Resenha: Lembranças Perdidas

Título Original: Lembranças Perdidas
Autora: Ana Paula Oliveira
Ano: 2014
Editora: Independente
Páginas: 74
Compre aqui

Lembranças Perdidas é um livro nacional, apesar de curtinho é super envolvente. Aqui conheceremos Cecilia Fontaine, uma jovem da elite cafeeira brasileira. Ela vive com sua mãe, uma senhora já debilitada que pretende encontrar um bom partido para a sua filha. Como qualquer romance de época, o amor aqui não está em primeiro lugar e mesmo Cecilia nutrindo um forte sentimento por seu primo Augusto ela sabia que para ter um bom futuro e se livrar das dívidas que seu pai deixou estaria destinada a se casar com outra pessoa.

Ao frequentar um dos chás sociais, que as madames da época faziam, ela acaba conhecendo um lindo rapaz de olhos azuis marcantes e então, tudo se apaga. Isso seria apenas um flashback e assim como Cecilia somos surpreendidos ao descobrir que já se passaram 2 anos desde sua última visão e que agora ela não se lembra de nada. Não reconhece o lugar que está, e aos poucos ela descobre que o mesmo rapaz que encontrará naquele chá, é o mesmo que a mantém presa em sua propriedade. Ela deveria ficar ali, até o dia que se recuperasse de seu estado e depois partiria. Este rapaz é um Duque e se chama Estevan Vila Nova e agora ele nutre repulsa sobre a presença de Cecilia.

Ela não entende nada do que está acontecendo e nem entende por que todos se recusam a ajudá-la a se lembrar. Tudo está apagado em sua mente. Ao longo do livro vamos descobrindo junto com Cecilia, todas as causas que levaram ao seu estado e tudo que fez nestes 2 anos apagados. O que ela não contava é que mesmo presa na casa do jovem duque, mesmo odiando seu jeito indiferente a ela, ela se encantaria da mesma forma.

A história é um grande mal entendido, e mostra de que forma a falta de comunicação pode piorar ainda mais as coisas, e é claro que a amnesia de Cecilia coopera com isso. É interessante saber que a personagem vive momentos de fraqueza, erra e redime, aos mesmo tempo que seu algoz também, tornando a história bem mais palpável. Estevan, ao mesmo tempo que tenta ser cruel não consegue deixar de ser apaixonante. A trama esconde um grande segredo e apenas Cecilia sabe a resposta, caberá a ela, a pessoa que menos sabe, desvendar todo o suspense. Sobre o final do livro, fica um pouco aberto em relação ao destino de um dos personagens e é bem dramático mas eu como grande romântica que sou já visualizei meu final perfeito.

Adorei que a história se passa no Brasil, mesmo que o cenário tenha sido pouco detalhado. Temos mais uma envolvente história que prova que o amor, quando verdadeiro, pode nascer em qualquer lar. A trama tinha potencial para ser mais desenvolvido e explorado, mas mesmo assim a autora soube levar muito bem o leitor, mesmo em suas pausas de tempo corridas. Encontrei alguns errinhos de digitação mas nada que atrapalhe do andamento. Ana Oliveira fez uma ótima estreia e fico muito feliz dela ter depositado sua confiança em nosso trabalho. Recomendo a todos que procuram uma história, leve, rápida e que te prenda do início ao fim.

Conheça a autora: 
Ana Oliveira é acadêmica de medicina, futura pediatra. Blogueira no Livro Rosa Schok, apreciadora de História. Sua inspiração são os romances de Jane Austen. Reside em São Paulo com os pais e dois cachorros. Apaixonada por todas formas de artes. Amo as civilizações antigas, garimpar o passado Sonho acordada, vivo da matéria efêmera dos sonhos.
Para saber mais acesse: Blog | Facebook | Fanpage

14 comentários

  1. Oi Joi, tudo bem?

    A premissa do livro já me chamou a atenção, porque adoro histórias de época, e ambientada no Brasil na época dos cafezais é bem interessante e diferente de tudo que já li. Apesar de bem curtinho, parece ser um bom livro, daqueles que agregam valor tanto a cultura e conhecimento quanto a lições de vida, essas coisas.

    Super leria, e vou procurar pro Kindle!
    Gostei muito da resenha, também.

    Beijos!

    http://livrosontemhojeesempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Caah, eu adorei o cenário criado, leria mais!

      Excluir
  2. Amiga gostei bastante da proposta desse livro, até porque eu gosto tudo que envolve um romance
    e espero ainda ter oportunidade de conhecer essa autora nacional, porque venho me surpreendendo bastante com várias leituras que tenho feito. Espero poder ler qualquer dia esse livro. Adorei sua resenha. Simples e direta. Amei. Parabens viu =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/03/louca-para-ler-3-2015.html

    ResponderExcluir
  3. Oi, Joi!
    A Ana é minha xará de curso, rs. Também sou acadêmica de medicina, mas no meu caso pretendo me especializar em medicina legal.
    Eu não gosto de romance de época e já fui lendo a resenha focada nesse fato. Mas que plot twist! Eu não esperava por essa reviravolta na história. Fiquei curiosa para saber o que aconteceu, por isso talvez eu dê uma chance ao livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, sério Lary? Eu amo romances de época hahhaah ♥

      Excluir
  4. Não conhecia o livro nem a autora, legal saber que o livro passa no Brasil, mesmo que não seja tão detalhado assim. Gosto de romances e esse parece ser bem interessante ainda mais por se passar em uma época importante do nosso país.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem?
    É a primeira vez que ouço falar do livro e da autora. O livro parece ser bom e gostei do fato de se passar aqui e não nos tempos atuais, mesmo que não tenham tantos detalhes da época e do cenário, até porque nem daria já que o livro só tem 74 páginas. Mas, isso faz com que eu tenha ainda mais vontade de lê-lo.
    Super beijos <3
    http://livros-cores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia o livro e achei super interessante, com certeza uma história não convencional de muito suspense. Adorei.
    Sexo, Fraldas e Rock'n Roll

    ResponderExcluir
  7. Olá Joi,

    Não conhecia o livro e nem a autora, fiquei curioso em relação a história, só não gostei da capa.....kkk...abraço.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esta é a segunda capa Marco, mas eu confesso que adorei esta ^^

      Excluir
  8. Fico feliz em ver romances históricos, gênero que amo, nacionais. Fiquei curiosa para conferir, parece ser uma leitura rápida, até porque só tem 74 páginas. Agora vou confessar que essa coisa de relacionamento com primos me soa tão estranha, mesmo sendo comum para a época.

    Beijos
    Bibliotecando com a Cris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Cris, mas era bem comum mesmo naquela época, mas leia o livro ele vai te surpreender quanto a isso. Bjs

      Excluir
  9. gostei de saber q o livro é nacional e por terem abordado uma história interessante. espero q todos q lerem possa gostar assim como eu espero gostar,

    abs

    ResponderExcluir