Título Original: Stargirl
Autor: Jerry Spinelli
Ano: 2014
Editora: Gutenberg
Páginas: 192
Compre aqui

Hoje vou falar sobre um livro diferente, em todos os aspectos. Não só pela maneira que esta história é contada – se é que se pode ser chamada de história, deste relato quem sabe? – mas também pela forma que ela toca o leitor A Extraordinária Garota Chamada Estrela do autor Jerry Spinelli foi um livro que me fez refletir sobre seu final, demorei um pouco para compreender e agora vou tentar falar um pouquinho sobre ele.
A protagonista desta história sem dúvidas é Estrela, uma garota um tanto quanto peculiar. Mas não é ela quem narra a história, nem mesmo temos um narrador. Quem narra é Leo, um garoto do ensino médio da escola de Mica, Arizona. Estrela é nova na cidade e sempre estudou em casa, é através de Leo que vamos acompanhar a chegada dela na escola. Apenas o fato de ser nova, ela já é antes mesmo que alguém conhece-la os centros das atenções, mas outras características tornam algo a mais. Estrela é gentil ao extremo e não sabe ser de outra maneira, ela é ingênua e não ver maldade em nada. Ela presenteia seus colegas, manda cartões, deixa flores e biscoitos em suas classes, canta canções para eles em seus aniversários. Em vez de se abrigar da chuva ela corre para abraça-la, além de ser vestir de forma incomum.

Com seu modo excêntrico, Estrela vira popular assim, da noite para o dia, apenas sendo ela. Seu jeito espontâneo desperta a atenção de todos, inclusive de Leo que fica fascinado com a garota. Mas Estrela é demais e este excesso de bondade ao mesmo que atraia as pessoas, também as repeliam, incomodando as pessoas. Seus colegas começaram a se perguntar, por que ela é assim? Ela quer toda a atenção para ela? Por que toda esta urgência de ser tão boa? E a sua popularidade assim como chegou foi embora tornando-se irritação, tornando-se inveja?
Apesar de tudo, Leo se torna um grande amigo de Estrela, a admira e quer ficar perto dela, mas sua aproximação repelia seus amigos, o grupo qual ele pertencia. E este é o grande drama do personagem, ele queria os dois, estar com ela e com seu grupo, ao mesmo tempo que a desejava, ele a temia. Ele tenta mudá-la, o que me despertou uma certa raiva, pois ele estava sendo covarde e não queria aceitar a maneira que Estrela enfrentava sua vida e isso foi uma decepção, mas ao mesmo tempo, analisando isso aos olhos de um adolescente eu o entendi.
Por momentos, eu também achei que Estrela não era real, que era uma personagem da cabeça de Leo, ninguém está acostumado com alguém tão bom assim, nem mesmo no enredo de Jerry nem em nossas vidas na vida real, mas depois que finalizei a leitura, que refleti e entendi o livro, percebi que Estrela não podia ser rotula, ela tem um espírito livre, é profunda, pura, é complexa.

“Ninguém tem horas. O tempo não pode ser possuído. O tempo é livre para todos.”

O autor da poucas respostas ao leitor, principalmente em relação a Estrela, e achei que isso foi proposital, como se ela fosse o grande mistério do livro. Quanto mais lemos, mais queremos conhecê-la, mas é apenas as respostas sobre Leo que temos. O livro nos remete a refletir, e muito sobre nossas atitudes, sobre nossa construção como pessoas, sobre nossa vida. Jerry nos confronta com a dificuldade de lidar com o diferente e com a necessidade que as pessoas têm de se encaixar em um grupo.
Para muitos, a leitura pode ser complicada, confusa, mas para quem ler num momento propício, vai tirar boas lições do livro. Acho que Jerry soube guiar muito bem o leitor e passar sua mensagem através de uma história simples, mas profunda. Todo mundo deveria ter uma Estrela em sua vida e que de maneira alguma devemos mudar, apenas para agradar os outros, que não devemos regular nossas atitudes com medo da crítica.
Estrela era demais propositalmente para que cada pessoa pegasse um pouco de cada particularidade dela para si, para ser alguém melhor. Com certeza teríamos um mundo melhor, onde a felicidade dos outros não traria desconforto nenhum. Indiretamente, mesmo que no final a grande maioria daqueles jovens tenham hostilizado nossa protagonista, foi este o legado que ela deixou para cada um.

rela
ciona
dos