Resenha: Minha Estrela Favorita

Título Original: First Star I See Tonight
Autora: Susan Elizabeth Phillips
Ano: 2017
Editora: Gutenberg
Páginas: 304
Amazon - Saraiva

Quando recebi o convite da editora para ler antecipadamente Minha Estrela Favorita, eu não tinha ideia do que esperar. O que eu sabia, era que Susan Elizabeth Phillips é uma autora best-seller de romances, com livros publicados em mais de trinta línguas e que, pela primeira vez, teria um título publicado aqui no Brasil.

Ao começar a leitura, percebi que conheceria dois personagens peculiares, com personalidades marcantes, envoltos numa história divertida e envolvente. Piper Dover é uma detetive particular que busca reerguer a empresa de investigação da família. O rumo da sua vida parece estar prestes a mudar, quando é contratada para seguir Cooper Graham, o ex-quarterback do famoso time Chicago Stars. Porém, Piper não parece ser uma profissional tão cuidadosa e logo é descoberta pelo próprio Cooper que para não ameaçá-la com um processo, resolve se aproveitar da situação o contornar todo o mal-estar causado contratando Piper contra sua vontade. 

Porém, o trabalho que aparentemente parecia ser apenas mais uma lição para ela acabou virando algo mais sério, agora a vida de Cooper corre perigo e finalmente, ela se vê em frente ao maior caso da sua vida. Além de ter a oportunidade perfeita para alavancar de vez os negócios, Piper decide que irá proteger Graham, ele querendo ou não. Agora, imaginem duas pessoas com ideias completamente opostas, obrigadas a conviverem juntos e se desafiando todos os dias. Certamente, Susan preparou os melhores diálogos, as melhores cenas e as mais hilárias e sensuais situações.

"Isso o atormentava. Comparada a outras mulheres, ela era um cara, pelo amor de Deus. Um cara empacotado em um corpinho incrivelmente sexy, atraente e forte. O que contradizia tudo do que ele tentava se convencer a respeito dela."


Se para você o enredo de Minha Estrela Favorita pareceu misturar vários gêneros juntos numa só história, você está completamente certo! Mas acima de qualquer coisa, este livro é uma comédia romântica, um chick-lit divertido que resume bem o que o gênero tem de melhor para apresentar e envolver o leitor.

Eu adorei conhecer mais profundamente os personagens, mesmo meio as tiradas cômicas e desvios que esta história faz. Piper é uma mulher, que desde a morte da mãe, luta para provar ao pai que poderá manter a Investigações Dove. Acompanhar a sua luta diária, suas dificuldades e sua vontade de fazer tudo dar certo é palpável para o leitor, tornando a empatia que sentimentos por ela autêntica. Por outro lado, é divertido demais perceber o quanto ela é uma mulher imprevisível e que carrega um pouquinho de loucura em seu âmago.

Já Cooper é uma ex-estrela que ainda se encontra nos holofotes. Ele representa toda a virilidade de um homem e está acostumado a vencer. Ser confrontado a altura, tira Cooper completamente do seu eixo e mexe com suas estruturas. Podem ter certeza que Cooper não irá terminar esta história da mesma forma que começou. É um personagem que amadurece, que aprende, que também ensina e encara com outros olhos a mudança. Aliás, isso é algo que acontece com ambos protagonistas e acredito que esta seja a grande sacada da história, saber lidar com diferenças, opiniões diferentes e ainda assim, se respeitarem.



A autora trouxe vários elementos que tornam esta história bastante interessante, mesmo que estes detalhes estejam meio ocultos por algumas camadas superficiais. A mais óbvia de todas é a idade dos seus personagens. Com Piper e Copper, tendo seus 33 e 37 anos, respectivamente, a autora consegue trabalhar a bagagem de vida desses personagens, explorando problemas mais maduros e reais desta fase.

Os personagens secundários são igualmente marcantes. Destaque para a encantadora Sra. Berkovitz, amiga de Piper e conselheira. Através de Jennifer e Amber, a autora também trabalha a relação de Piper com amigas. Esta amizade lembra muito o tipo de relação que provavelmente, eu, você e qualquer pessoa que leia este livro têm com amigos, uma amizade real, sem ressalvas, diferenças ou idade. As cenas entre estas personagens são realmente para aquecer o coração e para divertir qualquer leitor. O núcleo de Cooper é também muito interessante, mas o destaque aqui é das mulheres, todo o apoio que compartilham e suas posições nesta história.



A narrativa é feita em terceira pessoa, portanto, é possível que o leitor esteja a par de todos os detalhes desta trama. A escrita da autora tem um ritmo bom, que se estende até o fim. Sem dúvidas este é o tipo de livro que se finaliza em um dia. Se você tiver a oportunidade de comprar Minha Estrela Favorita terá também uma partezinha minha em sua estante. Na orelha da capa, você poderá encontrar um blurb meu sobre a história, a impressão que tive logo que terminei essa leitura e foi um prazer enorme poder contribuir com minha opinião.

Minha Estrela Favorita é o oitavo livro de uma série, mas podem ficar tranquilos, os livros da série Chicago Stars, podem ser lidos separadamente, independente da ordem de lançamento. Ainda não tenho informações sobre outros livros da autora, mas o que posso afirmar é que Minha Estrela Favorita vale muito a leitura, é diversão garantida. De modo geral, o livro está mais do que recomendado, Piper e Cooper são como dois mundos diferentes se colidindo. Surpreendente, bem-humorado e com uma protagonista forte e independente, Phillips constrói um romance perfeito para satisfazer todos os amantes do gênero.

12 comentários

  1. Sou fã de comédias românticas e admito que lendo a resenha, já conseguia visualizar todo o cenário em uma adaptação no cinema. Tenho certeza que seria sucesso!
    Gosto também desse confronto de personagens, do sério e do mais leve, provando sempre que é possível sim, conviver até que razoavelmente bem.
    Outro ponto importante que aprecio muito é quando o autor ou autora conseguem inserir todos os personagens no enredo. Acho isso super importante!
    Vai para a lista de desejados.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Ah Joi, eu tenho uma partezinha sua na minha estante haha. Eu li e curti muito essa leitura, os protagonistas são realmente mais maduros e a história tem uma pegada divertida e envolvente, e mesmo eu achando que Piper poderia ter facilitado um pouquinho nas cenas finais me apeguei a história e seus personagens. Piper assume um papel protetor na história sendo ela detetive que me agradou muito. Eu só posso dizer que curti, que acho que vale a pena, que o epílogo é lindo e que espero que a editora traga outros livros dessa série pra nós ;)

    ResponderExcluir
  3. Oi, Joi.

    É uma situação inusitada, né, pois o que era pra ser uma simples investigação, acabou com ela sendo contratada pela pessoa que ela estava investigando, e ainda começar a surgir uma atração entre eles, diante de todas as desavenças de gato e rato, é o enredo perfeito. Quem imaginaria isso? Eles certamente que, não!

    Ou seja, o amor surgiu de forma inesperada, coisa do destino mesmo, que culminou nisso...

    ResponderExcluir
  4. O livro parece nos proporcionar uma aventura e tanto!! Acho que o contraste da personalidade dos dois personagens tornam a história mais atraente, já estou curiosa em saber se a Piper vai conseguir proteger Graham e qual será o desfecho dos dois.

    ResponderExcluir
  5. Nunca li livros do gênero, chick lits ou romances com toque de comédia. Sempre achei aquele tipo de livro que deve ser gostoso de ler, mas as sinopses nunca me atraem tanto. Aí acabo não lendo! rsrsrs

    ResponderExcluir
  6. Parece ser bem divertido já fiquei imaginando os diálogos entre o casal, quer dizer uns arranca rabos kk. Os personagens parecem que nos conquistam isso faz com que torcemos por eles. Muito bom abordar a amizade da personagem com a amiga, amizade é muito importante. Parabéns pelo seu comentário no livro.

    ResponderExcluir
  7. Oi Joi.
    Esse livro parece trazer personagens incríveis e uma história bem divertida. Achei ótimo a mistura de gênero literários, chick-lit e investigação policial.
    Que bom saber que as histórias dessa série podem ser lidas fora da ordem sem prejudicar o entendimento. Mas não entendi por que a editora resolveu lançar o oitavo livro rs
    Fiquei com bastante vontade de ler esse livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Joi!
    Já gostei de saber que mesmo sendo uma série, pode ser lido de forma independente.
    Gostei ainda mais por saber que encontraremos vários estilos dentro de um único livro e poderemos nos divertir muito com a leitura.
    Bem interessante a premissa.
    Duas pessoas boas no que fazem, mas que não sabem trabalhar em equipe e fiquei pensando: o que será deles na missão que lhes é imposta?
    Fiquei curiosa.
    Adorei sua resenha.
    Desejo um ótimo final de semana!
    “Bem aventurados os que mudam suas atitudes sem esperar um ano novo.” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. Oi Joi! Eu Gosto muito de livros que misturam vários gêneros, acho que a história fica bem mais leve de ser lida. De cara já me cativei pela piper, ela parece ser uma mulher bem forte e batalhadora e isso inspira as leitoras a serem como ela :). Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  10. Como gosto muito de ler livros de comédia romântica e chick-lit, fiquei interessada em ler este livro, pela sua resenha a história deste livro parece ser bem interessante, que bom que a autora trouxe vários elementos que tornam a história bastante interessante e que os livros da série Chicago Stars podem ser lidos separadamente, independentemente da ordem de lançamento, sem dúvidas pretendo ler Minha Estrela Favorita.

    ResponderExcluir
  11. Caramba, Joi, parabéns pela sua participação na edição com as suas impressões sobre o livro, que reconhecimento lindo. Não é o tipo de livro que eu curto porque não gosto muito de chick-lits, mas poxa parece que a autora é bem renomada e só agora veio para o Brasil! Antes tarde do que nunca, rs. Espero que a editora continue publicando os livros da série para os fãs do gênero! Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Gosto muito de ler livros do gênero chick-lit Realmente esse livro Parecia ter um pouco de cada gênero literário tanto que eu fiquei até um pouco confuso no começo da resenha mas o livro me chama muito atenção e Graças a Deus que os livros podem ser lidos individualmente porque quando eu vi que fazia parte de uma série com oito livros quase caí da cadeira

    ResponderExcluir