Título Original: Never Love a Highlander – McCabe #3
Autora: Maya Banks
Ano: 2017
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 336
Amazon

Caelen jamais se perdoou por um dia ter aberto seu coração e com isso quase dizimado seu clã, ainda que isso tenha acontecido há muitos anos e que ninguém o tenha responsabilizado pelo mesmo. Mas o que ninguém sabe é que seu coração jamais voltou a ser o mesmo, sua confiança nas mulheres foi abalada, a mágoa o transformou em um homem rígido, sério e que encontra consolo apenas em sua espada, um guerreiro em cada fibra de seu ser, capaz de morrer e matar por aqueles que ama.Rionna não é como as demais jovens de sua idade, cresceu em um lar de abuso, presenciou cenas que jamais deveria ter visto e tudo isso contribuiu para se tornar uma jovem peculiar, ela gosta de se vestir como homem, empunha uma espada como um guerreiro e esconde muitos de seus atributos femininos por considerar sua beleza uma inconveniência. Sendo totalmente honesta, ela mesma não acredita que seja atrativa e talvez por essa razão tenha sido rejeitada pelos dois irmãos McCabe mais velhos e agora obrigada pelo rei a se casar com Caelen o irmão mais jovem. Ele é o que mais a assusta, e olha que não existem muitas coisas capazes de intimidá-la.

Como acompanhamos nos livros anteriores, a Escócia está enfrentando uma verdadeira crise política com rebeldes tentando destronar o rei. Uma verdadeira guerra por poder e terras, por essa razão a importância de se estabelecer alianças e a necessidade de união entre os Clãs McCabe e McDonald.

“Amor exigia sacrifício. Exigia confiança e fé. Exigia tornar-se completamente vulnerável a quem você ama.”

Rionna e Caelen não poderiam ser mais parecidos e talvez por isso tenham um desafio tão grande pela frente para conseguirem viver minimamente em paz. Teimosos, impulsivos, arrogantes, orgulhosos e determinados, querem sempre ter a última palavra, serem ouvidos e se impor. Rionna apesar de concordar com o casamento e conhecer um pouco de suas obrigações, não está de fato preparada para tudo que sua posição exige. Mas ela é inteligente, generosa, e só quer ver seu clã bem cuidado, tratado com o respeito que merecem e sabe lá no fundo do seu coração que Caelen será um laird melhor do que seu pai foi um dia. Caelen jamais desejou se tornar um laird, mas abraçou a causa com muita determinação. Ele é um guerreiro brutal, mas muito justo e está determinado em manter seu novo clã em segurança. Mas os desafios que os aguardam são muito maiores do que eles imaginavam. O pai de Rionna não ficou muito feliz em ter suas funções arrancadas de suas mãos e está disposto a encontrar aliados poderosos para se vingar. É caros leitores, a luta deste jovem casal não será apenas contra eles mesmos e seus corações teimosos… a batalha na verdade está apenas começando.

Antes de dar continuidade a resenha, preciso que vocês tenham em mente que nada do que eu disser aqui irá se comparar a grandiosidade da obra e o quanto essa trilogia é maravilhosa – tirando as capas -, tudo sobre esses bravos guerreiros é intenso, cru e apaixonante. Por isso acreditem, só lendo realmente para sentir e viver cada emoção.
Caelen me conquistou desde o primeiro livro da trilogia e olhem que ele apareceu bem pouco nos primeiros livros, mas jamais passou despercebido. Dono de uma beleza rustica, de uma aura que exala poder, ele é todo força e determinação. Um jovem marcado por feridas de um passado cruel, que deixaram cicatrizes físicas e emocionais e ainda assim um homem de coração generoso, de toque gentil e muito, mas muito e bota muito, sensual, quente e insaciável. Apesar de sua fachada dura e do juramento de jamais voltar a se entregar ao amor e uma mulher novamente, Rionna o fascina, intriga e o assusta, a mulher é uma força da natureza e toma tudo o que quer com a mesma força e determinação de um guerreiro poderoso. Resistir a sua beleza é algo impossível, mas quando tudo parece caminhar bem… aquilo que ele mais temia pode se repetir.

“(…) não lhe dei meu coração; você o pegou desde o começo.”

Rionna é maravilhosa! Pensa na protagonista arretada. Ela é toda força, teimosia e impulsividade, uma jovem destemida, mas que jamais conseguiu se encontrar e aceitar sua posição no mundo, por essa razão, por baixo de toda a armadura que ela usa, mora uma jovem frágil, diria até que vulnerável, que só de amor, carinho e compreensão precisa. Ela é como uma flor desabrochando, descobrindo um novo mundo a sua frente e precisando se adaptar a uma nova rotina. E ela não decepciona, o que essa mulher enfrenta, e o que ela faz… é de roubar o fôlego, de arrancar algumas lágrimas, alguns sorrisos bobos e nosso coração. Ela conquista a todos e quando nos damos conta, estamos torcendo mais e mais por sua felicidade. Para que possa conquistar tudo que deseja, para que se torne uma vencedora.
A única coisa que de fato sei, é que ao concluir a leitura, só quero voltar a primeira página e recomeçar tudo de novo. Uma, duas, três… mil vezes. Todas com a mesma emoção. É que meu coração está transbordando, mal cabendo no peito. Que leitura! Que enredo incrível. Maya Banks fechou com chave de ouro, uma trilogia que começou linda e terminou hipnotizante. Cheia de reviravoltas, muita ação e claro sensualidade sem limites, a autora nos leva por uma viagem pela Escócia medieval, com clãs em guerras, crises políticas e relacionamentos avassaladores.
Apaixonada Por Um Highlander fala sobre lealdade, perdão, confiança, entrega, recomeços, superação, família e amor. É o tipo de livro que você irá ler em uma única sentada, que desperta em seu coração a necessidade de ler mais e mais e que ao concluir só restará o sentimento de saudade. Um livro com personagens cativantes, cheio de ação, aventura, provocação e descobertas. Uma história que marcará por sua doçura, pela intensidade, pelo amadurecimento e crescimento de um jovem casal que descobrem um no outro a cura para suas almas feridas. O imperfeito perfeito um para o outro, capaz de despertar o melhor e o pior dentro de cada um. Espíritos livres e indomáveis que se reconhecem e se refugiam na força e no amor do colo do outro – não tenho maturidade para falar desse livro, socorro!
O que mais amei neste livro é que a autora retratou perfeitamente as dificuldades de um jovem casal que se casaram por obrigação, para firmar uma aliança e não por amor. Que precisaram encontrar um equilíbrio, lidar um com o outro, com seus defeitos e qualidades e assim serem capazes de conviver em harmonia, ao mesmo tempo em que fascinavam, intrigavam e descobriam uma nova maneira de viver. O amor aqui é construído de maneira natural, aos poucos, se baseando principalmente no respeito, na admiração e no toque gentil que suas almas precisavam.

A saudade será gigante. Me apeguei aos irmãos, a suas esposas teimosas, determinadas e cheias de confiança. A esses casais guerreiros em cada poro a cada respiração. Que lutam bravamente por aqueles que amam, que vivem intensamente, sem amarras, que tanto querem paz e encontrar a verdadeira felicidade, ainda que nos pequenos momentos, nos pequenos gestos e palavras.

Se não ficou claro ainda, irei dizer favoritei o livro, se tornou o meu preferido da série. E sim, recomendo de todo coração a trilogia completa para todos aqueles que amam romances sensuais, envolventes, viciantes, com protagonistas femininas donas de si, cheias de atitude e determinadas, e claro, que amem romances de tirar o fôlego. Ainda que as capas sejam de chorar de tristeza e nada coerente com os enredos, principalmente está última, não se deixem enganar, temos aqui na história uma princesa guerreira e não uma modelo indo para um baile de gala. Fazer o que né, Brasil? Nada é perfeito. Sempre podemos mandar fazer uma jaquet e cobrir esse deslize da editora e assim nos orgulharmos de ter na estante obras tão maravilhosas.
A trilogia Irmãos McCabe é composta pelos livros: Atraída Por Um Highlander, Seduzida Por Um Highlander e Apaixonada Por Um Highlander. Apesar de cada livro ser protagonizado por um casal diferente, devem ser lidos em ordem de publicação, pois cada obra inicia exatamente de onde a anterior terminou e se complementam. Portanto, para um melhor aproveitamento e para que todos acontecimentos façam sentido, leia a todos os três livros. Garanto que se você é fã de romances históricos sensuais, com aquela pitada de comédia, não irá se arrepender. Maya Banks sabe dosar perfeitamente seus enredos, mesclando drama, ação, diálogos sarcásticos e divertidos, sensualidade e muito romance.

rela
ciona
dos