Título Original: Piscina Já!
Autor: Luiz Antonio Aguiar
Ano: 2014
Editora: Biruta
Páginas: 104
Compre aqui
Piscina Já!, chegou para mim através do booktour organizado pela Aline do Livros y Viagens, e posso dizer que foi uma grata surpresa. Esperava algo e acabei me deparando com algo bem diferente, principalmente tocante para um livro direcionada para o público infantil.
O livro é ambientado na década de 70 em plena ditadura militar. Sutilmente vamos conhecendo os terrores dessa época através de Lara, uma garotinha de apenas 11 anos. No verão, Lara e sua família vão veranear em um condomínio fechado, mas este ano seria diferente. Ela não sabe o porquê, mas os militares levaram seu Tio Zeca.
Como se não bastasse a ausência do seu querido Tio, Lara e seus amigos se deparam com uma nova perda. A piscina abastecida pela nascente do morro, que antes era garantia a diversão da criançada, foi drenada pela piscina nova do General Pimenta, ele resolveu construir sua própria piscina, desviando o córrego diretamente para a sua piscina, secando a do condomínio.

Mesmo se tratando de um General, as crianças não queriam, não imaginavam o que aquela patente significada naquela época. Juntos eles iriam lutar pelo direito de sua piscina, iam lutar pelo direito de se divertirem no seu verão.
Através da história de Laura, podemos acompanhar o que acontecia paralelamente. Mesmo nos olhos de uma criança podemos ver a angustia de uma mãe que tem seu filho em posse dos militares, a tristeza de uma família que é reprimida pela ditadura. Através dessa menininha, mesmo em um livro direcionado para crianças, percebemos a crueldade da época, as injustiças, as dificuldades e principalmente, a luta dessa sociedade, tudo bem retratada durante a leitura.

Com uma história tão singela, Luiz Antonio Aguiar e o ilustrador Tiago Lacerda, apresentam ao leitor parte de nossa história que não deve ser esquecida. Parte de um Brasil que lutou por nossa liberdade. Piscina Já! é um livro que deveria ser lido por qualquer leitor, com qualquer idade, um livro que conta a triste realidade do qual passamos, de que muitos Tio’s Zeca’s e Laura’s passaram.

rela
ciona
dos