A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça





A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, também conhecida como A Lenda da Caverna Adormecida, é uma lenda urbana americana, que teve sua origem a partir do conto de Washington Irvin, intitulada originalmente The Legend of Sleepy Hollow. O conto foi publicado em 1820, pelo pseudônimo Geoffrey Crayon, ganhando bastante destaque e se tornando um dos mais antigos contos de ficção americana, principalmente, por ser uma das primeiras obras publicadas após a independência do país. 

Ambienta no vilarejo de Tarrytown, Nova York, o conto apresenta essa inusitada cidadezinha de colonização holandesa, que também é muito conhecida como Sleepy Hollow. A vila em questão nada tem de muitos atrativos, a não ser por uma estranha aura de encantamento e fantasia, que circunda o lugar. Os seus habitantes são fascinados por histórias de magia, o que dá ao vilarejo ainda mais um clima de suspense e mistério. 

O conto tem início com Ichabod Crane, um excêntrico professor, que é enviado a cidade e como ele próprio diz, ''tarda" no local. Ao chegar à vila, o professor fica atraído pela atmosfera do lugar e procura descobrir as diversas histórias do lugar. Durante a sua estadia no vilarejo, Crane conhece Katrina Van Tassel, filha de um dos fazendeiros mais ricos da cidade, e, encantado por sua beleza e herança, decide conquistar o coração da jovem.

Entretanto, Ichabod Crane encontra um adversário, Abraham "Brom Bones" Van Brunt, metido a valentão, com quem começa a disputar a atenção da jovem. Só que o professor vê sua vida mudar quando, após sair de uma festa na casa dos Van Tassel, numa noite de outono, é atacado pelo Cavaleiro sem Cabeça. Um fantasma de um soldado que teve sua cabeça arrancada durante a guerra de independência. 

Segundo alguns registros, A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça teria sido baseada em um folclore alemão, que foi levado pelos germânicos durante a imigração para os Estados Unidos. Graças a notoriedade do conto, a cidade americana Noth Tarrytown, em que foi inspirado, teve seu nome mudado para Sleepy Hollow oficialmente em 1996. Em seu cemitério, encontra-se enterrado o corpo do escritor do conto, Washington Irvrin e em 2006, uma grande estátua do Cavaleiro sem Cabeça perseguindo Crane foi inaugurada na cidade.

Além disso, o conto rendeu diversas adaptações cinematográficas, dentre elas a série de TV de 2013,  chamada Sleepy Hollow e o famoso filme de 1999 dirigido por Tim Burton, A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça. No filme, Ichabod Crane (interpretado por Johnny Deep) é um policial que é enviado ao vilarejo de Sleepy Hollow para investigar uma série de assassinatos, que segundo os moradores da vila, ocorreram em função de um Cavaleiro sem Cabeça. 

Muito cético, Crane começa sua investigação acreditando que algum morador da cidade, utilizando-se do personagem do famoso fantasma, é o responsável pelas mortes. Contudo, após sofrer um ataque do próprio Cavaleiro sem Cabeça, o investigador mergulha de cabeça em busca da história desse estranho vilarejo e tenta solucionar esse enorme problema. Em meio a isso, Ichabod Crane conhece e se apaixona por Katrina Van Tassel (Christina Ricci), por quem, assim como no conto, tenta conquistar o coração.

Para quem tiver interesse em ler o conto de Irvin é possível ter acesso ao original no domínio público, ou adquirir uma tradução, como pelo site da Amazon

20 comentários

  1. Tive que reler várias vezes, pois não estava entendendo do que realmente o post se tratava, se de um filme ou um livro de contos, isso pq não tem a imagem da capa do livro. Não é o tipo de leitura que eu correria atrás mas do filme, em se tratando do Tim Burto, aí é outra historia. a idéia de conhecer uma cidadezinha assim que não apresenta nada de atrativo, somente uma energia estranha, além de me fascinar me assusta, assim como "uma visita a Salem" que também foi postado aqui. Esse mês de Halloween é o período onde lendas, fenômenos sem explicação, e outras fantasias veem a tona e são relembradas. Adoro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fabiana! Então, sinto ter te causado essa confusão. No caso, a lenda e o filme foram baseados em um conto do autor Washington Irvin. E o conto não possui uma capa definida ou original, principalmente, porque ele é bem curtinho. Por isso não coloquei capa do livro.

      Excluir
    2. Ahahahaa, agora entendi. Obrigada Izabela. Abraço

      Excluir
  2. Olá, não sabia que Sleepy Hollow existe na vida real (pasmem), porém adorei conhecer um pouco mais desse aspecto da cultura norte-americana, muito popular por envolver a independência do país. Eu conferi a adaptação televisiva feita pela Fox e gostei bastante (menos a última temporada, kkk), apesar de esta destoar bastante da história original.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Alison! E é uma história muito famosa nos Estados Unidos. Uma das principais leituras realizadas no período de alfabetizagem deles é justamente essa. E no entanto, nós não temos muito conhecimento a respeito.

      Excluir
  3. Izabela!
    Já tinha acompanhado as adaptações cinematográficas, mas nunca cheguei a ler o conto que já deixei aqui guardadinho para ler em breve.
    Adorei saber sobre a mudança do nome da cidade e sobre a construção da estátua, pois a origem já sabia.
    Desejo um potimo final de semana!
    “O passado é uma cortina de vidro. Felizes os que observam o passado para poder caminhar no futuro.”(Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES – BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  4. É uma lenda bem famosa essa, não sabia da série fiquei com vontade de dar uma conferida, só assisti o filme e gostaria de ler o conto. Gostei por ter um ar de mistério e suspense gosto muito dos dois deixam a leitura mais envolvente e ágil para saber dos acontecimentos. Interessante essa mudança do nome da cidade não sabia.

    ResponderExcluir
  5. Acabei endo a série na Tv tem um tempo, apesar que vi apenas uma temporada(mas ainda verei o restinho)rs e o filme com Deep também, que aliás, é fabuloso.
    Na época do filme, acabei indo procurar informações sobre a lenda e vi a realidade do enredo. Ainda não consegui ler o conto,mas se rendeu dois cenários tão distintos e maravilhosos, como a série e o filme, com certeza, o conto é melhor ainda!
    Neste mês especial, estamos tendo a oportunidade de matar muitas curiosidades e isso é fantástico!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Oi! Eu sou apaixonada por essa história! Assisti as adaptações tanto pro cinema quanto pra série de TV, e embora goste mais do filme, eu achei as interpretações que eles conseguiram muito legais. A série eu parei de assistir acho que na segunda temporada, porque eu achei que eles fugiram um pouco do teor original de mistério e medo do conto. Daria tudo pra uma nova adaptação, mas voltada pro terror, com as tecnologias de hoje, aposto que seria o máximo.

    Bjoxx

    ResponderExcluir
  7. Este post me trouxe uma nostalgia, pois o primeiro filme que assisti assim que assinei Netflix foi A lenda do cavaleiro sem cabeça! Ficou bem marcado, engraçado né?
    Não estava sabendo da existência da série Sleepy Hollow. Já quero assistir agora! <3

    ResponderExcluir
  8. Apesar de ser uma das minhas histórias favoritas, me limitei a simplesmente continuar com o conhecimento fornecido pelo desenho criado pela Disney e o filme do Tim, mas este post me encorajou a deixar a preguiça "de lado" e ter novamente aquele fascínio para ler a obra. Obrigada pelo post.

    ResponderExcluir
  9. Eu acho super interessante quando um condo se mescla com a realidade e vice-versa. Fiquei com vontade de assistir o filme baseado na obra, principalmente por ter o Johnny Depp, gosto do trabalho dele como ator.

    ResponderExcluir
  10. Essa história do cavaleiro sem cabeça é muito boa!! Não sabia que tinha uma cidade inspirada na lenda. O filme já assisti algumas vezes, é muito bom, mais uma super obra do Burton e ainda com o Deep no elenco, não podia ser mais perfeito!!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Izabel!!
    Fiquei bem surpresa de saber que a adaptação cinematográfica A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça, foi baseada em um conto do autor Washington Irvin, e também achei bem interessante saber que existe uma cidade conhecida como Sleepy Hollow, e fim gostei bastante de saber um pouco mais sobre A lenda do cavaleiro sem cabeça.
    Bjos
    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Já havia assistido ao filme com Johnny Depp, que é muito bom por sinal quando Tim Burton e Johnny Depp faziam filmes incríveis juntos, e comecei a assistir a série mas não achei lá aquelas coisas e parei. Mas o livro ainda não li, já acrescentei na minha lista de leituras. Bjs.

    ResponderExcluir
  13. O filme de 1999 com o Johnny Depp foi o primeiro filme de terror que assisti na vida, e foi aí que começou meu favoritismo pelo gênero haha. Mas não sabia que a origem era de um conto, agora fiquei muito interessada em lê-lo.

    ResponderExcluir
  14. Eu lembro desse filme com o Johnny Deep, adoro os filmes do Tim Burton, já fiz até trabalho na faculdade ( pintei um quadro) hahahahah baseado em filme dele.
    Espero ter a oportunidade de ler esse conto algum dia.

    ResponderExcluir
  15. Oi Izabela!
    Vi esse filme umas trocentas mil vezes rsrs
    Gosto mto, ainda mais por ter Deep no elenco...
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  16. Amei esse filme pode passar quantas vezes for eu vou assitir sempre e ainda de brinde tem o Johnny amei muito mais kkkk.

    ResponderExcluir
  17. Gente, não tinha pensado em olhar no dominio público! Vou ler hoje mesmo!

    ResponderExcluir