Resenha: A Herdeira

Título Original: The Heir
Autora: Kiera Cass
Ano: 2015
Editora: Seguinte
Páginas: 392
Compre aqui

Quando a Joi me deu A Seleção de aniversário, lá em março de 2014, com os dizeres - você vai amar - sabia que já estava perdida. E tinha razão, como já comentei em outras resenhas da trilogia, fiquei histérica esperando os livros seguintes. Quando A Elite e A Escolha foram lançados, comprei e li cada, em um dia e quando finalizei o último foi tipo, - OK, acabei uma história incrível, vou ficar com saudades e em breve lerei novamente para matar as saudades! -. Não cheguei a ler novamente e antes que eu tivesse a oportunidade, A Herdeira chegou.

Como não poderia ser diferente, logo que recebemos o livro em um dia e meio eu já tinha acabado a leitura. Como fã da história, estou louca pela continuação, assim como todos os fãs ficam quando algo novo é lançado de algo que adoramos! Provavelmente, você que está lendo essa resenha seja fã da série. Caso ainda não tenha lido nenhum, sugiro que leiam as resenhas anteriores ou voltem depois, pois inevitavelmente muitos spoilers sobre a série irão aparecer!

É muito bom poder falar aqui abertamente, América fica com o Maxon! Pois é, o que muitos de nós já esperávamos com o decorrer da história dos pombinhos, se concretiza no final de A Escolha. Nesse quarto livro, podemos ver o que acontece depois de anos de casamento. O que acontece depois do felizes para sempre.

Na primeira gravidez de América, nascem os gêmeos Eadlyn e Ahren. Eadlyn nasce alguns minutos antes do irmão e por esse motivo, pela primeira vez, teremos uma rainha em Illéa. Vinte anos depois, uma nova geração é o povo jovem e revoltado de Illéa. O sistema de castas já não existe mais, mas como os jovens atuais não viveram na época realmente ruim, acham que agora está ruim o bastante para gerar uma revolução. Encurralado, Maxon não sabe qual a melhor atitude a ser tomada e ao considerar alguns fatores, aposta que uma distração será a melhor alternativa. E qual é a distração favorita de Illéa? A seleção.


Sendo Eadlyn a herdeira do trono, a seleção com rapazes é a primeira na história. Porém não é tão simples. Eadlyn tem um gênio forte e é cheia de personalidade para não dizer mimada. Apesar de tudo, eu me surpreendi positivamente com esse jeito de ser dela. Se me perguntassem como eu imaginava ela, eu chutaria que seria uma menininha tímida, com sorrisinhos e face ruborizada. De qualquer modo, prefiro essa Eadlyn.

Percebendo que não tem muita alternativa, a não ser aceitar a seleção para o bem de Illéa, Eadlyn traça um plano. Muito simples por sinal, ela vai simplesmente infernizar a vida de cada selecionado. Alguns com certeza irão querer ir embora por conta própria, outros ela vai mandar embora. Como ela tem certeza que não vai gostar e principalmente, não vai se apaixonar por nenhum deles, ao final da seleção, nada vai acontecer, pois nenhum vai ser bom o bastante. Será?

"O amor servia apenas para destruir nossas defesas, e eu não poderia me dar esse luxo."

Alguns pontos merecem a minha pontuação: Maxon realmente se tornou o cara que eu achava que ele seria. Preocupado com o povo de Illéa, querendo o melhor para a sua família e para todos ao seu redor. América mudou completamente de personalidade. Aquela jovem sonhadora, que lutava pelos fracos e oprimidos, se perdeu completamente ao longo dos vinte anos. Sabemos que isso realmente pode vir a acontecer com uma pessoa, mas fiquei um pouco decepcionada com isso. Queria ver ela mais ativa, ajudando o Maxon, dando opinião e outras coisas no governo. Outra coisa em relação a eles, concordo que este livro o foco é Eadlyn, mas não custava ter demonstrado um pouco mais de amor entre eles. Afinal, foi por eles e pela história deles que tudo isso está acontecendo.


Falando da herdeira, ouvi muita gente falando do gênio da moça, mas não posso negar, gostei, e achei que combinou, ela não poderia ser alguém muito fácil de “domar”, sendo filha de Maxon e América! Estou adorando ver o desenrolar dessa história, a pesar de estar tudo meio confuso ainda. São muitos rapazes em volta dela, muitos promissores e outros que eu simplesmente detestei. Nesse livro, não notei a balança pender para nenhum lado, e vai ser uma bela surpresa para mim com que ela vai ficar. E já pensou se ela decide ficar sozinha mesmo? Não me espantaria tanto assim!

"Ainda havia diversas razões para levantar a guarda, então era isso o que eu faria. Ainda assim, não sabia se teria como ignorar por muito tempo a maneira como aqueles garotos me afetavam."

Outra coisa que adorei, foi rever alguns personagens dos livros anteriores. Amigas de América que vivem no castelo, seus dramas, seus amores (que por sinal ficaram mais bem demonstrados que o de America e Maxon). Na verdade, todos no palácio fazem parte de uma grande família, e adorei ver isso pelos olhos de Eadlyn. Tem muita coisa para ser dita ainda, e acho sinceramente que essa história não deveria ser contada em apenas dois livros, mas sim em três.Bom eu espero que sim! Se você também já leu A Herdeira, conta pra gente o que achou do livro! Com quem Eadlyn deve ficar? Deixe seu comentário!
XO,
Enjoy!

Confira a série A Seleção:
2. A Elite
2.5. Contos da Seleção
2.6. Felizes para Sempre
3. A Escolha
3.5. Diário da Seleção
4. A Herdeira
5. A Coroa

27 comentários

  1. Oi!
    Li esse livro achando que a estória acabaria nele. Aliás ganhei ele no top comentarista daqui!
    Até comentei com a Joi que, quando acabei, fiquei até frustrada. hahahaha
    Mas eu gostei, apesar de ter gostado ainda mais de A Seleção. Fiquei com muita nostalgia, tanto que quando acabei fui rever os acontecimentos mais legais dos três primeiros livros.

    Beeijos
    O Outro Lado da Raposa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rai, a Lili teve que resenha-lo aqui por que ganhei ele para resenhar no outro blog que sou resenhista ^^

      Excluir
  2. Oi Lili ♥
    Estou para ler "A Herdeira" há bastante tempo. Mas cadê tempo pra ler tudo que eu quero?
    Adorei a resenha :)

    Beijos!
    www.naoleia.com

    ResponderExcluir
  3. Li a trilogia A Seleção e me surpreendi! Estava cheia de expectativas sob o reencontro que eu teria com o casal mais lindo do mundo. Fiquei triste, não li, mas America e Maxon mereciam mais atenção. Saudades deles.. Já a Eadlyn, gosto do gênio dela também, como ser diferente sendo a filha de quem é? Como assim America se perdeu? Eu amava a America sonhadora e guerreira. Bom, não quero falar muito, não li ainda, mas irei. Adorei a resenha, obrigada! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marcella, tbm queria mais atenção em cima do nosso casal preferido, mas compreendi ao final. Realmente o livro e foco agora são os filhos deles, paciência =/

      Excluir
  4. Ainda não tive a oportunidade de ler essa trilogia, mas percebi que as pessoas gostam muito, percebi pela resenha que é uma história com personagens marcantes, com muito amor, paixão envolvidos, gostei muito do desenrolar da história, espero que consiga ler o mais rápido, e pela sua nota, não posso demorar, rsrsr...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vania, leia sim, toda esta série é encantadora!

      Excluir
  5. Olá,
    Eu confesso que não pretendo ler A Herdeira, tenho A Escolha aqui, vou ler e parar por aí. Acho que essa história já deu o que tinha que dar, não tenho vontade de prosseguir lendo. Mas gostei da resenha.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inês, acho quer tu deveria dar uma oportunidade sim, o livro é ótimo e é outra vibe da trilogia inicial!

      Excluir
  6. Oi Lili!
    Estou com A Herdeira aqui para ler, será uma das minhas próximas leituras.
    Não estou tãooooooooo empolgada com a leitura devido tantas críticas negativas que já vi, mas vou ler de coração aberto hahaah Espero gostar dos livro!

    Beijos!
    www.aculpaedosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho certeza que vai amar Taty! Como tudo da Kiera!

      Excluir
  7. A série A Seleção me conquistou, apesar de ter achado que seria uma distopia, amo romance também! Confesso que para mim a série deveria ter terminado na trilogia mesmo e pronto. Mas com o lançamento do quarto livro até que eu fiquei feliz, mas a Eadlyn é chata demais!!! Não gostei dela mesmo e é extremamente mimada! Me irritam personagens assim! Claro que já deu pra sentir que a Kiera vai dar uma melhorada nela no próximo livro, pra mostrar que amadureceu e tal, mas podia ter feito ela menos chata, hehe. Mas vamos aguardar as cenas dos próximos livros.
    Gostei tb que agora é a mocinha que escolhe! Tem que inverter esse papel ne?! So homem que manda não.. =)
    Com certeza é a capa mais linda da série toda, esse fundo escuro deu um charme a mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério Suzzy, todo mundo achou que o elemento distopia ficou de lado =/ O que realmente acontece. O foco é mesmo o romance que é lindo!

      Excluir
  8. Oi,
    Li "A Herdeira" a pouco tempo e confesso que até a metade do livro eu queria matar Eadlyn! rsrsrs To meio para o final comecei a entender melhor a personagem e fiquei chocada com o final.
    Bjs!
    Viciados Pela Leitura

    ResponderExcluir
  9. Eu ganhei esse livro no mes passado, mas ainda não li os primeiros, quero ver se compro eles e assim leia a todos antes do lançamento do filme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que a história será uma série não, acho que não esta muito definido isso!

      Excluir
  10. Olá, tenho vergonha de ter os livros da série na estante e ainda não ter lido >.< sempre que olho os livros eu sei que vou amar , acho que o problema é que passei por uma série que me abalou de tão boa kk ai agora vou ler os livros " Volume único " para me recuperar e a primeira série que pegarei será eles .

    Amei a resenha , só aumentou a vontade de começar a série :*

    Beijos ,
    Gleyce Nascimento .

    http://ps-believeandlive1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comece por A Seleção e tenho certeza que vai viciar depois ^^

      Excluir
  11. Oiee ^^
    Achei Eadlyn um saco, mas um que é possível aguentar. Cheguei a gostar muito dela no final...haha' Senti falta de America/Aspen/Maxon nesse livro, eles aparecem tão pouco que nem pareciam os mesmos *-* estou com cinco pretendentes favoritos aqui, e torço para que alguns deles façam merda no próximo livro, pois ser #TeamUmPersonagemSó é mais fácil que #TeamCinco...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dryh, as atitudes delas são super compreensíveis ao final da leitura. Eu a entendi.

      Excluir
  12. Oie ♥
    Adorei esta resenha e só por ela já estou desejosa de ler o livro.
    Tanto a capa como o nome estão/são fantásticos e deixam uma pessoa ansiosa para comprar e ler.
    Desejamos sucesso!!

    Beijesquilos, Magui ♥

    ResponderExcluir
  13. A série A Seleção me decepcionou muito com o final de A Escolha! Eu esperava muito mais da história e, na minha opinião, acho que a Kiera podia ter trabalhado melhor naquele final, pois ficou muito raso, superficial e nada convincente. Então, não dei muita bola para o lançamento de A Herdeira e fui ler algumas resenhas sobre a história. Para falar a verdade, vi muitas críticas negativas quanto ao livro. A sua é a primeira positiva, já que você é fã e gostou da série, eu entendo. Mas, pelo que vi, parece ser a mesma coisa que A Seleção, só que com uma princesa no lugar do príncipe. Não achei muito original, mas...
    Adorei sua resenha e seu blog é muito lindo, parabéns, já estou seguindo!
    Eu também criei o meu recentemente e se você pudesse dá uma olhadinha lá eu ficaria muito agradecida <3
    Beijos.

    http://madrugadadeleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran, tbm achei algo semelhante mas mesmo assim curti. As autores tem um numero x de páginas para mandar e isso acaba atrabalhando elas, acredito eu!

      Excluir
  14. Oi Lili, tudo bem?

    Eu não li nenhum livro desta série e nem pretendo, pois a premissa não me conquistou. Mais fico feliz pelos fãs por este livro ser bom.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Eu ainda não li o livro e cara é bom ver uma opinião diferente sobre a personalidade da menina. E odiei essa de que a America mudou. Ah nem, eu curtia o jeito dela. E como assim não mostra muito do amor dela e do Maxon? Ah fala sério né. Eu estava querendo era espiar a vida dos dois juntos e pelo visto mal mostra. Mesmo assim, vamos ler né. Pra ver se a história da filhinha é boa como a da mãe.

    Inquietudes Secretas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liih, a moral é que o livro não é sobre ela e nem sobre o Maxon, o que desagrada os fãs.

      Excluir