Resenha: Apaixonada Por Um Highlander

Título Original: Never Love a Highlander - McCabe #3
Autora: Maya Banks
Ano: 2017
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 336

Caelen jamais se perdoou por um dia ter aberto seu coração e com isso quase dizimado seu clã, ainda que isso tenha acontecido há muitos anos e que ninguém o tenha responsabilizado pelo mesmo. Mas o que ninguém sabe é que seu coração jamais voltou a ser o mesmo, sua confiança nas mulheres foi abalada, a mágoa o transformou em um homem rígido, sério e que encontra consolo apenas em sua espada, um guerreiro em cada fibra de seu ser, capaz de morrer e matar por aqueles que ama.

Rionna não é como as demais jovens de sua idade, cresceu em um lar de abuso, presenciou cenas que jamais deveria ter visto e tudo isso contribuiu para se tornar uma jovem peculiar, ela gosta de se vestir como homem, empunha uma espada como um guerreiro e esconde muitos de seus atributos femininos por considerar sua beleza uma inconveniência. Sendo totalmente honesta, ela mesma não acredita que seja atrativa e talvez por essa razão tenha sido rejeitada pelos dois irmãos McCabe mais velhos e agora obrigada pelo rei a se casar com Caelen o irmão mais jovem. Ele é o que mais a assusta, e olha que não existem muitas coisas capazes de intimidá-la.

Como acompanhamos nos livros anteriores, a Escócia está enfrentando uma verdadeira crise política com rebeldes tentando destronar o rei. Uma verdadeira guerra por poder e terras, por essa razão a importância de se estabelecer alianças e a necessidade de união entre os Clãs McCabe e McDonald.

"Amor exigia sacrifício. Exigia confiança e fé. Exigia tornar-se completamente vulnerável a quem você ama."


Rionna e Caelen não poderiam ser mais parecidos e talvez por isso tenham um desafio tão grande pela frente para conseguirem viver minimamente em paz. Teimosos, impulsivos, arrogantes, orgulhosos e determinados, querem sempre ter a última palavra, serem ouvidos e se impor. Rionna apesar de concordar com o casamento e conhecer um pouco de suas obrigações, não está de fato preparada para tudo que sua posição exige. Mas ela é inteligente, generosa, e só quer ver seu clã bem cuidado, tratado com o respeito que merecem e sabe lá no fundo do seu coração que Caelen será um laird melhor do que seu pai foi um dia. Caelen jamais desejou se tornar um laird, mas abraçou a causa com muita determinação. Ele é um guerreiro brutal, mas muito justo e está determinado em manter seu novo clã em segurança. Mas os desafios que os aguardam são muito maiores do que eles imaginavam. O pai de Rionna não ficou muito feliz em ter suas funções arrancadas de suas mãos e está disposto a encontrar aliados poderosos para se vingar. É caros leitores, a luta deste jovem casal não será apenas contra eles mesmos e seus corações teimosos... a batalha na verdade está apenas começando.

Antes de dar continuidade a resenha, preciso que vocês tenham em mente que nada do que eu disser aqui irá se comparar a grandiosidade da obra e o quanto essa trilogia é maravilhosa – tirando as capas -, tudo sobre esses bravos guerreiros é intenso, cru e apaixonante. Por isso acreditem, só lendo realmente para sentir e viver cada emoção.

Caelen me conquistou desde o primeiro livro da trilogia e olhem que ele apareceu bem pouco nos primeiros livros, mas jamais passou despercebido. Dono de uma beleza rustica, de uma aura que exala poder, ele é todo força e determinação. Um jovem marcado por feridas de um passado cruel, que deixaram cicatrizes físicas e emocionais e ainda assim um homem de coração generoso, de toque gentil e muito, mas muito e bota muito, sensual, quente e insaciável. Apesar de sua fachada dura e do juramento de jamais voltar a se entregar ao amor e uma mulher novamente, Rionna o fascina, intriga e o assusta, a mulher é uma força da natureza e toma tudo o que quer com a mesma força e determinação de um guerreiro poderoso. Resistir a sua beleza é algo impossível, mas quando tudo parece caminhar bem... aquilo que ele mais temia pode se repetir.

"(...) não lhe dei meu coração; você o pegou desde o começo."


Rionna é maravilhosa! Pensa na protagonista arretada. Ela é toda força, teimosia e impulsividade, uma jovem destemida, mas que jamais conseguiu se encontrar e aceitar sua posição no mundo, por essa razão, por baixo de toda a armadura que ela usa, mora uma jovem frágil, diria até que vulnerável, que só de amor, carinho e compreensão precisa. Ela é como uma flor desabrochando, descobrindo um novo mundo a sua frente e precisando se adaptar a uma nova rotina. E ela não decepciona, o que essa mulher enfrenta, e o que ela faz... é de roubar o fôlego, de arrancar algumas lágrimas, alguns sorrisos bobos e nosso coração. Ela conquista a todos e quando nos damos conta, estamos torcendo mais e mais por sua felicidade. Para que possa conquistar tudo que deseja, para que se torne uma vencedora.

A única coisa que de fato sei, é que ao concluir a leitura, só quero voltar a primeira página e recomeçar tudo de novo. Uma, duas, três... mil vezes. Todas com a mesma emoção. É que meu coração está transbordando, mal cabendo no peito. Que leitura! Que enredo incrível. Maya Banks fechou com chave de ouro, uma trilogia que começou linda e terminou hipnotizante. Cheia de reviravoltas, muita ação e claro sensualidade sem limites, a autora nos leva por uma viagem pela Escócia medieval, com clãs em guerras, crises políticas e relacionamentos avassaladores.

Apaixonada Por Um Highlander fala sobre lealdade, perdão, confiança, entrega, recomeços, superação, família e amor. É o tipo de livro que você irá ler em uma única sentada, que desperta em seu coração a necessidade de ler mais e mais e que ao concluir só restará o sentimento de saudade. Um livro com personagens cativantes, cheio de ação, aventura, provocação e descobertas. Uma história que marcará por sua doçura, pela intensidade, pelo amadurecimento e crescimento de um jovem casal que descobrem um no outro a cura para suas almas feridas. O imperfeito perfeito um para o outro, capaz de despertar o melhor e o pior dentro de cada um. Espíritos livres e indomáveis que se reconhecem e se refugiam na força e no amor do colo do outro - não tenho maturidade para falar desse livro, socorro!

O que mais amei neste livro é que a autora retratou perfeitamente as dificuldades de um jovem casal que se casaram por obrigação, para firmar uma aliança e não por amor. Que precisaram encontrar um equilíbrio, lidar um com o outro, com seus defeitos e qualidades e assim serem capazes de conviver em harmonia, ao mesmo tempo em que fascinavam, intrigavam e descobriam uma nova maneira de viver. O amor aqui é construído de maneira natural, aos poucos, se baseando principalmente no respeito, na admiração e no toque gentil que suas almas precisavam.



A saudade será gigante. Me apeguei aos irmãos, a suas esposas teimosas, determinadas e cheias de confiança. A esses casais guerreiros em cada poro a cada respiração. Que lutam bravamente por aqueles que amam, que vivem intensamente, sem amarras, que tanto querem paz e encontrar a verdadeira felicidade, ainda que nos pequenos momentos, nos pequenos gestos e palavras.

Se não ficou claro ainda, irei dizer favoritei o livro, se tornou o meu preferido da série. E sim, recomendo de todo coração a trilogia completa para todos aqueles que amam romances sensuais, envolventes, viciantes, com protagonistas femininas donas de si, cheias de atitude e determinadas, e claro, que amem romances de tirar o fôlego. Ainda que as capas sejam de chorar de tristeza e nada coerente com os enredos, principalmente está última, não se deixem enganar, temos aqui na história uma princesa guerreira e não uma modelo indo para um baile de gala. Fazer o que né, Brasil? Nada é perfeito. Sempre podemos mandar fazer uma jaquet e cobrir esse deslize da editora e assim nos orgulharmos de ter na estante obras tão maravilhosas.

A trilogia Irmãos McCabe é composta pelos livros: Atraída Por Um Highlander, Seduzida Por Um Highlander e Apaixonada Por Um Highlander. Apesar de cada livro ser protagonizado por um casal diferente, devem ser lidos em ordem de publicação, pois cada obra inicia exatamente de onde a anterior terminou e se complementam. Portanto, para um melhor aproveitamento e para que todos acontecimentos façam sentido, leia a todos os três livros. Garanto que se você é fã de romances históricos sensuais, com aquela pitada de comédia, não irá se arrepender. Maya Banks sabe dosar perfeitamente seus enredos, mesclando drama, ação, diálogos sarcásticos e divertidos, sensualidade e muito romance.


Confira a trilogia Irmãos McCabe:
1. Atraída Por Um Highlander
2. Seduzida Por Um Highlander
3. Apaixonada Por Um Highlander

9 comentários

  1. Eu nunca li um romance de época, acho que a hype encima desse gênero é tanta que eu nunca cheguei a me interessar por nenhum livro. Mas com esse foi diferente, fiquei muito curiosa, principalmente, pelo teor histórico por trás do romance. Todas essas intrigas políticas e a cultura dos escoceses parece ser muito interessante. Já adicionei a lista de desejados ♥

    ResponderExcluir
  2. Oi, Bia.

    Bom, a Rionna já se destaca por mostrar ser diferente. E embora ambos não estejam à procura do amor (um no outro), acredito que o mais bacana é que esse casamento fez com que eles repensassem sobre seus ideiais.

    ResponderExcluir
  3. Oi Biia,
    Minha experiência com romances de época ainda é um pouco limitada e um pouco disso se deve ao fato de achar as premissas muito semelhantes umas as outras. Mas no caso dessa trilogia a autora conseguiu me deixar curiosa com o desenrolar das histórias, principalmente a deste 3º volume, pois os conflitos enfrentados pelos clãs deixam tudo mais interessante e intenso. Rionna chama atenção por suas caracteristicas pouco femininas, o que me faz imaginar que a história tem mais a ser explorado do que beleza externa de uma mocinha sendo empurrada para um casamento arranjado. Os elementos clichês do gênero estão presentes, pois Caelen é o típico mocinho já tão conhecido, mas sua personalidade e motivação devem cativar o leitor de uma forma mais íntima e adoro isso. Também acho que as capas não favorecem muito os enredos, mas estou apostando que os conteúdos dos livros fazem as leituras valerem a pena.

    ResponderExcluir
  4. Que resenha maravilhosa!!!
    Tão bom chegar ao fim de uma trilogia e ver que tudo foi muito além do que se esperava de todos os livros.
    Ainda não pude ler nenhum dos livros,mas como fã de um bom romance de época e claro, dos escoceses, não vejo a hora de poder me jogar não somente no romance, mas também na aventura.
    Misturar romance, aventura, ação, família, drama, recomeços não é para qualquer autora e por tudo que li acima, Maya conseguiu isso com uma proeza ímpar.
    Espero ler e ter a trilogia em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  5. Oi Biia, tudo bem? Parabéns pela resenha incrível e pelas fotos igualmente incríveis! Você nos deixou com uma vontade enorme e ler esta trilogia! hahahaha
    Adoro um romance de época, com clãs e escoceses... hahahaha
    Já havia me interessado por estes livros só pela capa, mas agora o interesse foi bem maior!

    ResponderExcluir
  6. Minha gente, Caelen sou eu na vida: jamais se perdoou por um dia ter aberto seu coração.
    Desconhecia essa trilogia. Apesar de não me interessar muito por romances, principalmente de época, pela resenha acabei me interessando. O livro parece abordar discussões que infelizmente ainda estão presentes em nossa sociedade, fora a construção dos personagens, vou dar uma olhada nas resenhas anteriores.

    ResponderExcluir
  7. Olá, a aceitação mútua entre os protagonista que vai sendo trabalhada ao longe da história parece ser conduzida de forma maestral por Banks, que já consolidada no gênero entrega mais um romance cheio de trama e sentimentos que ultrapassam as páginas do livro e tocam o leitor. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Quero muito ler, parece ser uma historia incrível, adoro ação e reviravoltas deixa a trama mais eletrizante. Parece que foi tudo muito bem elaborado tanto os personagens como enredo, gostei muito da protagonista por ter toda essa garra. Gostei também pelo romance dos dois ter sido de uma forma mais tranquila sem aquela pressa.

    ResponderExcluir
  9. Oi Biia!
    Adorei sua resenha, já tinha lido algumas resenhas sobre o livro e estou com mtas expectativas em relação á leitura, o enredo parece ser lindo e a leitura parece fluir bem, qro tmo ler e espero qu em breve eu consiga, adoro esse gênero, essa capa está linda demais.
    Bjs!

    ResponderExcluir