Olá pessoas! Hoje vim falar sobre mais um parceria do Estante Diagonal! Agora somos parceiras do Grupo Companhia das Letras. O grupo abrange diversos selos conhecidos por nós, dentre eles , Seguinte, Suma de Letras, Paralela, Cia das Letras, Pinguim, Cia das Letrinhas e Alfaguara. Quem está feliz levanta a mão! o/ 
Foi uma ótima notícia para nós, é uma felicidade imensa fazer parte desse time. Agora prometemos trazer resenhas e dicas incríveis desta editora que sempre de dedica a trazer os melhores bestsellers para os leitores. 
Siga as redes sociais:

A Companhia das Letras é a maior editora brasileira, fundada em 1986, com sede em São Paulo, por Luiz Schwarcz. As duas principais linhas editoriais da Companhia das Letras são, desde o início, literatura e ciências humanas, que se ramificam em: ficção brasileira, ficção estrangeira, poesia, policiais, crítica literária, ensaios de história, ciência política, antropologia, filosofia, psicanálise, além de séries de fotografia, gastronomia, divulgação científica, biografias, memórias, relatos de viagem e projetos especiais. Atualmente a editora trabalha com 13 selos.


Confira os lançamentos de março da editora:
EDITORA SEGUINTE
A profecia do pássaro de fogo – Trilogia Echo, vol. 1
(Melissa Grey)
No
subterrâneo de lugares onde é muito difícil chegar, duas antigas raças travam
uma guerra milenar: os Avicen, pessoas com penas no lugar de cabelos e pelos; e
os Drakharin, que têm escamas sobre a pele. Ambas possuem magia correndo nas
veias, o que as possibilita se esconder de todos os humanos… menos de uma
adolescente chamada Echo. Echo conheceu os Avicen quando era criança, e desde
então eles são sua única família. A pedido de sua guardiã Avicen, a garota
começa uma jornada em busca do pássaro de fogo, uma entidade mítica que,
segundo uma velha profecia, é a única forma de acabar com a guerra de vez. Mas Echo
precisa encontrar o pássaro antes dos Drakharin, ou então os Avicen podem desaparecer
para sempre…
Por que esta noite é diferente das outras? – Só
perguntas erradas, vol. 4 (Lemony Snicket)
O jovem
Lemony Snicket começou seu aprendizado em uma organização misteriosa e partiu
para Manchado-pelo-mar, uma cidade decadente onde se criavam polvos para a
produção de tinta. Sua
excêntrica tutora, S. Theodora Markson, foge no meio da noite para pegar o trem
rumo à cidade grande. Agora ele precisa investigar por que ela está indo embora
sorrateiramente e quem ela precisa encontrar nesse trem. Mas um crime terrível
acontece no meio da viagem… Quem é o culpado? Quem são os passageiros — bem
suspeitos — do trem? Por que uma parada não programada acontece? Será que tudo
isso faz parte dos planos do vilão Tiro Furado?
Espada de vidro – A rainha vermelha, vol. 2 (Victoria
Aveyard)
O sangue de
Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de
controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de
sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se
transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar. Quando
finalmente consegue escapar do palácio, Mare descobre algo surpreendente: ela
não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge, a garota elétrica
tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército
contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar
cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando
deter. 
SUMA DE
LETRAS
Mr.
Mercedes (Stephen King)
Ainda é
madrugada e, em uma falida cidade do Meio-Oeste, centenas de pessoas fazem fila
em uma feira de empregos, desesperadas para conseguir trabalho. De repente, um
único carro surge, avançando para a multidão. O Mercedes atropela vários
inocentes, antes de recuar e fazer outra investida. Oito pessoas são mortas e
várias ficam feridas. O assassino escapa. Meses depois, o detetive Bill Hodges ainda
é atormentado pelo fracasso na resolução do caso, e passa os dias em frente à
tv, contemplando a ideia de se matar. Ao receber uma carta de alguém que se
autodenomina o Assassino do Mercedes, Hodges desperta da aposentadoria
deprimida, decidido a encontrar o culpado. Mr.
Mercedes
narra uma guerra entre o bem e o mal, e o mergulho de Stephen King
na mente obsessiva e psicótica desse assassino é tão arrepiante quanto inesquecível.
COMPANHIA DAS LETRAS
Linha M (Patti Smith)
Depois do
cultuado Só garotos, a lendária
cantora e escritora Patti Smith volta à sua odisseia pessoal em Linha M, que ela chama de “um mapa para
minha vida”. O livro começa no Greenwich Village, o bairro que tanto marcou sua
história. Todos os dias a artista vai ao mesmo café e, munida de seu caderno de
anotações, registra suas impressões sobre o passado e o presente, a arte e a
vida, o amor e a perda. Num tom que
transita entre a desolação e a esperança — e amplamente ilustrado com suas
icônicas polaroides —, Linha M é uma meditação
sobre viagens, séries de detetives, literatura e café. Um livro poderoso e comovente
de uma das mais multifacetadas artistas em atividade.
Esta terra selvagem (Isabel Moustakas)
Romance de estreia de Isabel Moustakas, Esta
terra selvagem é um thriller sangrento
encenado numa São Paulo subitamente tomada por crimes de ódio.
Depois de
presenciar a morte da testemunha ocular de um crime tenebroso, a vida do
repórter João nunca mais foi a mesma. A jovem que assistiu à tortura e ao
assassinato brutal dos pais, para depois ser abusada das maneiras mais
terríveis, deu fim à própria vida diante dele após relatar cada detalhe
perturbador do que vivera. A partir deste terrível episódio, o jornalista irá
seguir todas as pistas que possam levá-lo a um possível grupo racista e
homofóbico que vem cometendo as piores atrocidades contra imigrantes, negros,
judeus, nordestinos, gays e quaisquer pessoas que eles considerem impuras. Mas
a única pista que ele tem são os cadarços verde e amarelo que eles usam nos
coturnos.
De mim já nem se lembra (Luiz Ruffato)
Ao abrir uma
pequena caixa encontrada no quarto da mãe falecida, o narrador depara com um
maço de cartas cuidadosamente atadas por um cordel. Dirigidas à mãe e escritas
pelo irmão, vitimado por um acidente, essas cinquenta cartas reconstituem um
passado e registram também mudanças políticas, econômicas e culturais no apogeu
da ditadura militar brasileira, convidando o leitor a espreitar a memória de
uma família com “olhos derramando saudades”. Em De mim já nem se lembra, Ruffato recupera a antiga tradição do
romance epistolar e transfigura-a — em vez de uma troca de correspondência
ordenada cronologicamente, aqui há apenas uma voz, no espaço e tempo imprecisos
da ausência.
EDITORA PARALELA
A cadeira da sereia (Sue Monk Kidd)
Na abadia de
santa Senara, cujo nome se originava de uma santa celta que fora uma sereia
antes de ser convertida, existe uma cadeira encantada. Reza a lenda que quem
tomar o assento e fizer um pedido a Senara, será ouvido. Quando Jessie Sullivan
precisa retornar à ilha para cuidar de sua mãe, deixando seu marido, Hugh, para
trás, ela é forçada a encarar uma série de dúvidas sobre seu casamento. Apesar
do amor cordial que sente pelo marido, ela se sente atraída pelo irmão Thomas,
um monge prestes a tomar seus votos solenes. Em meio ao mistério e os poderes
da “santa Pecadora”, ela luta contra os desejos que parecem tomar conta de sua
vida. Enquanto a liberdade que a ilha inspira parece falar com Jessie, seria
ela capaz de deixar de lado a responsabilidade e o conforto do lar que criou ao
lado de Hugh? Uma história  comovente
sobre a espiritualidade e as escolhas que precisamos fazer.
Before – After, vol. 6 (Anna Todd)
Antes de
Tessa, Hardin era um jovem rude e, às vezes, cruel. O que será que fez com que
ele se tornasse esse bad boy tão revoltado? E o que passava em sua cabeça
naqueles primeiros momentos com Tessa, a menina irritantemente certinha de quem
ele não conseguia ficar longe? Contado sob o ponto de vista de Hardin e de
outros personagens da série, Before
acompanha de perto esse complexo e cativante personagem, desde seus problemas
de infância até sua turbulenta juventude. O livro traz também passagens inéditas do
romance de Tessa e Hardin e revela, ao fim, o futuro desse casal intenso que
conquistou os  corações de leitores no
mundo inteiro!
Romance moderno (Aziz Ansari)
Durante
anos, a comédia stand-up de Aziz Ansari tem discutido os romances modernos. Mas
em Romance Moderno, o livro, ele
decidiu levar o assunto a outro nível. Ele se juntou ao sociólogo Eric
Klinenberg, da Universidade de Nova York, para desenvolver um projeto de
pesquisa que se estendeu de Tóquio a Buenos Aires, passando por Paris, Doha e
Wichita. Eles analisaram dados comportamentais e fizeram extensas entrevistas
com centenas de pessoas. Criaram um fórum no site Reddit, onde conseguiram
milhares de respostas.
Contaram com auxílio dos mais renomados pesquisadores sociais. O resultado é um
livro único, em que o humor irreverente de Aziz é veículo para pesquisas
sociais inovadoras, para um tour no nosso universo romântico como nunca antes
visto.
EDITORA ALFAGUARA
O pescoço da girafa (Judith Schalansky)
Inge Lohmark
é a última de sua espécie. Professora de biologia no Colégio Charles Darwin, na
antiga Alemanha Oriental, ela sabe que adaptação é tudo. Mas as coisas estão
mudando muito rapidamente. As pessoas já começam a olhar para o Ocidente em
busca de empregos e oportunidades de vida; sua própria filha deixou o país. O
ambiente conhecido está desaparecendo. E, mesmo que os alunos e colegas da
escola não sejam os espécimes mais brilhantes da manada, parece que Lohmark
está ficando para trás. Escrito com elegância e ironia, O pescoço da girafa é uma crítica mordaz ao ambiente escolar, à
competição selvagem da vida e à ideia de que os mais fortes são sempre
claramente reconhecíveis.

rela
ciona
dos