Título
Original:
Dois Irmãos
Autor: Milton Hatoum
Arte: Fábio
Moon e Gabriel Bá
Ano: 2015
Editora:
Companhia das Letras
Páginas: 232

Compre: Saraiva – Amazon
No começo desse
ano, os irmãos Fabio Moon
e Gabriel Bá
começaram a fazer comentários e destacar em suas redes sociais um
projeto muito interessante e querido. Os dois anunciaram que
estavam preparando uma HQ baseada no romance de Milton Hatoum, Dois Irmãos,
vencedor de um prêmio Jabuti e já traduzido para oito idiomas. 

Como sou fã do
trabalho destes irmãos, e como adoro uma boa história em quadrinhos, não tive
outra opção a não ser solicitar um exemplar para chamar de meu, e então, depois
de um certo tempo, iniciar uma leitura que me deixaria fascinada e morrendo de
vergonha por não ter lido o livro que deu origem a essa HQ maravilhosa.

A premissa de
Dois Irmãos é simples, porém é nos detalhes, nuances, e em todo o seu contexto
que mora a complexidade da história e também a beleza da narrativa. Logo no
início da narrativa, trazida para nós pelas mãos habilidosas de Bá e Moon,
conhecemos os também gêmeos, Yaqub e Omar. Os dois possuem personalidades e
traços muito diferentes, porém é através do crescimento e criação que cada um
recebe, que suas personalidades se fortalecem e os dois irmãos, que um dia eram
grandes amigos, entram em uma enorme rivalidade. 

Tudo começa na infância, por
causa das primeiras paixonites e interesses amorosos. Durante um dia em que
diversos amiguinhos e coleguinhas se dirigem para o grande casarão da cidade,
onde havia sido instalado um projeto para passar um filme para que as crianças assistissem, Omar vê Yaqub com seu interesse amoroso, e durante um
acesso de raiva atinge o irmão com uma garrafa, deixando seu rosto marcado para
sempre.

A partir desse
incidente, a rivalidade entre os irmãos, que antes se escondia no meio das brincadeiras de criança, surge com força total, e todas as possibilidades de
reconciliação são jogadas em um grande abismo. Para tentar ensinar algo aos
filhos, Halim, pai dos gêmeos pretende mandar os dois para o exterior. Porém,
Zana, a mãe possessiva e controladora, não permite que Omar parta, fazendo com
que este fique debaixo das asas “protetoras” da mãe enquanto o outro filho fica meses longe
da família. Durante a volta de Yaqub ao Brasil, acontece o reencontro entre os
irmãos, e as grandes diferenças entre eles apenas fortalecem a antiga rixa,
fazendo com que um fique fora do caminho do outro, apenas nos momentos de
interesse pessoal.
Confesso que
enquanto lia essa história em quadrinhos, não conseguia parar de pensar no
livro que deu origem a obra. Ficava pensando nos detalhes que ficaram de fora,
se havia alguma informação, alguma história secundária, algo mais nas páginas
do original, algo que pudessem tirar algumas das dúvidas que surgiram ao longo de minha leitura. Minha curiosidade cresceu ao conferir o trabalho realizado por Gabriel Bá e Fabio
Moon, e acredito que não conseguirei ficar muito tempo longe desse livro, em
algum momento terei que buscar a obra de Milton para descobrir tudo o que posso
sobre a rivalidade destes dois irmãos.
Além de uma
história maravilhosa, temos uma narrativa precisa e de fácil entendimento. Bá e
Moon
criaram uma HQ muito fácil de ser lida e admirada. Mesmo nos momentos de
flashback, mesmo durante os comentários de nosso narrador, é fácil compreender
os motivos por trás de todos os acontecimentos destacados. É fácil entender, pensar e refletir sobre tudo e
todos. Se uma narrativa muito bem montada não bastasse, somos agraciados com as
belíssimas ilustrações destes gêmeos que estão representando muito bem o Brasil
no mundo das histórias em quadrinhos. Cada quadro é uma obra de arte. Mesmo naqueles quadros mais simples e sem grande quantidade de detalhes, percebemos a importância do que foi destacado. 

A HQ possuí o traço dos irmãos, e isso já é um espetáculo a parte. É como se o livro transpirasse criatividade e trabalho duro, como se suas páginas guardassem segredos, os
desenhos escondessem as respostas para toda a rivalidade presente ao longo da
história. Essa HQ exalta a obra de Milton Hatoum, mas também destaca o trabalho
de Bá e Moon, aqui encontramos o melhor dos dois mundos.

Se você é um leitor apaixonado por histórias em quadrinhos, se quer ingressar nesse mundo maravilhoso, se busca algo interessante para ler, se quer conhecer a obra de autores nacionais, Dois Irmãos é o seu livro. Com uma narrativa acertada, uma história complexa e que se abre para um leque de reflexões, com ilustrações maravilhosas e personagens marcantes, Dois Irmãos nos traz o melhor do mundo da escrita e das histórias em quadrinhos.

Aqui a criação, as ligações familiares, os anseios de jovens e adultos são esboçados, estudados e destrinchados. Nesta obra percebemos como a criação interfere no caráter e forma adultos confusos e vingativos. Essa obra destaca muito bem que a realidade é o que é, e devemos lidar com ela. Por isso, prepare-se para algo grande, e descubra como irmãos nem sempre são unidos e confiáveis.


rela
ciona
dos