Título Original: RoomHate
Autora: Penelope Ward
Ano: 2017
Editora: Essência
Páginas: 272
Compre: SaraivaAmazon

O livro conta história de Amélia, que acabou de sair de um relacionamento após descobrir uma traição. Além disso, sua avó faleceu, deixando uma casa de praia como herança. O problema é que ela não foi a única beneficiada, Justin, seu antigo melhor amigo, também recebeu metade da casa. 
Por um mal entendido do passado os dois acabaram perdendo contato e se distanciaram. Agora, dividindo a antiga casa da avó de Amélia, os dois terão que aprender a conviver em paz ou seguir em guerra pelo resto do verão.
Gente esse foi o primeiro livro em dois meses que terminei em dois dias. Eu estava numa lerdeza antes para terminar minhas leituras e de repente chega esse livro doido e me tira da ressaca literária de vez! Eu realmente não esperava muita coisa desse livro, até porque a capa não estava me encorajando muito. Sempre que tem uma foto de um cara gostosão na capa dos livros eu já imagino que seja algum romance hot que eu não vou gostar.
Mas, Amor Imenso (que eu passei o tempo todo achando que o nome era Amor Intenso rs.) me surpreendeu e me prendeu completamente. Gostei da escrita da autora Penelope Ward, apesar de achar que ela exagerou em algumas coisas. Entretanto foi uma leitura leve e divertida. A história é fluida e faz você devorar o livro em pouco tempo. De vez em quando é bom pegar um livro assim mais descontraído para ler e relaxar e foi exatamente isso o que aconteceu com Amor Imenso.

“Minha vó deixou a outra metade da casa para um cara chamado Justin Banks. Quem é esse? A única pessoa que eu amei.”

A personagem principal, Amélia, está claramente arrependida do que aconteceu no passado e busca se acertar com Justin, pois ainda é apaixonada por ele. O problema é que ele tem namorada, então ela precisa ficar o tempo todo lembrando a si mesma disso. Já Justin se mostra bastante amargurado no início, às vezes, sendo até estúpido com Amélia (sinceramente eu não aguentaria o jeito como ele tratou ela em alguns momentos, já mandava se lascar haha). Mas depois ele foi amolecendo e o leitor acaba descobrindo os motivos dele pra agir assim.

A autora não dá muita atenção para personagens secundários, eles só aparecem em momentos estratégicos. O foco mesmo é nos dois protagonistas, indo e voltando do passado para que o leitor descubra ao londo da história o que aconteceu quando os dois eram adolescentes para que tenham se distanciado tanto.

Não vou dizer que foi a melhor leitura do ano, a autora não parece ser iniciante, mas abusa com um um quê de dramalhão no enredo. Entretanto, se você é o tipo de leitor que não se importa com reviravoltas loucas e personagens divertidos, então você vai gostar muito desse livro!
Uma coisa que eu gosto em um livro na questão editorial é que ele seja maleável e nisso a editora acertou com certeza. Só a capa mesmo que pode passar uma ideia um pouco diferente da proposta original da trama, porém, fora isso, eu gostei bastante da diagramação e tudo o mais. Enfim, é uma leitura recomendada para quem curte romance hot, mas também algo mais leve e divertido.

Resenha em Vídeo

rela
ciona
dos