Resenha: A Rainha

Título Original: The Queen
Autora: Kiera Cass
Ano: 2014
Editora: Seguinte
Páginas: 64
Compre aqui

Depois do lançamento do até então, último volume da trilogia A Seleção, já me bateu aquela dorzinha e saudade. Mas como sabemos, a autora Kiera Cass em agosto nos separou ótimas surpresas. Ficamos sabendo que a trilogia viraria série, ganharíamos mais dois livros e mais dois contos, dentre eles A Rainha da qual falaremos agora!

No dia do lançamento do conto eu fui correndo comprar, uma por que já tinha lido os três primeiros capítulos liberados junto com as novidades e outra por que precisava matar a saudade deste universo. Em A Rainha, conheceremos a história da Rainha Amberly, de como ela iniciou sua seleção, das dificuldades que enfrentou, da descoberta da sua doença e passamos entender mais sobre sua dedicação ao Rei Clarkson.

"Tenho um segredo para te contar."

O mais legal do conto é saber que Amberly era de uma casta mais baixa (a rainha era da casta quatro mas que executava tarefas de uma sete) e de que maneira ela se tornou a escolhida e cativou o coração do rei, mesmo que as circunstância e até sua saúde a desfavorecesse. Talvez seja por isso que ela sempre teve um carinho especial por nossa teimosa América que era uma cinco, e com certeza é por isso que criou um filho tão bondoso e gentil.
Mas a pergunta que não queria calar em minha cabeça era: Como uma pessoa tão boa, se dedicou tanto e amou um rei tão frio e rígido não é mesmo? O que acontece é que o agora, Príncipe Clarkson não era de todo ruim, ele era inteligente, tinha seus sentimentos contidos e desde jovem já tinha responsabilidades e cobranças de um rei, obviamente que eu não o engoli totalmente por suas atitudes na trilogia com Maxon e América mas o compreendi e reforcei a ideia que família é tudo, onde não há estrutura não há nada.

Clarkson tinha pais desestruturados, que apenas se aturavam pelo bem do reino e das aparências, as brigas constantes e agressões de ambos o atormenta, o que tornaria ele um rapaz transtornado e no futuro, bem...isso teve consequências. Foi em Amberly que ele encontrou a paz, a tranquilidade que precisava em sua vida, Amberly é o centro do furacão de Clarkson e ao contrário de América ela sempre quis o amor do príncipe e a coroa.

Aqui também descobrimos que as regras na Seleção eram bem mais rígidas e eram protegidas por lei, infelizmente a dona Celeste já teria vazado a muito tempo no tempo de Amberly, assim como qualquer selecionada que não se comportassem como uma dama. Também descobrimos que não era apenas o príncipe que tinha o poder de mandar qualquer candidata embora. Muita coisa mudou de uma Seleção a outra e podemos entender por que Clarkson não aguentava os atrevimentos de América.

Se tivesse que apontar apenas uma coisa negativa no livro seria a falta de páginas! Gente! este conto renderia mais um livro muito facilmente. Eu senti falta de explicações, eu senti falta de: Como e quando a Amberly virou realmente a escolhida - por mais que tenha ficado claro no final do conto - Como foi a sua relação com a megera e alcoólatra Rainha Abby? Como foi a transição de princesa para rainha, e como foi a concepção, criação e crescimento de Maxon! São tantas perguntas e nada de respostas.

"- Você será a única coisa no mundo realmente minha. E vou colocá-la em um pedestal tao alto que será impossível alguém não te adorar."

A carga e a história é tão diferente que de jeito nenhum ficaria repetitivo, se é que foi este o medo de Kiera. Bom terei que me contentar e me resta imaginar apenas as respostas de todas estas questões, uma grande pena. Agora é esperar março para a liberação do próximo conto, A Favorita que virá juntamente com o livro físico que unirá os dois contos. Se quiserem saber todas as datas de lançamentos, saber mais sobre o epílogo extra de A Escolha, e outras novidades cliquem aqui.


Confira a série A Seleção:
2. A Elite
5. A Coroa

22 comentários

  1. OH MY GOD preciso desse livro! Vou correndo compra-lo! kkk
    bjs, se puder comentar nessa resenha ajudaria muito:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/01/assassinato-na-torre-eiffel.html
    e tem promoção no ar:
    http://resenhasteen.blogspot.com.br/2015/01/promocao-ferias-com-leituras.html

    ResponderExcluir
  2. Eu estou enrolando muito para finalmente ler A Rainha, mas uma coisa na sua resenha me fez ficar com uma curiosidade monstra: "megera e alcoólatra Rainha Abby" ~le queixo caído~
    Será que mostrar as diferenças da Seleção da América para a da Rainha serão uma dica da próxima Seleção em The Heir?

    Beijão
    http://deiumjeito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza Gio, acho que Kiera esta introduzindo algo sim! Bjs

      Excluir
  3. Após essa resenha estou mais curiosa ainda com esse conto, mas vou tentar me conter até março para comprar a versão física. Até porque, depois de entrar novamente no universo da Seleção, a espera pelo próximo livro vai ficar ainda mais insuportável.

    The Fat Unicorn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tbm vou querer a versão física Elisa, mas não me aguentei ^^ Bjs

      Excluir
  4. Oie! Nem sabia que esse livro existia hahaha Para ser sincera, apenas li o primeiro da Seleção. Tenho vontade de ler os outros, mas estou com uma lista enorme de livros para ler. :/

    Beijos, Carol
    Girl from Oz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh Carol, leia imediatamente toda a série hahaha Bjs

      Excluir
  5. Oi Joi

    Não li esta série e nem tenho vontade acredita rsr acho que depois de escutar tanta coisa que era ruim acabei não dando importância kkkkk nas confesso que não curto quando o livro fica maior porque apenas fez sucesso acho desnecessário vamos ver se as histórias a mais irão valer a pena né.

    A capa deste conto achei linda ;)

    Beijos
    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh Dressa da uma oportunidade, a série é ótima para entreter. Bjs

      Excluir
  6. Olha até hoje eu acho que sou a única que não leu nenhum livro da Kiera sabia?
    Porque eu não sei, mas estou esperando uma oportunidade certa para poder ler, até porque tenho muitos avulsos que estou lendo e tentando colocar em dia, pois tenho muitos. E os de série estou deixando um pouco de lado por enquanto. Só se for o caso de sortear no meu THE BOOK JAR. Ai a história muda (risos)

    Mas mesmo assim eu espero gostar bastante dos livros de A SELEÇÃO para depois ler o restante que a autora tem lançado. Porque agora eu não vou ficar na curiosidade (risos)

    Adorei a sua resenha, apesar de não entender muitas coisas por conta dos livros anteriores, mas vc desenvolveu muito bem amiga. Meus parabens viu?

    Se cuida e fica com Deus

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Silvana, dê uma oportunidade os livros são super gostosinhos ^^ Bjs

      Excluir
  7. Oi, Joi!
    Adorei saber que A Rainha é um conto que veio apenas abrilhantar e melhor contextualizar a série. Acho uma pena quando um conto ou spin-off é lançado e ficamos com aquela sensação de que era desnecessária aquela leitura. O legal é quando por meio de um conto podemos conhecer melhor um personagem ou uma situação, como acontecem em A Rainha. Fiquei curiosa e com certeza pretendo ler o conto quando finalizar a leitura da série. Dela só li o primeiro volume (rs). E tenho todos os demais aqui… aiai… Foi falta de tempo mesmo.

    Beijos, flor!
    My Queen Side – Blog Literário

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fran, quando tiver um pouco cansada de leituras densas se joga em A Seleção, tu vai adorar! Bjs

      Excluir
  8. Oi Joi, eu ainda não li nenhum livro desta série e não me interessei muito por ela então acho que vou acabar não lendo nada. Mais é legal saber que a autora escreveu um conto para que os fãs da série possam conhecer um pouco mais de um personagem.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AH Ana, a série é mais para idade mais baixa, confesso sabe?! Mas eu adoro! hahaa

      Excluir
  9. Li só o primeiro livro dessa série, mas acredita que tive vontade de ler justamente esse conto, e não o resto? Haha e isso de ter tido consequencias pro rei até faz sentido, mesmo porque é difícil a relação dos pais não acabar caindo nos ombros dele.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br
    Tem resenha nova no blog de "Ser feliz é assim", vem ver!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol o conto pode ser lido sem problemas nenhum, até para quem nem leu A Seleção. Bjs

      Excluir
  10. Oi, Joi! Tudo bom?
    Ainda não tive a oportunidade de ler os livros de A Seleção, tenho até evitado resenhas porque a cada uma que leio, fico mais confusa, então se eu ficar um pouco por fora com essa resenha, não liga não ta?
    Como eu disse não entendi muito bem, mas esse parece o volume que esclarece muitas dúvidas, como as que você citou durante a resenha. Espero me encantar e amar essa história tanto quanto você e mais mil fãs, me sinto um pouco por fora por não entender, mas assim que ler, prometo dividir com você e poderei fazer um comentário descente sobre!

    Beijinhos,
    www.percepcoes.blog.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fer, estes livros são super rápidos de ler, recomendo! Bjs

      Excluir
  11. Oi, Joi, tudo bem?
    Então... Apesar de ter os três livros da trilogia (que agora é série, como você falou) e também os contos, eu li apenas o primeiro livro, rs. Me julgue. Não que eu não tenha gostado, eu adorei. Mas de lá pra cá, não consegui mais lê-los, sempre acabo colocando outro na frente. Mas, fico super feliz que a autora trouxe essas novidades para os leitores e assim que der, juro, leio tudo.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Entendo! Mas quando tiver um tempinho retoma a leitura! é bem fluída e cumpre com seu papel. Bjs Joi

      Excluir