Angry Birds Movie

Lançamento: 12 de maio de 2016
Com: Jason Sudeikis, Sean Penn, Peter Dinklage, Josh Gad
Gênero: Animação, Comédia

Para quem teve um contato muito superficial com os jogos, assistir o filme da origem de Angry Birds, numa cabine de imprensa maravilhosa, foi uma surpreendente experiência. Mesmo não sendo uma fã absoluta dos games, que já alcançaram as mais variadas versões, foi impossível não me afeiçoar com cada um dos personagens e não querer sair da sala do cinema querendo baixar todos os jogos!
No filme de Angry Birds conheceremos Red, um pássaro que mesmo raivoso consegue ser fofo. Existe um motivo para tal comportamento, e isso é explorado de uma maneira muito interessante para a compreensão dos pequenos, já que o filme tem como público alvo o infantil. Red sofreu bullying na infância e também perdeu os pais muito cedo. Após um ataque de raiva, ele é mandado para um grupo de apoio, lá ele conhece Chuck e Bomba, dois amigos tão carismáticos quanto o protagonista.
Para quem não está lembrado, são estes os principais personagens dos jogos que conquista milhares de jogadores desde 2009. Red continua tendo dificuldades de aceitação entre os pássaros, até a chegada de suspeitos porquinhos na ilha em que vivem. Red e seus amigos embarcam numa missão afim de descobrir qual a real intenção dos poucos na ilha dos pássaros.

Destaco os dois personagens parceiros de Red nessa aventura. Chuck, dublado por ninguém menos que Fábio Porchat, que consegue passar toda sua animação, hiperatividade e ansiedade. As cenas que o envolvem nos rende boas risadas. Rolando até uma ótima cena digna de comparação com a de Mercúrio em X-Men – Dias de um Futuro Esquecido. Eu simplesmente adorei!
Bomba não fica para trás, com toda sua determinação e jeitinho meigo e “estourado” quando surpreendido. Outro personagem que me agradou bastante é o Terrence, aquele Big Red. Mais um elemento que traz um ótimo ensinamento para as crianças durante o filme. Nem sempre o mais durão é o mais ameaçador.

Uma das coisas mais interessantes foi poder ter assistido este filme com crianças ao lado, todas ficaram totalmente prendidas e imersas no filme. Se engana quem pensa que Angry Birds é um filme apenas para elas, é um filme que consegue fisgar todas as idades. Inclusive, existem algumas referências da cultura pop, que com certeza não são destinadas às crianças, mas provavelmente aos pais que farão companhia.
Já comentei sobre o easter egg de X-Men e agora acrescento nesta lista as cenas em que teremos algo do clássico Iluminado e até uma pontinha de 50 Tons no filme. Além disso, cito também, a maravilhosa trilha sonora que inclui, Imagine Dragons, Scorpions, Limp Bizkit, Demi Lovato e  o clássico Never Gonna Give You Up. E será que eu escutei até Black Sabbat no começo? Deixo o link da trilha sonora para vocês degustarem!

Red e seus amigos concluem seus amadurecimentos como personagens, mostrando-se corajosos e leais um com os outros, mesmo quando todos os outros pássaros não acreditam nas suspeitas no nosso “vermelhinho zangado”. Por fim, mesmo tendo uma iminente guerra entre pássaros e porcos, o filme se preocupa em ser politicamente correto neste ponto, afinal estamos lidando com crianças, então não há mortes aqui.
Assistam em 3D, aqui ele é realmente eficaz, eu assisti e valeu a experiência, tudo ficou ainda mais belo na telinha do cinema. Angry Birds cumpre seu papel, reforça valores para os grandes e principalmente para os pequenos. O valor do trabalho em equipe, aceitação e amizade. O roteiro tem um bom ritmo, rende entretenimento e diversão, o filme acerta na dose de tudo, e por isso é um filme bastante agradável de se assistir. Promete entreter toda a família, está mais do que recomendado para animar o final de semana.

rela
ciona
dos