Resenha: A Força Que Nos Atrai

29 abr, 2018 Por Raissa Martins

Título Original: The Gravity of Us – Elements #4
Autora: Brittainy C. Cherry
Ano: 2017
Editora: Record
Páginas: 294
Amazon

A Força Que Nos Atrai é o quarto e último livro da série Elementos da autora Brittainy C. Cherry.

O livro começa nos apresentando Lucy, uma mulher otimista, positiva e vibrante, que faz questão de sentir cada emoção ao máximo e tenta aproveitar a vida da melhor maneira possível. Ela perdeu a mãe quando era nova e se espelha muito na pessoa que ela foi. Lucy tem duas irmãs, Lyric e Mari. Lyric é muito mais “pé no chão” e, por isso, acabou se afastando das irmãs e virou advogada. Já Mari é a melhor amiga de Lucy, as duas se apoiam em tudo e estão sempre juntas, apesar de Mari não ser tão confiante quanto Lucy.
Do outro lado dessa história existe Graham, um homem que não sente nada, faz tudo no automático e sempre com um objetivo. Nunca faz nada impulsivo, tudo é muito bem calculado e com propósito. Graham é um escritor de sucesso, assim como seu pai. Porém ele e seu pai nunca tiveram uma boa relação e isso contribuiu muito para a personalidade que ele tem hoje. Graham é casado e sua esposa está esperando um filho, mas ele não se sente nem um pouco preparado para ser pai.
E é aí que a história desses dois personagens se encontra, após uma situação bastante complicada e triste, Graham acaba precisando da ajuda de Lucy para cuidar de seu bebê recém-nascido. Mas obviamente os dois tem muita dificuldade em se entenderem, já que suas personalidades são completas opostos.

Tudo na vida acontece por uma razão, acontece exatamente como tem que ser, não importa quão doloroso seja.

Por mais que essa sinopse possa parecer um daqueles chick-lits engraçados, onde a personagem impulsiva e doidinha só faz burradas e diverte o leitor, a proposta do livro se revela bem diferente disso. Na verdade, a história é carregada em dramas familiares, tanto de Graham, quanto de Lucy que carregam seus próprios fantasmas. Está certo que existem sim momentos de descontração, entretanto não aparecem com tanta frequência no livro.

A história gira mais entorno da filha de Graham e de como ele e Lucy fazem de tudo para cuidar dela da melhor maneira possível, sem que os dois acabem se matando. Eles são muito diferentes, mas ao longo dos dias acabam começando a entender o jeito um do outro e, pasmem, até a saber lidar com suas personalidades opostas. Este equilíbrio entre a razão e o coração da personalidade de cada um é essencial para que você se apaixone pela trama, que trata muito bem de dramas familiares e superação.

Também acompanhamos tramas secundárias, como o ex marido de Mari, que reaparece. Outro personagem que eu particularmente simpatizei foi o ex professor de Graham, Oliver, que é um senhor muito engraçado, descontraído e brutalmente honesto. Mesmo que apareçam muito brevemente, todos os personagens secundários revelam ter suas próprias histórias e é impossível não querer conhecer mais sobre eles.

De modo geral, A Força Que Nos Atrai me agradou bastante. Gosto de dramas e personagens que sabem que não são perfeitos, mas se esforçam para compensar seus defeitos. Porém achei que, em alguns momentos, a autora forçou a barra. Algumas cenas e falas pareceram um tanto artificiais ou exageradas. Contudo, foi uma boa leitura, recomendável para fãs de romance e drama.Dentre os quatro livros lançados da série, este é o menor volume. Todos os livros podem ser lidos de forma independente, portanto, este pode ser sim o seu primeiro contato com a série e quem sabe, com a autora.

Confira a série Elementos:
1. O Ar Que Ele Respira
2. A Chama Dentro de Nós
3. O Silêncio das Águas
4. A Força Que Nos Atraí

rela
ciona
dos