Ele: Quando Ryan Conhece | Elle Kennedy e Sarina Bowen

Título Original: Him
Autores: Ele Kennedy e Sarina Bowen
Ano: 2018
Editora: Paralela
Páginas: 256

Sinceramente, nem sei como iniciar essa resenha. A leitura de Ele: Quando Ryan Conhece James, foi tão intensa que até agora me sinto desnorteada. Já esperava algo forte, mas nada comparado ao que esse livro me proporcionou.

A história se inicia quatro anos depois de um acontecimento que mudou a vida de Ryan (Wes) e James (Jamie) durante o acampamento de verão de hóquei. Foi naquele último verão de seus 18 anos que Wes pode finalmente assumir para si que era gay e que também estava apaixonado pelo seu melhor amigo heterossexual. Isso acaba confundindo a cabeça de Wes ao ponto dele fazer um desafio picante a Jamie, e logo depois cortar relações com o mesmo quando o desafio é concretizado. Enquanto que para Jamie tudo não passou de um desafio sem grandes consequências, para Wes mudou tudo.

Agora no momento presente, com os dois tendo seguido suas vidas, eles acabam se reencontrando quando vão participar de um campeonato de hóquei. Velhos sentimentos e ressentimentos ressurgem entre eles. Porém, a amizade acaba prevalecendo, mesmo depois de tantos anos. O sentimento de companheirismo sempre acompanhou os dois e Wes não quer perder isso novamente, mesmo sabendo que ainda é apaixonado por Jamie.

"Merda, ele me chamou de Jamie. Só fazia isso quando estava falando sério, de coração. O arrependimento irradia do seu corpo e chega até mim em ondas palpáveis, e eu sinto minha raiva desmoronar como um castelo de areia. Não consigo ficar bravo com o cara. Mesmo quando achava que simplesmente tinha jogado nossa amizade no lixo, não conseguia odiar Wes."




Então ele decide arriscar voltar a ficar próximo de Jamie, mesmo sabendo que ele pode partir seu coração sem querer. E o resultado disso tudo? Só lendo para saber.

Jamie é um fofo! Ele é calmo e sensato, e tem uma família um tanto maluca que amei conhecer, mesmo que brevemente. Já Wes sempre foi o elétrico que levava Jamie para todas as brincadeiras e confusões, mas a família dele era totalmente o oposto. Uma família basicamente de fachada. Argh! Tive muita vontade de entrar no livro e bater neles. A história se alterna entre os pontos de vistas dos dois, então eu conseguia ter uma noção melhor de como cada estava se sentindo e isso abria os corações dos personagens para mim. Principalmente de Jamie que estava em descoberta sobre sua sexualidade.

Esse não foi o primeiro livro LGBT que li, mas com certeza foi o mais explícito. As cenas de sexo aqui são bem comentadas e cheias de pegação. Óbvio que não é um livro para menores de 18 anos. E não vou mentir e dizer que não gostei das cenas quentes. Achei bem elaboradas para duas autoras mulheres. Para quem curte um livro hot com cenas bem picantes, Ele é uma ótima pedida.



Mas tenho que falar algo muito importante: aqui temos um casal gay, mas que não representa todos os gays. Temos diversidade de gênero, orientação sexual e preferências no mundo. O casal aqui relatado é apenas um grão nesse universo. Por que falo isso? Porque os dois protagonistas aqui representados não são afeminados e também não gostam de se expor ao mundo (o que não deveria ser um problema para ninguém). E sim mais discretos. As autoras não abriram mão de deixar os protagonistas másculos, fortes e viris. E isso com certeza é uma estratégia para agradar as mulheres que vierem a ler esse livro, e eu fui uma delas. Não posso mentir e dizer que não gostei da maneira que Wes e Jamie foram retratados. Porém, como disse, só fiquem atentos, pois aqui é apenas uma parcela LGBT representada.

O livro foi escrito a quatro mãos por Sarina Bowen e Elle Kennedy, essa última já tem vários livros publicado aqui no Brasil. Dando uma pesquisada vi que Ele é o primeiro de uma duologia e que ainda contará com um spin-off. Não foi anunciado quando sairia a sequência aqui, mas posso dizer que estou bem ansiosa para saber como estão esses protagonistas. Deixando bem claro novamente que esse livro tem cenas bem explícitas e que pode ser lido apenas por maiores de 18 anos.

18 comentários

  1. Oi, Crislane.

    O livro já tem um diferencial, por se tratar de dois personagens com sexualidades, inicialmente, opostas. E, por ser dinâmico.

    As descobertas de novos sentimentos, já prende a atenção. Os conflitos e inseguranças do Jamie, mais ainda, e envolve o leitor.

    Os personagens parecem ser bem estruturados. E o ponto de vista de ambos traz uma amplitude e permite ao leitor ter mais percepção dos sentimentos dos mesmos.

    Enfim, já li alguns livros com essa temática, gostei e tenho certeza que irei gostar desse livro também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daiane!
      Com certeza. A situação dos personagens é bem tensa e cheia de conflitos.
      Espero que goste dessa leitura, tanto quanto eu gostei.
      Beijão!
      https://www.instagram.com/juntodoslivros/

      Excluir
  2. Oi, sua linda!
    Como sabe, já li o livro e tenho uma opinião bem negativa sobre ele. Mas mais uma vez quero dizer que gosto muito de sua escrita e gostei muito de sua atitude atenciosa e respeitosa em procurar saber mais sobre algumas coisas para não escrever um tempo desrespeitoso de alguma forma.

    Boas leituras!
    Bjão!

    Diego ~ www.vidaeletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Diego!
      Fico muito feliz por você ter gostado e eu que agradeço por toda a sua atenção e disposição em meu ajudar. <3
      Beijão!
      https://www.instagram.com/juntodoslivros/

      Excluir
  3. Olá, Crislane
    Ainda não li esse livro, mas li algumas resenhas tanto positivas como negativas.
    Concordo com você que as autoras colocaram personagens recatados e másculos para chamar atenção das mulheres.
    Penso que os livros relacionados com tema LGBT tem muito a apresentar aos leitores não precisa ser homens sarados, héteros e sim explorar todos os estilos de vida homo.
    Gostei da premissa do livro, espero ter oportunidade de ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Já chamou atenção por ser um romance gay e achei interessante a forma como as autoras fizeram esses personagens. Mostrar as inseguranças, como não foi um caminho certo para os dois, as dificuldades e conflitos de cada um...Parece bem feito, uma coisa que deixa com um ar de pessoas reais e tal. Gostei também do que disse sobre representarem uma parte da comunidade, mais discretos e coisa assim. Os dois personagens tem características que chamam atenção, tipo isso da família de fachada de um, a outra mais aberta....dá pra já ter uma noção dos conflitos que poderiam ter começando por aí. Ahh gostei, deu vontade de ler e já entrou pra lista de desejados.

    ResponderExcluir
  5. Nossa, esse livro parece bom!
    Quando anunciaram o lançamento, não me chamou tanta atenção, mas agora com resenhas estou ficando curiosa.
    Já li alguns LGBT's, mas nada no estilo desse livro.
    Fico curiosa e ao mesmo tempo receosa com as cenas hots, mas se eu tiver a chance vou querer ler.
    E é bom ler sobre esse tema de uma outra forma.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Cris,
    Ao contrário de você eu não li nenhum livro LBGBT até então, mas estou bem curiosa sobre esse, mesmo que os personagens tenham sido retratados de forma mais discreta, acho importante que a literatura mostre todas as formas sabe?
    Eu não esperava que fosse tão sensual, e gostei desse ponto também...
    A capa já havia me ganhado, achei muito bela, conhecendo mais a história tenho certeza de que quero ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Crislane!
    Até que enfim alguém ousou trazer trechos de sexo explícito entre homens.
    Já estava interessada por causa do romance de amigos de infância e saber que os trechos hots são explícitos, me deixou com mais vontade de ler ainda.
    Mesmo que os protagonistas não representem todo universo LGBT, acredito ser importante conhecermos as diversas formas e emoções dos gays.
    Desejo uma ótima semana!
    “Se você realmente quer algo na vida, tem que lutar por isso.” (Homer Simpson)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA JULHO - 5 GANHADORES - BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  8. Olá Crislaine!
    Adorei conhecer um pouco sobre a obra, primeira vez que leio resenha do livro e já amei, parece ter uma leitura mto boa, vou add aos meus desejados.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Tenho lido resenhas muito positivas sobre este lançamento e não vejo a hora de poder conferir esta obra.
    Acredito eu que também seja apenas uma gotinha neste oceano que é pertencer ao mundo LGBT, se é que existe um mundo à parte né? Ruim falar isso, sabendo que não deveriam existir rótulos e afins. Afinal, somos todos humanos e deveríamos ser apenas assim. Mas a gente sabe muito bem que as coisas não funcionam assim, infelizmente.
    O livro está na lista de desejados e espero conhecer a história dos dois personagens em breve.
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Oi Crislane,
    Já li histórias com personagens homossexuais, mas nenhuma nesse estilo. Quando fiquei sabendo do lançamento desse livro ao mesmo tempo em que fiquei curiosa com a história me bateu certa apreensão de como ela seria contada. A relação de Jamie e Wes tem todas as complicações que este tipo de envolvimento pode ter. Existe aquele medo de se assumir, a confusão sobre quem é e, principalmente, a possibilidade de sentimentos não correspondidos. Gostei de como as autoras retrataram os personagens e concordo com você sobre elas terem seguido este caminho para agradar o público feminino, algo importante de mencionar para quem tiver interesse nessa trama.

    ResponderExcluir
  11. Oi Crislane, eu já conheço a escrita da Elle Kennedy de outra série dela publicada por aqui e que gosto muito e que tem esse tom sensual em evidência assim como uma escrita cativante e envolvente. Assim, fico feliz em saber que esse novo livro que veio por aqui é assim também, cativante e sensual na medida certa. Ainda não decidi se lerei ou não essa duologia, mas fico feliz por ver o livro sendo lançado aqui, quebra alguns paradigmas né. Ótima resenha, super empolgante ;)

    ResponderExcluir
  12. Já li um livro com esse tema e gostei, fiquei com vontade de ler esse, gosto muito de torcer pelo casal. Saber como cada um sente em relação ao que esta sentindo e em como descobriu esse sentimento por alguém é gostoso de acompanhar. Os personagens parecem que agradam, menos a família do Wes aff, deve dar uma boa irritada no leitor rs.

    ResponderExcluir
  13. Oiii Crislane

    Ja li Elle Kennedy e a moça realmente arrasa, fico curiosa em conferir essa parceria dela com outra autora. A edição desse livro parece estar tão linda e a história tem pinta e ser realmente intensa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi Crislane,
    Estou bem curiosa para ler esse livro, já li alguns livros LGBT, mas assim como você, nada muito explícito. Promete ser uma leitura bem intensa, com personagens bem construídos e um relacionamento que começou a base da amizade. Adoro histórias que trazem além do romance os dramas familiares dos protagonistas, acho que esse aprofundamento torna a leitura mais envolvente.
    Quero conhecer essa história sobre inseguranças, recomeços e descobertas.
    Ainda não conheço a escrita da Elle Kennedy, a série Amores Improváveis esta na meta de leitura desse mês, quero ver se consigo ler logo, pois os comentários me deixaram muito animada.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Oi Crislane.
    Adoro a escrita da Elle Kennedy e já queria ler esse livro só por saber que ela era co-autora.
    Achei a premissa bem interessante e como gosto de ler livros LGBT, acho que vou gostar dessa história.
    Adoro narrativas alternadas! É uma ótima forma de conhecer melhor os personagens e parece que vai dar para conhecer bem as interações familiares de Jamie e Wes.
    Espero ler o livro em breve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Nossa, me interessei muito por este livro, principalmente por tratar dos personagens já adultos. Todos os livros com temática LGBT que já li são YA. Curiosíssima! Obrigada pela dica :)

    ResponderExcluir