutre fortes sentimentos por ele.

Não vou contar mais, pois não quero estragar o suspense da história né gente amiga?! Acontecimentos importantes e de tirar o fôlego acontecem ao longo do livro, não sendo necessariamente sobre o triângulo amoroso. O Rei Clarkson parece detestar América a cada nova façanha da moça, que não consegue se conter diante da injustiça, frequente no dia-a-dia do Rei. E as outras três meninas? Estariam sempre conspirando contra as outras? Teriam ido muito longe com o Príncipe? América está a ponto de explodir por dentro, quando uma notícia bombástica faz o chão sob seus pés sumirem. Fiquei muito abalada com essa notícia, e tenho certeza que todos vocês, amantes desta trilogia também sofrerão junto com ela.


É com tristeza que termino esta leitura tão fácil e excitante! Quando comecei a leitura de “A Seleção”, não sabia bem o que esperar. Rapidamente fui atirada dentro do mundo de América, com suas dúvidas e paixões, e fico feliz e triste. Feliz, pelo final da história! A ansiedade mata galera! E triste, pois agora já sei tudo! Hahaha, conseguem entender? Sei que sim! Quem ainda não leu, corre lá, e claro, depois passa aqui na Estante para contar tudo! Qual foi A Escolha de América? E qual foi A Escolha de Maxon?
XO!

Confira a série A Seleção:
2. A Elite
5. A Coroa

rela
ciona
dos