Resenha: A Garota que Você Deixou Para Trás

Título Original: The Girl You Left Behind
Autora: Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 379
Compre aqui

Virei mega fã da autora internacional Jojo Moyes, já no início da leitura de “Como Eu Era Antes de Você”, e estava ansiosa para ler seus outros títulos, já famosos mundo afora. A minha próxima escolha foi A Garota que Você Deixou Para Trás. Já comentei em outras resenhas, que tenho um certo receio em ler outros livros, de autores que ganharam o meu coração com um livro específico, que é bem o que aconteceu neste caso. Pois bem, Jojo é incrível mesmo. O livro me ganhou já no início, pois sou, desde os tempos de escola, fascinada pela primeira e segunda guerra mundial.

Iniciei esta leitura, sem ler nem ao menos a sinopse, pois em muitos casos, ela pode contar detalhes que eu gosto de descobrir ao longo da leitura. Assim, embarquei na jornada de A Garota que Você Deixou Para Trás. Vamos à história?

O livro inicia com a história de Sophie Lefrève, em meados de 1916, em St. Péronne, França. Os alemães tomaram diversas cidades na Primeira Guerra Mundial, e uma delas é St. Péronne. Sophie vive agora com a irmã, Hèlene, o irmão, Aurélien, e os filhos de Sophie. Eles têm um hotel/restaurante chamado Le Coq Rouge. Agora que a guerra está por todos os lados, já não tem tantos fregueses como antes, mas de qualquer maneira, não há muita oferta de alimentos para o restaurante. O marido de Sophie, Édouard, assim como o marido de Hèlene, estão lutando na guerra já há alguns anos. As irmãs tentam levar a vida da melhor forma possível, mas já não chegam muitos carregamentos de alimentos, e os alemães já vasculharam o Le Coq, levando tudo de valor.

"O Kommandant, enquanto isso, era sempre cortês. Cumprimentava-me, se não com carinho, pelo menos com uma espécie de civilidade cada vez mais familiar."

Créditos da imagem Moça Fresca


Sophie é completamente apaixonada por Édouard, e somo levados ao seu passado, quando ambos  se apaixonaram. Ele, um jovem pintor, e ela, uma vendedora em uma grande loja de departamentos. Contra todas as probabilidades, ela se apaixona pelo homem estranho, lindo e grandalhão! Édouard é apaixonado por pinturas, estudou na Faculdade de Artes, mas nada que faz agrada a maioria das pessoas, dada e excentricidade de sua obra, devido às escolhas de cores. Porém, certo dia, no auge do amor entre ele e Sophie, ele a pinta e lhe dá a obra de presente.

"Já não choro pelo meu lar. Não poderia dizer por quanto tempo viajamos pois, os dias e as noites se fundiam, e o sono se tornara um visitante fugaz e esporádico." 

Agora, no meio da guerra, e longe do marido, Sophie apega-se ao quadro, e a um passado bom e distante. O belo quadro está na parede principal do Le Coq, e Sophie orgulha-se dela, mas Hèlene tem medo que os alemães que possam vir a entrar no hotel, vejam isso como uma afronta. Os alemães que tomaram a cidade, costumavam alojar-se, e fazer suas refeições no outro restaurante da cidade, porém, por um infortúnio do destino, o novo Kommandant Friedrich Hencken resolve começar a fazer as refeições noturnas no Le Coq. Contudo, Sophie ainda consegue ver o lado bom desta situação, já que eles irão se alimentar ali, carregamentos de comida irão chegar também, e quem sabe, algumas sobras estarão disponíveis para alimentar a família.

"E quanto mais a febre subia, menos eu ligava para a falta de comida. A dor no meu estômago era abafada por outras dores. Na cabeça, nas articulações, na nuca." 

O novo Kommandant aparenta ser um pouco mais benevolente que o anterior, e Sophie se surpreende com o fato dele gostar de arte, ainda mais de adorar o quadro que Édouard lhe deu. Sophie tem medo que os alemães o roubem, mas de certa forma, confia no Kommandant. Após anos sem notícias do marido, as cartas simplesmente cessaram, Sophie vê apenas uma saída, uma proposta para o Kommandant. Seu plano não sai como o planejado, e ela é levada pelos alemães, arrastada pela rua, na frente de todos da cidade, colocando o seu nome, e de sua família na lama.

Créditos da imagem Moça Fresca



Quase 100 anos depois, somos apresentados a jovem Liv Halston, uma jovem viúva, apaixonada pelo marido morto há mais de quatro anos, e assim, vive num luto eterno. Mora sozinha, faz alguns freelances de editora, mas o trabalho está cada vez mais escasso. Como o marido falecido era um importante arquiteto em Londres, ela vive numa luxuosa residência, com quase todas as paredes de vidro, mas agora ela já não tem como arcar com estas despesas, precisa pensar em uma saída. E rápido. Na parede do seu quarto, está nada mais, nada menos, que o quadro de Sophie. O quadro que  se chama A Garota que Você Deixou Para Trás.

"Liv está branca como papel. Ela está muda, imóvel, com a mão no rosto; sua bochecha está arranhada e o rabo de cavalo, meio desfeito."

Paul McCafferty é sócio de uma empresa que devolve obras de arte extraviadas a seus donos legítimos. Em alguns casos, a entrega não envolve a justiça, em outros, sim. Por uma peça do destino, Paul conhece Liv, e após uma noite juntos, Paul observa “A Garota” na parede de Liv e fica em choque. Parentes dos Lefrève estão atrás daquele quadro. E ele hoje vale milhões de libras. Ele terá que lutar contra Liv. Isso vai acabar com o relacionamento deles, além de leva-la a falência. A história é intensa, e a descoberta de cada detalhe da história de Sophie é muito empolgante. Cada detalhe horroroso pelo qual ela passou, e pensar que estas histórias realmente aconteceram provavelmente ainda piores. Ver a força de Sophie se esvaindo me deixou com lágrimas nos olhos por diversas vezes. Em alguns momentos, a Liv me tirou do sério, acho que tomaria algumas decisões diferentes das dela, mas no fim, ela estava completamente certa em seu posicionamento.

"Vê Liv, cabisbaixa, maltratada pela opinião pública, as palavras duras de estranhos, a falência iminente. Ele a vê endireitando os ombros, o rabo de cavalo torto, ao entrar em mais um dia de tribunal."

A única coisa que eu não gostei, mas é uma questão minha, é que eu fiquei um pouco perdida em alguns momentos. Não sei se eu é que sou um pouco lerdinha, ou se isso aconteceu com mais pessoas que tenham lido, mas em diversas falas, eu ficava perdida. Não sabia quem estava pensando aquilo, ou falando aquilo. A narrativa ia de personagem em personagem, ia e voltava no tempo. Muitas vezes fiquei completamente perdida, até ler um bom pedaço e me dar conta que aqueles acontecimentos já eram de outro personagem.

Com relação a história, adorei. Confesso que gostei mais de Como Eu Era Antes de Você (resenha aqui), mas OK, pois este livro está entre um dos meus favoritos ever! Então, para bater ele vai ser difícil! Não chorei enlouquecidamente, mas chorei, e o pior, sentia um aperto no peito tão grande, que tinha que parar de ler e refletir um pouco antes de continuar! Como Eu Era Antes de Você” já está sendo filmado, e agora é aguardar notícia para a adaptação deste livro também!

XO,
Enjoy!

31 comentários

  1. Olá Lili!
    Assim como você sou apaixonada pelas histórias da Jojo sempre tão intensas e incrivelmente reais. Já tem um tempinho que li A garota que você deixou para trás, mas lembro bem de como fiquei super envolvida com o drama da Sophie e como não consegui me envolver tanto com a história da Liv. Mesmo assim adorei o livro. Você já leu A última carta de amor? É outra pérola dessa autora ^^

    Beijos
    Espero sua visita =)
    http://numrelicario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Conheci a Jojo com "Como eu era antes de você" e acho que eu deveria ter começado por outro livro pois depois desse nunca mais consegui ler mais nada dela. Acho que fiquei traumatizada, mas quero muito ler "A garota que você deixou para trás", na verdade, li umas 10 pág mas não consegui seguir em frente, infelizmente.

    http://reticenciasliterarias.blogspot.com.br/
    Página Facebook

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andrea, meu caso foi ao contrário, li Como eu era Antes de Você e dai sim me apaixonei! Por isso dei uma, duas. três chances para a Jojo! ^^

      Excluir
  3. Eu adoro a Jojo, então sou suspeita.
    Esse livro é interessante, pois ela mistura passado e presente de forma tão interessante que não conseguimos largar.
    Adorei os quotes que você selecionou.
    Tb adorei a historia.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Hello Lili, tudo bem?
    Obrigada pela dica, me interessei pelo livro A Garota que Você Deixou Para Trás depois li a sua resenha.
    Não conhecia a Jojo Moyes e achei o nome dela fofo. =)
    Também adoro o tema de Guerra Mundial e um livro que esse pano de fundo me interessa. Nunca li livro com esse tema, apenas vi filmes.
    Li a resenha do Como Eu Era Antes de Você e me interessei também, acho q vou virar fã da Jojo.
    bjus.

    ResponderExcluir
  5. Eu quase comprei o livro anterior dessa autora, o Como eu era antes de você, mas uma amiga disse que era triste e que ela chorou rios. Fiquei com pé atrás e ainda não dei uma chance ao livro. O A garota que você deixou para trás, pela sua resenha, pareceu mais o meu estilo… vamos ver, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lissandro realmente, o livro é bem intenso e relativamente triste. Da uma olhadinha em nossa resenha se quiser ^^ Bjs

      Excluir
  6. O "problema" dos livros dela quando é tratado em várias épocas é essa confusão, eu também sofro com isso, fica sussa. Esse eu ainda não li, mas está aqui esperando chegar o momento. Gosto muito da autora e dos livros dela.
    Tudo que Motiva | Participe do nosso TOP Comentarista ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ro, todo livro assim requer um pouco mais de atenção! Mas quando nos envolvemos é maravilhoso!

      Excluir
  7. Oii
    Estou com Como eu era antes de você na estante só esperando pra ser lido!
    Acho que vou curtir a escrita dela também.
    Assim que eu ler o que eu tenho aqui e se eu gostar, quero comprar esse também.
    Na verdade era pra eu ter ganho da minha mãe no Natal passado, mas ela aparentemente "esqueceu" de comprar. hahahaha

    Beijo
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahah Rai leia e depois me conta o que achou ♥

      Excluir
  8. Oiii.
    Tenho que confessar que sempre quis ler o livro, mas nunca imaginei que o livro retratava a primeira guerra mundial. E isso tirou um pouco minha empolgação, não por causa da temática, mas pelo fato de ser de época digamos assim, e eu nunca li um livro desse tipo. Mas continuei lendo a resenha e a empolgação voltou AMO ROMANCES ASSIM. Aaaa mds, deve ser tão triste. Quero muito ler. ADORO.
    E ainda a autora leva a história para 100 anos depois, isso iria me confundir um pouco, mas quero super ler.
    Beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Taty leia, as vezes é bom sair de nossa zona de conforto! Bjs

      Excluir
  9. Oi Lili, eu estou com esse livro na minha estante e estou super curiosa para ler e conhecer mais da história, achei bem interessante a premissa dele, e todos falam sempre tão bem da escrita da Jojo que da mais vontade ainda de ler suas obras!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo joia?
    Menina, eu tenho muito que ler esse livro, quase todos os dias vejo alguém comentando sobre ele, e como são críticas super positivas isso só me deixa ainda mais curiosa. Adorei a resenha, ficou ótima, e só fez minha vontade crescer ainda mais hahaha;

    Beijos
    intoxicadosporlivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Eu sou muito, mas muito fã de JoJo e essa capa, eu amo a capa dos livros dela, são lindas e da mesma ilustradora do livro " A lista de Brett".
    Abç,
    Boo Nina
    http://www.rascunhocomcafe.com/2015/05/ate-voce-ser-minha-obsessao-pela.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gi! Poxa não sabia, realmente olhando agora, são bem parecidas, mas eu amo o formato ♥ Obrigada pela dica!

      Excluir
  12. Ainda não li nada da Jojo, mas pretendo começar por Como eu era antes de você. Que legal saber que vai ter adaptação!

    É muito chato quando ficamos perdidas na narrativa, né. Eu me irrito muito com isso! Mas que bom que apesar disso foi uma leitura proveitosa e emocionante pra você :)

    Beijos,
    Duas Leitoras

    ResponderExcluir
  13. Livros com histórias que se passam no contexto da guerra sempre me encantam e emocionam.. Gostei muito dessa resenha e super me apaixonei a primeira vista pelo livro.. Primeira vez que ouço falar da serie, mas já quero ler logo que puder rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Grazi nãoa é uma série, Como eu era antes de você, é outro livro da autora, igualmente maravilhoso ^^

      Excluir
  14. Olá Lili , tudo bem?
    Parabéns pela resenha ,amei o contexto em que se passa a história do livro ...Nunca tinha ouvido falar muito sobre essa autora ,mas confesso que sua resenha me deixou muito curiosa.
    Beijinhos!
    http://obcecadapeloslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oiiiiii
    Eu adorei sua resenha ¬¬ e nao gostei disso! kkkkkkkkk pq eu vivia atrasando a leitura dos livros desse autor, pq estou cansada desses livros q tem uma carga de emoçao tao forte! cansada de me acabar de chorar lendo! agora acho q nao vou conseguir mais adiar :( sua culpa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahahhaha Obrigada Jac, mas te garanto, não vai se arrepender! Bjs

      Excluir
  16. Sempre vejo muitos comentários positivos sobre os livros da Jojo Moyes, e tenho vontade de ler a um bom tempo, mas até hoje não li nenhum ainda! Também tenho certo receio em ler outros livros de um autor que gostei muito, mas que bom que a Jojo Moyes não te decepcionou.
    Gostei muito do enredo, já entrou pra minha lista!

    ResponderExcluir
  17. Livros desse gênero eu só me interesso em ler em caso de elogios de todos (qualquer dia desses leio Como Eu Era Antes de Você), este não me chamou muito a atenção. Também tenho um pouco de receio em ler continuações ou outras obras de autores que curti muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gio mas está não é uma continuação viu, apenas a ilustração é parecida ^^ Bjs

      Excluir
  18. Oi Lili, tudo bem contigo ???
    Eu não sei o que acontece, não sei se é pelo fato de que os livros da Jojo estão fazendo muito sucesso, ou se é porque eu sempre vejo os livros dela nas livrarias, mas eu ainda não senti aquela vontade de ler os livros dela sabe ?! Talvez, quando a poeira abaixar eu me encante mais pelos livros dela, mas ainda não aconteceu, rsrsrs.
    Até hoje, de todas as histórias que eu já vi que ela escreveu, a que mais me deixou curiosa foi a Um mais Um (acho que é esse o nome), e gostei dela por ter uma aparência mais leve, mais engraçadinha, apesar de amar um drama, as vezes eu faço de tudo para fugir dele, rsrsrs.

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Bel, vi muitos comentários que falam exatamente isso. Um mais Um é bem diferente da atmosfera que ela trabalha! Bjs

      Excluir
  19. Tenho visto muitas resenhas positas sobre essa autora, mas eu não consigo me interessar muito, talvez por não ser muito o estilo de livros que eu gosto e acho que a história nçao conseguiria me prender o suficiente para eu gostar,

    ResponderExcluir