Título Original: The Kiss of Deception
Autora: Mary E. Pearson
Ano: 2016
Editora: Darkside
Páginas: 415
Compre aqui

The Kiss of Deception é o primeiro livro da trilogia, intitulada aqui no Brasil como Crônicas de Amor e Ódio.
A protagonista desse livro se chama Arabella Celestine Idris Jezelia, ou simplesmente Lia. Lia é a primeira filha da Casa de Morrighan e neste reino as primeiras filhas recebem um dom que lhes permitem “ver” o futuro. Para algumas uma benção, porém, Lia nunca manifestou este poder, para ela, toda esta tradição é considerada uma farsa.
De qualquer maneira, ela não deixa de ser uma primeira filha e está em suas costas a segurança do reino de Morrighan, pois neste mundo, atualmente a paz entre os reinos é algo bastante frágil. Além de Morrighan, existem dois outros reinos, Venda onde se encontram os bárbaros e saqueadores e Dalbreck, o reino vizinho de Morrighan.
O livro inicia-se quando Lia está sendo preparada para o seu casamento, Lia, como sua própria mãe diz, é uma peça no exército de seu pai e ser a primeira filha significa ser uma peça política fundamental no momento. O seu casamento acertado entre os reis, com o príncipe de Dalbreck, trará paz entre os dois reinos e também fortalecimento contra os bárbaros de Venda.
Lia não está nem um pouco feliz com sua família, por imporem este tipo de decisão sobre a sua vida, e no dia do seu casamento ela foge com sua melhor amiga, Pauline. Obviamente que sua atitude vai enfurecer seu pai, que manda seus melhores rastreadores para procura-la e também desperta a curiosidade do príncipe de Dalbreck em pessoa, afinal, ele quer conhecer a princesa que teve a coragem de fazer aquilo que ele não teve.

“Não é bom viver no talvez. O talvez pode ser distorcido e transformado em coisas que nunca existiram de verdade.”

Paralelamente a isso, não demora muito até que os rumores da fuga de Lia cheguem aos ouvidos de todo o reino, e tendo a oportunidade de quebrar a aliança entre os dalbreakianos e morgueses, o reino de Venda manda um assassino para a simples tarefa: matar Lia e fazer parecer que foi o reino de Dalbreak que a executou.
Lia e Pauline se refugiam numa cidade ao sul de Morrighan chamada Terravin. Lá Lia vê uma chance de vida nova, um recomeço, sem as regalias da nobreza. Apenas ela, sua melhor amiga, um simples emprego numa estalagem e muito trabalho. Porém, não demora muito até que o assassino e o príncipe encontrem os primeiros rastros da princesa fugitiva.
É um pouco difícil colocar em palavras o que foi ocasionado em mim por esta leitura. Tinha tempo que não lia algo tão imersivo e instigante. A escrita da autora Mary E. Pearson é viciante. Ela criou um mundo perfeito, com uma mitologia muito bem trabalhada e fundamentada por antepassados e lendas. Mencionei que ela criou uma língua nova? Entre alguns capítulos iremos encontrar pequenos escritos desses povos, o que só fortalece o contexto impressionante criado pela autora. Com estes pequenos detalhes, alguns acontecimentos farão mais sentido, entenderemos as lendas juntamente com os acontecimentos do presente.

O livro é divido em três partes. Primeiramente teremos toda a jornada da fuga de Lia, a segunda parte mostrará Lia se adaptando na sua nova vida, e por fim, a que vai levar o leitor até a conclusão deste primeiro livro. 
Em sua maioria, os capítulos são narrados por Lia, mas em determinado momento também começamos a acompanhar a perspectiva do assassino e a do príncipe, que até então não receberão nomes. Mesmo depois quando os dois são apresentados, ainda não conseguimos distinguir quem é quem e esta dúvida permeia por boa parte do livro. Este mistério, este jogo com a lógica do leitor  é justamente o mérito maior da autora. Pearson desconstrói toda a imagem que temos de um possível vilão e toda a imagem que temos de um príncipe. Ela molda seus personagens de uma maneira tão única, que quando temos certeza de quem é quem, quando finalmente descobrimos a verdade, ficamos impressionados com a habilidade que autora teve de nos enganar tão facilmente.

Sendo os personagens de The Kiss of Deception a cereja do bolo neste livro, por que não falar mais, certo? Os personagens são muito bem construídos, todos, dos protagonistas aos secundários a aqueles com uma singela aparição. Estamos tão entregues a história que é impossível não comprar a ideia de cada um deles. Lia é uma personagem fortíssima e de uma personalidade arrebatadora, ela é uma guerreira, que luta por si e por sua liberdade desde o início. E mesmo quando o dever a chama, ela se prova corajosa, ela tem tudo que falta em muitas personagens literárias por aí.

Kaden e Rafe (óbvio que não direi quem é quem) são personagens igualmente marcantes, cada um peculiar a sua maneira, cada um com sua honra, deveres e obrigações, mas principalmente, entregues aos seus verdadeiros princípios e desejos. Eu fiquei maravilhada por estes personagens, eles me despertaram aquele sentimento de dois corações, onde eu equilibrava confiança e desconfiança. Eu gostei bastante do envolvimento dos dois com a Lia, a maneira que ela interfere, mesmo que indiretamente, nas ações deles, e a maneira que eles se surpreendem com a verdadeira princesa, sem as máscaras que a nobreza traz.
De modo geral, The Kiss of Deception vai chegar para te viciar. Leia com entrega e permita que este mundo te envolva assim como me envolveu. A trama é inteligente, intrigante e a história está sempre te surpreendendo. O livro é cheio de manipulações políticas, mesmo para uma fantasia, e ao longo de tudo isso veremos um amadurecimento crescente de seus personagens. Tudo para apaixonar qualquer leitor. Já sinto saudades dos personagens e não vejo a hora de pegar em mãos o próximo volume. 
A edição da Darkside está linda, nem preciso dizer muito sobre isso, mas vamos lá. Fiel a ilustração original, a capa tem um acabamento soft, a diagramação está perfeita e a fonte tem um bom tamanho para leitura. A edição também acompanha o mapa deste mundo, que diz a correta localização dos reinos, um marcador de páginas e um mini poster. Certamente é uma edição que vai durar anos na minha estante. Estou completamente empolgada e apaixonada por esta história. A leitura é incrível e bastante conflitante, Mary E. Pearson está criando algo grandioso e com isso já cativou mais uma fã.

Confira a série Crônicas de Amor e Ódio:

1. The Kiss of Deception

2. The Heart of Betrayal

3. The Beauty of Darkness

rela
ciona
dos