Título Original: Life Doesn’t Frighten Me
Autores: Maya Angelou e Jean-Mihel Basquiat
Tradução: Anabela Paixa
Ano: 2018
Editora: Darkside Books
Páginas: 48
Amazon

E edição de A Vida Não Me Assusta, trazida para o Brasil pela Darkside Books, é uma edição comemorativa de 25 anos da publicação da obra. O livro, que faz parte do selo Caveirinha da editora, tem como foco atingir o público infantil, mas se você tiver a oportunidade de ler este livro, tenho certeza que você se sentirá extremamente tocado.
No meu caso, o que seria uma simples leitura que não tomaria nem quinze minutos do meu tempo, acabou virando um grande soco no estomago e dias numa espiral de pensamento. Afinal, eu tenho medo de quê?
A organizadora do livro infantil, Sara Jane Boyer, escritora e editora, tem como foco associar ativismo social e artes em geral. Assim, surgiu o premiado livro que soma o poema da poeta e ativista Maya Angelou e as obras do artista Jean-Michel Basquiat, um dos mais renomados artistas plásticos do século XX. Dois artistas negros de universos distintos, mas que se identificam por manifestarem os mesmos tipos de obstáculos que já viveram, mas que nunca desistiram. Sendo assim, imagem e poema se unem e atingem o leitor de diferentes formas.
O poema fala sobre a vida, as inseguranças, os desafios, o universo ao nosso redor, fala sobre tudo. Fala sobre as questões universais que vivemos, que estamos passando hoje e que gerações e gerações passarão no futuro. O principal é perceber o quanto podemos utilizar de cada aprendizado da vida. A forma como tudo isso nos afeta, como tudo nos agrega e nos molda para virarmos o que somos como pessoas. Sem dúvidas este pequeno livro é a dose certa de coragem que precisamos.

A forma como este inofensivo livro irá te afetar, dependerá muito de você. Com certeza uma criança irá enxergar este livro de uma forma, talvez até compreender a parte mais superficial do poema, mas quanto mais velhos somos, quanto mais coisas vemos do mundo, mas coisas vemos também dentro dessas páginas e quando percebi isso, foi um verdadeiro choque.

A edição foi traduzida e provavelmente muito do significado do poema possa ter se perdido no meio do caminho, mas ao final da edição podemos ler o poema na integra. Nesta mesma sessão há um espaço para a biografia de Maya Angelou e de Jean-Michel, com um detalhamento de suas obras e o impacto de seus trabalhos e vida no mundo. 
Esta edição revela que mesmo com suas obras individuais e singulares, Maya Angelou e Jean-Michel conseguem conversar entre si, se complementam e conseguem passar uma só mensagem. E o leitor, com sua própria forma de absorver a obra, acaba contribuindo para esta leitura seja ainda mais, como uma forma de se manter sempre viva. Segue a minha recomendação para uma leitura em família, para os pequenos, que podem se encantar e se divertir ao dar seus primeiros passos no mundo mágico da fantasia e da imaginação, e também para os adultos, que poderão conhecer mais sobre estes artistas e se sentirem tocados por tamanha intensidade e delicadeza.

rela
ciona
dos