Resenha: A Morte de Sarai

Título Original: Killing Sarai
Autora: J.A. Redmerski
Ano: 2013
Editora: Suma de Letras
Páginas: 255
Compre aqui

J. A. Redmerski ganhou um lugar muito especial no meu coração, após Entre o Agora e o Nunca (resenha) e Entre o Agora e o Sempre. Desde que vi a capa de A Morte de Sarai pela primeira vez no facebook da Suma de Letras, fiquei enlouquecida. Logo vi que não se tratava de um romance, e sim algo mais tenso e com suspense.

Sou simplesmente apaixonada por este gênero, e queria muito ver como J.A. iria se sair neste universo. Obviamente fiquei um pouco angustiada, pois não queria me decepcionar com uma escritora tão boa, e descobrir que ela só poderia escrever um tipo de história. Comprei o meu exemplar de presente de aniversário, e depois, fui curtir!

A história inicia com Sarai, uma jovem americana de 23 anos de idade, que vive em cativeiro desde os 14 anos, em algum lugar remoto do México. Sarai era uma adolescente típica americana, ansiava por terminar os estudos, queria arranjar um namorado bacana, e ainda tentava descobrir qual universidade gostaria de ir. Porém, desde jovem, Sarai já passou por diversos problemas. Moravam em trailer, ela e a mãe que sempre foi muito instável, teve diversos namorados e muitos deles gostavam de se achar no direito de mandar em Sarai. Nesta época, Sarai passa mais tempo com uma vizinha de trailer, a Sra. Gregory, uma senhora que ensina a tocar piano, e é uma presença familiar e constante na vida dela.

"Segundos depois, em um movimento aparentemente rápido demais para que eu acompanhe, cada um dos clientes leva um único tiro na cabeça e cai morto diante de mim."  

É neste contexto que o novo “namorado” da mãe de Sarai aparece. Javier tem boa aparência, e ganha a mãe de Sarai. Esta por sua vez, nota algo estranho no homem, seus olhares para ela, nada está bem. E ela tem razão. O homem leva ela e sua mãe para o México e após a morte da mãe, Sarai é mantida presa em um cativeiro. "Felizmente", Sarai é a preferida de Javier, e somente ele chega perto dela, e Sarai é poupada dos horrores que as outras meninas sofrem, como estupros e espancamentos. Obviamente quando digo que Sarai era “poupada” me refiro a abusos sofridos por diversos homens diferentes. A diferença é que apenas Javier abusa dela, que deve estar pronta para ele quando ele quiser, e ainda é levada a eventos, e mostrada como objeto dele.

O instinto de sobrevivência de Sarai logo lhe mostra o caminho no qual deverá seguir se quiser se manter viva. Assim, ela está sempre pronta para Javier, finge que gosta de seus carinhos, que gosta de ser apenas seu objeto. Dessa maneira ela consegue manter-se em “segurança” e ainda conquista alguns “luxos” que outras meninas presas com ela não têm acesso, como sabonetes e desodorantes. Tudo da pior qualidade, pois quem faz as compras é a irmã de Javier, Izel, que detesta Sarai com todas as suas forças.

Hoje com 23 anos, Sarai já vive na prisão de Javier há 9 e vive no mesmo quarto (cela) que ela a jovem Lydia. Fazem exatamente estes mesmos anos que Sarai não vê uma pessoa americana. Até hoje. O americano na sala do casebre é alto, cabelos curtos, muito bem vestido. Veio para negociar com Javier a morte de um homem. O preço é alto, milhões de dólares. Sarai nunca havia visto o americano antes, mas logo que o vê pela fresta da porta do seu quarto sabe que é a sua única chance de sair do México com vida.




Sarai sai pela janela do quarto, e consegue percorrer a distância do quarto até o carro. Os guardas que deveriam estar cuidando do perímetro, estão mais focados em qualquer outra coisa, já que ninguém foge de lá. Fugir seria a sentença de morte, já que o local é tão afastado de tudo, que seria impossível não localizar um fugitivo. Sarai se esconde atrás do banco do americano, e tenta não fazer nenhum som. Ele demora uns instantes para arrancar, mas logo sai, e Sarai vê novas possibilidades surgindo na sua vida.

"Em um segundo apenas, meu cabelo está enrolado em sua mão e sua arma está pressionada sob meu queixo, forçando meu pescoço tão para trás que temo quebrá-lo se me mexer."

Mas a felicidade de Sarai logo é jogada pela janela. O americano não é tão amigável como ela pensou. Afinal, o cara é um assassino! Logo ela se vê inserida em um jogo de interesses, e teme por sua vida a cada instante. Em segundos se sente extremamente segura com o americano chamado Victor Faust, e segundos depois tem certeza que ele vai matá-la. Aos pouco vai se sentindo mais e mais ligada ao misterioso assassino Victor. Ele não é de falar muito, mas seus olhares são intensos, e suas ações são controversas.

O livro me deixou tensa e ansiosa do início ao final. E não consegui largá-lo enquanto não acabasse. Me levou a um mundo de injustiças, em que não se tem ninguém para contar, e que qualquer pessoa por perto pode significar a sua vida. O que me tocou mais nessa história, foi saber que em diversos lugares do mundo esta realidade existe, até piores do que Sarai viveu. Nada nesta história é impossível de acontecer, e as reviravoltas são comuns e extraordinárias.

Posso afirmar que J.A. se superou nesta história. Embarcou em um mundo completamente diferente de Entre o Agora e o Nunca e o esmiuçou com uma maestria digna de mestres do suspense e reviravoltas como meu queridinho Stephen King. A série Na Companhia de Assassinos será composta por 5 livros, o próximo chama-se O Retorno de Izabel com publicação prevista para julho de 2015. Os outros 3 livros da série chamam-se O Cisne e o Chacal, Seeds of Iniquity e The Black Wolf, ainda sem título traduzido ou data de lançamento no Brasil. 
Enjoy!
XO!
Confira a série Na Companhia de Assassinos:
1. A Morte de Sarai
2. O Retorno de Izabel
3. O Cisne e o Chacal

28 comentários

  1. Adorei a sua resenha, parabéns! Eu tenho uma grande curiosidade de ler este livro, pois todas, sim! TODAS as resenha que leio são positivas e isso me deixou muito curioso, quero ler este livro logo, logo!

    Abraços e até!

    http://lendoferozmente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oii Lili, tudo bem?
    Bom, eu nunca li nada da autora, mas tenho uma enorme vontade para ler Entre o Agora e o Nunca e Entre o Agora e o Sempre, e quando vi A Morte de Sarai, com certeza também fiquei com vontade de ler. Parece ser um ótimo livro, que abrange temas que infelizmente existem não é, bom, ela consegue fugir, isso parece ser bom né?kkkk, vou ter que ler para saber.

    Beijos da Jéss ♥
    Brilliant Diamond | Fan Page

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jess Entre o Agora e o Nunca é perfeito, leia por favor! ♥

      Excluir
  3. Preciso ler os livros dessa autora, porque meu deus, só elogios

    Beijos

    http://penelopeetelemaco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Já tinha visto esse livro, mas ainda não tinha lido uma resenha sobre ele. O que mais me atraiu foi o título e a capa, por ter esse aspecto violento! A resenha do livro conseguiu ganhar meu coração mais ainda, já quero

    ResponderExcluir
  5. Oi Lli, tudo bem?
    Nossa, sua resenha ficou ótima, eu fiquei presa nas suas palavras. Você me deixou nervosa com os acontecimentos. Já li algumas resenhas desse livro e todas estão elogiando a obra. Essa história é super forte, e quando você falou o que acontecia com as meninas eu lembrei de casos reais noticiados. Fiquei angustiada. Ela realmente não tinha opções, essa era a única chance que ela teve em anos, se não tivesse se arriscado, poderia não ter outra. Não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu já tava curiosa pra ler esse livro, depois da sua resenha então... Preciso!! Adoro livros desse gênero.

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lili!
    Esse livro parece INCRÍVEL *_* Adoro a premissa dele, é bem instigante e interessante, gostei bastante do direcionamento da história. E essa capa é linda <3


    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Eu não queria ler esse livro pois a capa não me agradou muito, mas comecei a ler resenhas sobre e é só elogios, devo aguardar as férias para ler, pois tem elementos um tanto pesados na trama.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Giovana, mas te garanto que vai curtir muito!

      Excluir
  9. Gente, essa é a primeira resenha que leio e que meu coração fica acelerado, de verdade!
    To com vontade de pegar esse livro e ler AGORA, quero muito saber o que acontece com a Sarai, parece ser uma história muito interessante que te segura do começo ao fim.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas Lorena a Lili me deixou doida aqui!

      Excluir
  10. A capa é um tanto quanto horripilante , fazendo jus ao gênero.. Particularmente não gosto desse tipo de livor , mas esse em especial parece ser muito empolgante e estimulante do inicio ao fim.. Gosto de ser cativada e ter pressa pelo desfecho.. Quem sabe eu nao o leia futuramente ?! Parece ser uma boa pedida..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grazi, nem tão horripilante assim, é mais um suspense OK?! Bjs

      Excluir
  11. Oi Lili!
    Nossa que estória pesada né?
    Mas ao mesmo tempo muito interessante, é um livro bem denso. Estou mesmo em busca de leituras assim, com mais complexidade!

    Beijo
    ooutroladodaraposa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Lili, tudo bem?
    A história parece muito boa, apesar de densa.
    Não é o tipo de leitura que estou procurando agora, mas em outro momento com certeza daria uma chance a obra.
    Beijão ♥

    Thati Machado;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
  13. Nao sei se este é meu estilo favorito de livro, mas fico surpresa em saber que é da mesma autora de Entre agora e o nunca. Ja admiro a autora por arriscar em areas diferentes!! Fiquei bem curiosa e ja apreensiva para saber oq vai acontecer c a sarai!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos duas Jac, tanto que agora respondendo os comentários me deu uma vontade louca de pegar o livro e correr para ler hahaha

      Excluir
  14. Oee Lili!

    Assim como você eu estava loucaaaa para ler A Morte de Sarai mas com aquele medinho de não ser tão bom quanto eu estava imaginando E QUE PAULADA FOI ESSA QUE A AUTORA ME DEU? HAUEHUAEHAEHEHAEAHUEHUAEHUE
    Sério, eu amey demais e espero que os outros livros continuem nessa vibe de treta sangue treta romance treta sangue morte HUAEUAEHAUEHAUEHAE

    Beijos!
    ~nathália n.
    www.livroterpaias.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nathy adorei teu comentário aiushuiasa quero me ver fisgada assim como vocês!

      Excluir
  15. Confesso que o título e a capa não me chamou nem um pouco a atenção, sempre via coisas relacionadas a esse livro mas não me interessava. Agora estou super ansiosa para ler!!! Não tenho costume de ler suspense, mas adoro. E Morte de Sarai me chamou muita atenção, o enredo é incrível. Só pela sua resenha fiquei intrigada e angustiada com os acontecimentos, estou doida pra saber o desfecho.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  16. Já li algumas resenhas desse livro, mas nenhuma me fez querer ler ele tanto quanto essa, ficou perfeita.
    Faz um tempo que estou querendo ler ele, mas fico enrolando e compro outros na frente dele, mas vou aproveitar que o meu aniversario esta chegando e pedir de presente.

    ResponderExcluir
  17. Oi Lili, tudo bem ???
    Eu preciso desse livro na minha vida, rsrsrs. Por algum motivo esse livro me lembrou da minha amada Trilogia Millennium, acredito que seja por causa dos abusos, de homens que se acham poderosos, de mulheres presas em cativeiros ... A história é totalmente diferente, mas mesmo assim me lembrou da Millennium, por isso acredito que o livro é realmente muito bom !!!
    Adoro um bom suspense, e gosto ainda mais se nesse suspense nós temos alguns assassinos e pessoas perigosas no meio, torna tudo ainda mais eletrizante !!!
    Vou ter que comprar um exemplar para chamar de meu !!! ^^

    Beijinhos
    Hear the Bells

    ResponderExcluir
  18. Oi Lili!
    Este livro já está na minha wish list! Estou louca para lê-lo. Confesso que já li a resenha em outro blog, mas mesmo assim, gostei muito! A Morte de Sarai parece chamar-me para tê-lo na estante kkkk
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  19. Olá!
    Pela capa suspeite que se tratava de um suspense!
    E eu adoro! Terror eu nao gosto nada, mas suspense me deixa ansiosa para ver o final!
    Compraria o livro so de ler a capa e a sinopse!
    Amei a dica!
    Bjus

    ResponderExcluir
  20. Oiii Lili.
    Adoro a capa.
    Eu nunca tinha lido uma resenha do livro e nem me interessado muito em ler o livro, mas QUE RESENHA É ESSA?
    Quero muito ler, eu ainda não li Entre o agora e o nunca, mas tenho até o segundo livro. Mas agora quero ler esse sim. Gente que isso, a menina vive em cativeiro, fiquei louca aqui. Vou correr para comprar.
    beijos

    Coleções Literárias

    ResponderExcluir