Título Original: A Menina dos Olhos Molhados
Autora: Marina Carvalho
Ano: 2016
Editora: Globo Alt
Páginas: 296
Amazon

A Menina dos Olhos Molhados, conta pela visão de Bernardo, a história já apresentada no livro Azul da Cor do Mar. A primeira edição da linda história de amor entre Rafaela e Bernardo, foi narrada pela garota e o exemplar publicado pela editora Novo Conceito. O fato é que eu não sabia de nada disso quando comecei a ler e posso afirmar que não tive nenhum problema para compreender a trama bem delineada de Marina Carvalho.

Bernardo já confiou cegamente em alguém, amou intensamente e foi profundamente magoado. As cicatrizes ainda doem, mas não existe melhor remédio que o trabalho. Completamente focado na carreira de jornalista, ele luta para alcançar o tão desejado cargo de correspondente internacional. Longas horas no escritório, reportagens arriscadas que colocam sua vida em perigo e total independência, fazem parte de sua rotina e se envolver com alguém está bem longe do seus planos. Com uma frieza capaz de congelar mesmo a melhor das intenções, ele se isola em seu mundo, onde não há espaço para mais ninguém. Mas seu chefe resolveu fazer um favor para um amigo, e agora Bernardo é quem irá pagar.
O primeiro encontro entre Rafaela e Bernardo não foi dos melhores, e diz o ditado que a primeira impressão é a que fica. Rafaela faz o tipo patricinha mimada e o jovem não consegue acreditar que terá de lidar com uma estagiária. Uma garota que aparentemente não sabe onde está se metendo e usa o nome do pai para subir de carreira.A convivência mostra que Bernardo mais uma vez se enganou ao julgar o caráter alheio e ele teve que admitir à contragosto que belos saltos altos não impedem ninguém de subir o morro da comunidade mais violenta do Rio de Janeiro em busca de um furo de reportagem. Com uma garra que muito se assemelha a sua própria, Rafaela vai conquistar bem mais que o respeito de Bernardo e a única dificuldade que ele tem agora é lidar com todos esses sentimentos confusos que surgem sempre que ele fita certos olhos molhados.

Finalizo a leitura de A Menina dos Olhos Molhados com um único pensamento em mente: O que eu andei fazendo que não conheci Marina Carvalho antes? Uma história completamente envolvente, daquelas que evocam o clichê das resenha… Mas a verdade é só uma e não vou negar: Não consegui parar de ler até virar a última página (o que ocorreu bem depois das 3 da manhã). Um romance doce, que te conquista logo nas primeiras linhas e arranca suspiros de contentamento, marca registrada dos livros inesquecíveis.
Surpresa, não me envergonho de dizer, que mesmo sem utilizar o bom e velho erotismo, Marina criou um casal cheio de química, que exala tensão sexual e isso foi 100 vezes melhor que a vulgaridade barata encontrada em alguns livros do gênero. Claro que um casal assim despertou em mim uma torcedora nata e enquanto lia eu só conseguia pensar em “pelo amor de deus, se agarrem logo”. Então como uma boa dica, o livro é super indicado para quem ama romance, mas procura algo sem cenas mais hots.

Por fim, nem só de amor viverá o homem e a realidade é doída para todo mundo, até para nossos personagens fictícios. O drama vivido por Bernardo foi de cortar o coração, nada de exageros, mas perfeito o suficiente para emocionar. Marina Carvalho soube mesmo aproveitar cada um dos elementos da trama para tornar esse livro um dos queridinhos da minha estante.

 Além de um romance gostoso, e de algumas lágrimas arrancadas, o enredo é recheado dos percalços e alegrias vivenciados pelos profissionais do jornalismo, na trama muito bem representados por nossos protagonistas. Casos que conhecemos através da mídia, foram inspiração para a autora que mais uma vez não decepcionou. Recomendo sem medo e desejo do fundo do coração que você dê uma chance para esse nacional maravilhoso e se apaixone tanto quanto eu pelo casal.

 

rela
ciona
dos