Título Original: Crash
Autora: Nicole Williams
Ano: 2017
Editora: Essência
Páginas: 252
AmazonSaraiva

Lucy é uma bailarina que sempre andou na linha, tanto em casa quanto na escola. Sua maior paixão na vida é dançar e ela faz isso muito bem. Seus pais estão passando por um momento difícil emocional e financeiramente, por isso a família se muda para um chalé perto do litoral e Lucy é obrigada a mudar de escola e de estilo de vida. 
Coincidência, ou não, ela acaba conhecendo Jude, um garoto problemático e com um passado assustador que ainda o assombra. Ele é lindo, mas é diferente de Lucy em tudo, família, roupas, modo de falar…, mas ainda assim, mesmo querendo resistirem, algo começa a surgir entre os dois e de repente eles não conseguem mais ficar longe um do outro por muito tempo.
Crash traz aquela velha história da mocinha inocente que se apaixona pelo bad boy. Entretanto, Lucy não é tão inocente assim e Jude surpreende o leitor quando deixa sua armadura cair e se mostrar disposto a abrir seu coração. Os dois demonstram química desde o início e o leitor vibra com cada farpa que os protagonistas trocam entre si, o que rende cenas muito divertidas e envolventes.

“Esse tipo de garoto parecia totalmente errado, mas havia alguma coisa nele, algo que vi naquele instante de vulnerabilidade, que me envolveu.”


Mesmo eu achando, que talvez, o romance entre os dois protagonistas tenha sido um pouco acelerado – duas semanas e eles já estavam quase tatuando o nome um do outro na testa – ainda assim, fiquei instigada pela personalidade nada fácil de lidar desses dois. Se por um lado Jude é todo marrento e cheio de ameaças, Lucy mostra que não leva desaforo para casa e sabe se defender sozinha, sem ter que ficar dependendo toda hora do cara para sair de suas brigas. Gosto de personagens que demonstram esse tipo de atitude e que conseguem quebrar o estereótipo de donzela em perigo que estamos cansados de ver por aí.

Crash – Quando a Paixão Explode, de modo geral é muito intenso, mas também não aborda de maneira mais profunda questões sociais ou quebra de preconceitos. É mais um romance quente que leva o leitor em um ritmo alucinante e faz com que você devore o livro em poucas horas ou dias. O livro ideal para se sair de uma ressaca literária, que te entretenha e te fisgue logo nas primeiras páginas, apenas fácil e rapidinho de ler.
Na capa do livro podemos ver uma bailarina rodopiando, que representa Lucy, entretanto, eu achei que o balé em si foi pouquíssimo abordado no livro, o que é uma pena. Talvez, por ser uma trilogia a autora Nicole Williams tenha em mente desenvolver esse lado da personagem nos próximos volumes. Mas confesso que se esse não for o caso ficarei um pouco desapontada, já que o balé é presente na parte gráfica, mas não tanto na história em si.

Mesmo com esse pequeno detalhe, eu gostei bastante da capa. O selo Essência da Editora Planeta é nova para mim, mas já tem me conquistado com seu trabalho de editoração. Dentro do livro é possível encontrar algumas pequenas ilustrações de sapatilhas de balé ao final de cada capítulo, um verdadeiro amor. Esses detalhes enriquecem a ótica dos livros e tornam a leitura ainda mais agradável.
Por fim, Crash é indicado para os leitores de romances adolescentes com uma pegada mais intensa e picante. É divertido, emocionante e de certa forma, surpreendente pelos personagens não perderem tempo em não aceitar seus sentimentos. Foi fácil torcer por um final feliz com esta história, com personagens cativantes e uma trama bem envolvente, Crash se mostra um livro apaixonante. Quem ama trilogias já pode ir se preparando, pois, essa série ainda tem muito o que contar.

Resenha em Vídeo:

rela
ciona
dos