Tarde Demais | Colleen Hoover

Título Original: Too Late
Autora: Colleen Hoover
Tradução: Alda Luiza De Lima Ferreira
Ano: 2018
Editora: Record
Páginas: 384
Amazon

Quando penso que a Colleen Hoover foi longe com um livro, ela vai lá e lança outro ainda mais chocante. O que mais admiro nela é essa coragem em escrever sobre temas pesados, feios e intensos. Mas temas que precisam ser mostrados em seu estado mais cru e grotesco. A intenção é mesmo chocar, porque, talvez, só assim chame a atenção.

Em Tarde Demais conhecemos Sloan, uma jovem dedicada a cuidar de seu irmão que possui autismo. Ela veio de uma família pobre e problemática, por isso não tem dinheiro e nem condições de ajudar seu irmão. Por esse motivo, ela depende totalmente de Asa, seu namorado abusivo. O relacionamento dos dois é abusivo tanto na forma psicológica e fisicamente.

Asa também veio de uma família pobre e problemática e nunca aprendeu o que é realmente amar e respeitar uma mulher. Ele é um traficante de drogas e sustenta Sloan e o irmão dela que está em uma espécie de clínica. Mas em troca, Sloan precisa se dobrar às vontades de Asa sem nunca questionar nada. Um dia, na faculdade, Sloan conhece Carter. Pela primeira vez em toda sua vida ela conhece um homem que a trata com respeito. Porém, logo ela descobre que Carter está envolvido com Asa e que ele tem muito mais segredos do que ela imaginava.



Como sempre, as sinopses dos livros de Hoover dizem só a superfície da história. Conforme você vai avançando na leitura, muitas camadas vão se revelando e as coisas vão se tornando cada vez mais complicadas. E é impressionante saber que ela escreveu essa história sem pretensão nenhuma. Como a autora mesmo explica, ela escreveu esse livro enquanto trabalhava outros, sem compromisso, apenas para soltar a mente. Colleen começou a publicar os capítulos no Wattpad e recebeu um feedback imediato dos fãs, que sempre pediam mais. Aliás é até possível perceber nos últimos capítulos que eles foram escritos com um tempo maior de intervalo em relação aos demais.

Essa técnica peculiar de escrita se mostrou muito interessante, pois a autora simplesmente deixou a história fluir sem qualquer planejamento e acabou que o livro se tornou algo sério. Se eu não soubesse da história de como ele foi escrito, provavelmente acharia que a autora se dedicou exclusivamente a ele e que houve um profundo planejamento para desenvolve-lo. Pois se trata de uma história complexa, com personagens sólidos e reais demais. São histórias individuais muito bem construídas e que tocam fundo nossa alma.

Em muitos momentos eu quis fechar o livro e simplesmente parar de lê-lo. As cenas que a Colleen escreveu e o jeito como ela descreve tudo, torna a situação real demais. E saber que mulheres no mundo inteiro passam por isso diariamente torna a leitura ainda mais difícil. Porque não é uma história de terror ou ficção científica, em que você fecha o livro e depois vai viver sua vida tranquilamente. Se trata de um livro verdadeiro, doloroso demais e genuíno. A história fica com você e te segue aonde quer que você vá. E você precisa dar atenção a ela, precisa ouvir o alerta por trás da ficção.


Assim que eu acabei de ler Tarde Demais fui para a sala, onde minha mãe estava assistindo televisão, e adivinhem só qual matéria estava passando no jornal? O caso de uma moça que fora jogada do prédio por seu companheiro depois de ter sido brutalmente agredida. Isso não foi coincidência, foi só a realidade. Por isso, livros como Tarde Demais, são tão necessários em pleno século XXI. Porque essas histórias ainda se repetem e talvez sejam ainda mais perversas.

Nos dias de hoje mulheres ainda são silenciadas, manipuladas, agredidas e torturadas, física e psicologicamente. Então exerça a empatia e leia sobre o assunto, busque ajuda quando necessário e sempre tente ajudar alguém nesta situação. Ignore o "briga de marido e mulher ninguém mete a colher". É para se meter sim e, possivelmente, salvar uma vida.

Quanto a edição da Editora Record, está impecável como sempre. A arte da capa é linda e simples, tudo o que um livro como este precisa. Me surpreendi com a textura da capa ao toque, é bem confortável. E, mais ainda, gostei de como eles procuraram manter o livro o mais próximo possível ao que foi publicado no Wattpad. Este é o único livro da autora que recebe um selo de classificação indicativa, está é uma leitura para maiores de 18 anos.

Enfim, Tarde Demais é uma leitura quase que obrigatória nos dias atuais e que vale muito a pena. Você vai sorrir, mas provavelmente vai chorar muito mais. Porém, no final, talvez se sinta mais empático e aprenda uma coisa ou outra. Não é tarde demais.

9 comentários

  1. Não aguentei e tive que comprar este livro semana passada. Acabou chegando no final de semana e com certeza, será uma das minhas próximas leituras.
    É um livro que com certeza causou e ainda causa certa discussão entre os leitores. Muitos "meteram o pau" na autora, outros adoraram por como você, acharem necessário demais, temas assim, que choquem e alertem ao mesmo tempo.
    Colleen é uma autora única e pelo que andei vendo pelo mundo literário, tá chegando muita coisa boa por aí.
    Lerei com certeza!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Raíssa,

    Esse foi um livro que eu não gostei nenhum pouco. Acho que em algum momento, a autora se perdeu - desenvolvendo assim o livro de forma fraca, com uma impotência grotesca e evidente.

    Ao meu ver, ela pecou no desenvolvimento e personalidades dos personagens. A Colleen novamente construiu todo um passado onde ela pôde encontrar meios justificáveis para as atitudes infindáveis do Asa. No geral, não consegui gostar de nenhum personagem.

    A autora tinha em mãos um assunto primordial, no qual tinha muito o que ser explorado, mas não soube aproveitar... O desenvolveu de forma banal. De todos os livros dela - que eu li até agora -, esse sem dúvidas, é o pior. Livro fraco. Acho até que a Colleen deveria parar e refletir, antes de escrever sobre algo tão sério. Não recomendo!

    ResponderExcluir
  3. Oi Raíssa!
    De tanto ler resenhas desse livro eu tô muito curiosa pra ler, confesso que ao msm tempo, com medo...
    Não de não gostar da escrita, pois já conheço, mas pelo assunto abordado pela Caollen e tantas comentários ruins sobre o enredo...
    Mas se caso surgir uma oportunidade qro ler sim.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Raíssa!
    Esse livro está super polêmico e confesso que estou com um receio enorme de o ler. É uma leitura bem forte e quero sim realizar, mas vou esperar um pouco.
    Beijão!!

    ResponderExcluir
  5. Olá, Raíssa
    Li apenas um livro de Collen Hoover o É Assim Que Acaba e me apaixonei pela escrita dela. Como ela te envolve e não consegue largar o livro.
    Desde que Tarde Demais foi lançado eu namoro ele, apesar de ter muitas críticas quero ler. Concordo com você aborda um assunto polêmico e super atual e precisamos estar por dentro do assunto para ajudar outras mulheres e nos ajudar também.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Este é um livro que já esta na minha lista de desejados, adoro a escrita da autora e já li uns três livros dela esse ano, mas foi uma grande surpresa a quantidade de resenhas negativas que li sobre ele e bem como destacou a escrita mais pesada. Creio que só lendo mesmo para ter noção do quanto a historia se tornou pesada ao abordar a temática de abuso.

    ResponderExcluir
  7. Ganhei esse livro em um sorteio e logo será minha próxima leitura, estou ansiosa para ler deviso aos comentários uns gostam outros não. Deve ser uma leitura que mexe muito com a gente o tema esta sempre presente na realidade. Acompanhar o que a personagem passa dá uma agonia é muito revoltante e sofrido.

    ResponderExcluir
  8. Acho que esse é um livro que já nasceu polêmico, por conta dos temas que aborda. Eu já ouvi críticas positivas e negativas acerca dele, mas concordo em muitos pontos que tu mencionou. Acredito que seja uma leitura difícil e quase intragável, mas infelizmente é real e dolorosa demais para ser ignorada. Os temas abordados pela autora pertencem ao nosso mundo, cada dia mais, e não podemos simplesmente deixar isso passar batido. Livros como esse vem para jogar a verdade nua e crua na nossa cara e fazer com que a gente entenda que precisamos fazer algo a respeito.

    ResponderExcluir
  9. Raíssa!
    A autora realmente dispensa comentários.
    Gosto muito de dramas intensos e que descrevem sem meio termo os fatos e assunto como violência doméstica e obsessão amorosa, deve tornar o livro bem denso mesmo.
    Já estou com nojo desse tal Asa...
    Desejo um mês abençoado e uma semaninha de luz e paz!
    “Sede felizes; os amigos desaparecem quando somos infelizes.” (Eurípedes)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir