Título Original: Feminismo em Comum, Para Todas, Todes e Todos.
Autora: Marcia Tiburi
Ano: 2018
Editora: Rosa dos Tempos
Páginas: 126
AmazonSaraiva

Feminismo em Comum é uma coletânea de artigos sobre o feminismo atual, escritos pela escritora Marcia Tiburi. O livro reativa o selo Rosa dos Tempos, o primeiro selo dedicado exclusivamente a literatura feminista e pertencente ao Grupo Editorial Record.
Eu não sou nenhuma conhecedora do assunto e nem tenho uma carga tão ampla para falar sobre o feminismo cem por cento segura de mim, porém, é sabido que o feminismo é mal compreendido, ainda nos dias de hoje. O feminismo é, sem dúvidas, a palavra mais mal interpretada da atualidade e o objetivo deste livro, e de tantas pessoas que dão voz a esta causa, é justamente esclarecer ainda mais o significado e importância desta luta.

A mulher feminista acredita na igualdade, social, politica e econômica entre os sexos. E o feminismo busca desconstruir o patriarcado, um sistema enraizado na cultura e nas instituições em que o sexo masculino é considerado superior ao do feminino. Um pensamento limitado, mas ainda cultivado por muitos. Durante esta leitura, Marcia Tiburi nos convida a repensar estas estruturas, ela indaga o leitor para que possamos pensar fora da caixinha, dando o real significado ao feminismo.
Levando a informação a todos, como uma ideia em comum, é possível que novas e experientes pessoas pertencentes ao movimento, aliem-se em um único discurso que ainda hoje, ainda é cheio de ruídos. A leitura nos leva a pensar que a busca por direitos iguais entre os sexos pode e deve ser apoiada por todos. Porém, apesar da autora acreditar num feminismo dialógico e afirmar que esta é uma luta também de homens, neste ponto eu devo discordar.

Esta é uma luta das mulheres. Parece algo pequeno, mas o protagonismo da mulher, aqui, não deve ser diminuído. Aqui no Brasil, quem não é mulher e deseja apoiar o feminismo é um pró feminista, você continua tendo sua postura e opinião pelo assunto. É neste ponto que todos precisam entender o seu lugar de fala, pois é impossível você responder por algo ou por alguma situação do qual você nunca passou. Apenas neste ponto a leitura perde alguns pontinhos para mim, mas ressalto, que de jeito nenhum retira a importância que a obra tem.
Entretanto, entende-se que esta é uma causa que não contempla apenas as mulheres e conseguir distinguir estas duas coisas é o primeiro passo para uma sociedade igualitária. Lembro que há alguns anos, quando li Feminismo Para todos da Chimamanda, o seu discurso me revelou uma outra face do feminismo, uma em que a responsabilidade pela igualdade não está toda nas mãos das mulheres. Os homens são criados para serem “homens”, com H maiúsculos, para criarem e terem atitudes que os colocam no topo. Entender que o erro vem de milhares de anos, dos pequenos detalhes da criação de uma sociedade é sem dúvidas esclarecedor.

Dentro do tema principal, também iremos encarar relatos e experiência em subtemas do feminismo de igual importância dentro da nossa sociedade, debates que precisam também ser levados em conta e apresentados para o leitor. Um exemplo disso são os capítulos que falam sobre misoginia e direito de ser quem se é. Para quem, assim como eu, não é nenhum expert sobre o assunto, mas que deseja compreender mais sobre, estes são detalhes que fazem a diferença na leitura, mas entendo que para quem possui uma ampla pesquisa, poderá ficar decepcionado pela autora não dar tanta profundidade as discussões. 
Mesmo com algumas ressalvas, este é um livro para quem deseja compreender a teoria por trás do movimento, esclarecer suas origens e entender o objetivo de tudo isso. É também muito bom para presentear alguém que precise compreender um pouco mais sobre o assunto. Precisamos falar sobre o feminismo, precisamos entender o verdadeiro significado da palavra, da atitude e da conduta. Este é o primeiro passo para a valorização que tantas mulheres buscam e merecem. Mulheres que dão voz ao movimento feminista mantêm acesa a esperança que um dia viveremos numa sociedade menos machista, apenas igual.

rela
ciona
dos