Resenha: Crash - Quando a Paixão Explode

Título Original: Crash
Autora: Nicole Williams
Ano: 2017
Editora: Essência
Páginas: 252
Amazon - Saraiva

Lucy é uma bailarina que sempre andou na linha, tanto em casa quanto na escola. Sua maior paixão na vida é dançar e ela faz isso muito bem. Seus pais estão passando por um momento difícil emocional e financeiramente, por isso a família se muda para um chalé perto do litoral e Lucy é obrigada a mudar de escola e de estilo de vida. 

Coincidência, ou não, ela acaba conhecendo Jude, um garoto problemático e com um passado assustador que ainda o assombra. Ele é lindo, mas é diferente de Lucy em tudo, família, roupas, modo de falar..., mas ainda assim, mesmo querendo resistirem, algo começa a surgir entre os dois e de repente eles não conseguem mais ficar longe um do outro por muito tempo.

Crash traz aquela velha história da mocinha inocente que se apaixona pelo bad boy. Entretanto, Lucy não é tão inocente assim e Jude surpreende o leitor quando deixa sua armadura cair e se mostrar disposto a abrir seu coração. Os dois demonstram química desde o início e o leitor vibra com cada farpa que os protagonistas trocam entre si, o que rende cenas muito divertidas e envolventes.

"Esse tipo de garoto parecia totalmente errado, mas havia alguma coisa nele, algo que vi naquele instante de vulnerabilidade, que me envolveu."

Mesmo eu achando, que talvez, o romance entre os dois protagonistas tenha sido um pouco acelerado - duas semanas e eles já estavam quase tatuando o nome um do outro na testa - ainda assim, fiquei instigada pela personalidade nada fácil de lidar desses dois. Se por um lado Jude é todo marrento e cheio de ameaças, Lucy mostra que não leva desaforo para casa e sabe se defender sozinha, sem ter que ficar dependendo toda hora do cara para sair de suas brigas. Gosto de personagens que demonstram esse tipo de atitude e que conseguem quebrar o estereótipo de donzela em perigo que estamos cansados de ver por aí.



Crash - Quando a Paixão Explode, de modo geral é muito intenso, mas também não aborda de maneira mais profunda questões sociais ou quebra de preconceitos. É mais um romance quente que leva o leitor em um ritmo alucinante e faz com que você devore o livro em poucas horas ou dias. O livro ideal para se sair de uma ressaca literária, que te entretenha e te fisgue logo nas primeiras páginas, apenas fácil e rapidinho de ler.

Na capa do livro podemos ver uma bailarina rodopiando, que representa Lucy, entretanto, eu achei que o balé em si foi pouquíssimo abordado no livro, o que é uma pena. Talvez, por ser uma trilogia a autora Nicole Williams tenha em mente desenvolver esse lado da personagem nos próximos volumes. Mas confesso que se esse não for o caso ficarei um pouco desapontada, já que o balé é presente na parte gráfica, mas não tanto na história em si.

Mesmo com esse pequeno detalhe, eu gostei bastante da capa. O selo Essência da Editora Planeta é nova para mim, mas já tem me conquistado com seu trabalho de editoração. Dentro do livro é possível encontrar algumas pequenas ilustrações de sapatilhas de balé ao final de cada capítulo, um verdadeiro amor. Esses detalhes enriquecem a ótica dos livros e tornam a leitura ainda mais agradável.

Por fim, Crash é indicado para os leitores de romances adolescentes com uma pegada mais intensa e picante. É divertido, emocionante e de certa forma, surpreendente pelos personagens não perderem tempo em não aceitar seus sentimentos. Foi fácil torcer por um final feliz com esta história, com personagens cativantes e uma trama bem envolvente, Crash se mostra um livro apaixonante. Quem ama trilogias já pode ir se preparando, pois, essa série ainda tem muito o que contar.

Resenha em Vídeo:


9 comentários

  1. Eu confesso que não curto muito clichê, no geral não sou muito ligada a livros de romance, eu li poucos e não eram nessa direção mais adolescente ou quente.Você ter dito que eles possuem a personalidade e que ela foge do esteriótipo de mocinha que precisa do mocinho pra tudo me deu um pouco de vontade de ler, tentar algo mesmo com o pé atras, vou por na minha lista e procurar, mas o fato de ser uma trilogia me deixa preocupada haha

    Esperando para voar

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia o livro, mas amo um bom romance juvenil...destes que trazem histórias que já vivemos ou que vivenciamos em alguém próximo.
    Essa "modinha" da mocinha ingênua e do bad boy parece que realmente pegou. E não sei ao certo se isso é bom ou não. Nem todo moço é ruim, nem toda mocinha é molenga.
    Tá na hora de mudar os roteiros, senão acaba tudo igual.
    Mas vou por na listinha de desejados, mal não irá fazer se eu ler!rs
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha, fiquei curiosa :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Acho que não é o estilo de livro que eu leria agora! Além de não ter gostado do título, estes relacionamentos com bad boys é um estilo meio clichê que cansei de ver em livros! Mas sua resenha está ótima! ^^

    ResponderExcluir
  5. Essa capa ficou uma graça, mas fiquei chateada de saber que ela não abordou tanto assim o Bellet! Espero que nos próximas ela possa colocar um pouco mais também.
    Não sou muito fã do gênero, mas gostei bastante de ver ela se apaixonada pelo bad boy (apesar de meio clichê)
    Mas gosto de ver quando os personagens são diferentes, torna a trama mais interessante.

    ResponderExcluir
  6. Parece ser uma leitura gostosa e descontraída, gostei de saber que o casal não fica perdendo tempo em aceitar seus sentimentos, isso me irrita em alguns livros. Confesso que não esperava essa pegada mais picante não sei se por causa da capa, mas eu gosto da uma apimentada a mais na leitura rs.

    ResponderExcluir
  7. Faz tempo que não leio um bom clichê. São eles que costumam me salvar nas ressacas literárias, mas como faz muuuito tempo que não tenho uma (ainda bem) vai demorar um pouco pra eu ler esse. Mas a dica tá anotada :)

    ResponderExcluir
  8. Eu li esse livro em inglês a uns dois anos, e gostei muito dele. Mas hoje eu nem lembrava tão bem assim do livro, só lembro de alguns acontecimentos que teve durante o livro, e fui lembrando de outras coisas enquanto fui lendo sua resenha hahaha
    Eu gostei muito dos personagens, mas lembro que também achei que o balé quase não foi abordado durante o livro, e eu achava que seria o tema principal :P
    Tenho vontade de ler esse livro novamente :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Já li varias resenhas sobre esse livro é sempre mostra pontos maravilhosos sobre ele. Eu tenho vontade de ler ele, conhecer mas essa trama e a história dessa garota que procura na dançar algo para esquecer o mundo e também o clichê fofo que há entre eles.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir