Inferno - Crítica

Inferno

Lançamento: 23 de outubro de 2016
Com: Tom Hanks, Felicity Jones, Ben Foster
Gênero: Suspense, Policial

Inferno é a terceira adaptação cinematográfica baseada na obra de Dan Brown, que conta com O Código Da Vinci e Anjos e Demônios, lançados respectivamente em 2006 e 2009, ambos também dirigidos pelo aclamado Ron Howard.

O filme conta, mais uma vez, com Tom Hanks na pele de Robert Langdon, o professor simbologista que como hobby gosta de salvar o mundo. Desta vez, o professor acorda em um hospital de Florença na Itália, após um atentado. Sem explicações e sem entender o porquê da sua situação, Langdon recebe uma visita inusitada e perigosa, forçando ele e a doutora Sienna Brooks (Felicity Jones) partirem em busca de segurança.

Em Inferno, mesmos com os mesmo elementos de narrativa, notamos que há uma mudança no formato de como o filme é apresentado. Enquanto nos outros dois filmes da série tínhamos uma ênfase no suspense, em descobrir o que estava acontecendo e quem estava por trás de tudo, a fórmula não se repete no terceiro filme. 

Logo nos primeiros minutos somos apresentados ao bilionário Bertrand Zobrist (Ben Foster). Zobrist acredita que o fim do mundo acontecerá devido à superpopulação mundial e para impedir que isto ocorra acaba tomando medidas drásticas e ameaçadoras e é desta maneira que Robert Langdon se vê novamente numa corrida contra o tempo em busca de respostas.


Devido a esta mudança na fórmula da trama, Inferno acaba se concentrando em outros pontos. Alguns exemplos disso são as locações e as obras apresentadas, mais especificamente, a obra A Divina Comédia de Dante Alighieri. Outro ponto é a ausência das teorias conspiratórias que envolviam grandes instituições, como a igreja, sociedades secretas e afins, porém, apesar de se distanciar desse tom verídico que estávamos acostumados, isto não faz do filme menos interessante ou abaixo de seus predecessores, tenha em mente que são propostas diferentes. 

A fotografia aparece como um ponto forte em Inferno, especialmente nos momentos de alucinações e flashbacks do Professor Langdon e também nos belíssimos cenários que o filme nos proporciona. Assim como a fotografia, outro ponto positivo do filme é a trilha sonora, com assinatura de Hans Zimmer (Batman: The Dark Knight, Inception e outros) que agrega e dá ritmo a premissa acelerada.


O filme tem a duração de aproximadamente de 2 horas, porém não se torna maçante, mesmo sem a mesma carga de puzzles e suspense dos outros filmes ele ainda consegue prender a atenção, graças às cenas de ação e a forma como se dá o desenvolvimento da trama. 

Em comparação com os outros dois filmes da trilogia, Inferno em minha opinião se sobressai. Tanto O Código Da Vinci e Anjos e Demônios são excelentes filmes e Inferno segue a mesma linha, porém com uma abordagem um pouco diferente. Na minha opinião é exatamente nestas diferenças que o filme se destaca, agrada e surpreende os fãs da franquia.

Tenha em mente ao ir assistir Inferno, que o filme trata de um problema real, mas a “solução” encontrada por Zobrist, de longe, não é a solução, de qualquer maneira leva há um dilema, e cada um de nós terá uma visão diferente do assunto. A seriedade da situação dá um ar dramático bem mais pesado ao filme, o que acaba prendendo a atenção do espectador. 

Enfim, um filme que vale a pena ver, tendo lido ou não a obra de Dan Brown, tendo visto ou não os dois primeiros filmes.

6 comentários

  1. Eu estou ansiosa para assistir esse filme, porque tenho ótimas experiências com os outros filmes e com os livros do Dan. Realmente gosto da narrativa dele, acho envolvente e interessante! Um beijo : *

    www.fleurdelune.com.br

    ResponderExcluir
  2. Eu já li todos os livros! Anjos e Demônios, Símbolo Perdido, O Código da Vinci e Inferno! Estou loooucaaaa para ver esse filmee!!! *.*

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Ainda não li nenhum dos livros e estou ansiosa para fazer a leitura. Vi somente o primeiro filme, mas quero ver todos! Adoro esse enredo, fantástico! Além de gostar muito do trabalho desse ator. Alta expectativa! Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi.
    Não li da do Dan Brown, mas fiquei bem curiosa para assistir os filmes me parece ser ótimo, gosto bastante quando tem esses suspenses em relação do por que é para que, enfim irei assistir com certeza.
    Boa Noite.

    ResponderExcluir
  5. Eu sou muito fã desse homem! O Dan Brown anunciou livro novo do Robert então já estava feliz e com esse filme finalmente nas telas 2016 tá sendo surreal pra eu que sou fã. Aqui na minha cidade não chegou ainda, cidade pequena... mas já tô mortinha com as suas impressões Rafael

    ResponderExcluir
  6. Assisti os dois primeiros filmes e quero assistir esse, não sabia que era diferente dos outros achei que seguiria a mesma linha, mas é bom ser diferente assim fica mais interessante e nos surpreende.

    ResponderExcluir