Mas Tem Que Ser Para Sempre? | Sophie Kinsella

Título Original: Suprise Me
Autora: Sophie Kinsella
Tradução: Raquel Zampil
Ano: 2018
Editora: Record
Páginas: 378
Amazon

Iniciamos esse livro com Sylvie descobrindo que seu marido fez algo errado. E logo depois temos Sylvie contando como tudo aquilo começou.

Casados há dez anos, Sylvie e seu marido Dan vão em uma consulta médica de rotina e lá descobrem que suas saúdes estão ótimas e que possuem muitos anos de vida juntos ainda. O médico faz uma piada sobre isso e diz que eles têm mais 68 anos juntos. O que seria uma boa notícia, já que o normal seria ficar feliz em passar a vida junto de alguém de quem se gosta, no entanto, os dois acabam ficando um tanto surtados com a notícia. O que eles fariam com esses 68 anos juntos? Como não deixar a relação morrer? Então, Sylvie surge com ideias inusitadas para que a relação não vire um tédio ao longo dos anos, porém muitas acabam atrapalhando o casal.

O casal já tinha uma vida perfeita no ponto de vista de Sylvie, então por que surtar tanto por isso? Mas é aí que o leitor vai vendo algumas falhas nessa vida tão perfeita que Sylvie acreditava que tinha com Dan. Ao longo do livro vamos descobrindo momentos que fazem Sylvie ficar chateada, como o fato de Dan nunca querer falar de seu pai. Sylvie tinha uma relação maravilhosa com o pai, que morreu em um acidente, mas Dan por algum motivo acabou se distanciando do sogro antes que esse morresse. O que será que pode ter acontecido?

"Sempre fomos um ‘casal com C maiúsculo’. Unido. Conectado. Líamos os pensamentos um do outro. Terminávamos as frases um do outro. Achei que não poderíamos mais surpreender um ao outro. Bem, isso mostra que eu não sabia de nada."


Já li vários livros da Sophie Kinsella e os adorei, porém em Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? eu não senti a escrita da autora que sempre traz momentos divertidos com as adversidades da vida. Fui em busca de um livro para me distrair e divertir, mas acabei encontrando outra coisa. Em certos momentos, o livro tem um certo tom brincalhão, mas nada do que esperaria de um livro da autora. Eu esperava mais desse livro.

No início os problemas conjugais que Sylvie e Dan estavam enfrentando em seu casamento foram até que divertidos, mesmo que eu não concordasse com todo o drama deles, mas depois me pareceu que Sophie Kinsella se perdeu e acrescentou um drama a mais que ficou desnecessário na história, fazendo com que sua personagem acabasse virando uma mulher obsessiva que faria de tudo para salvar seu casamento e Dan um ordinário de marca maior. Nesses momentos eu não conseguia ver o humor que tanto faz parte dos livros da autora. Alguém que já leu o livro, sentiu o mesmo que eu?

"Dan não quer fugir comigo. Ele quer fugir de mim."

Bom, se você está pensando me ler Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre?, já lhe adianto que não espere aquele humor tão gostoso da autora, mas apenas uma leitura para rir um pouco e se sentir um tanto decepcionada depois.

Quanto a adição, eu adorei a capa desse livro, achei que é bem ao estilo dos romances da autora, mas pena que não reflete nada sobre a história. As folhas são amarelas e a diagramação é bem espaçada, sendo confortáveis à vista. A narrativa é em primeira pessoa e fica por conta de Sylvie. 

19 comentários

  1. A capa deste livro é realmente lindinha e para os fãs da autora, criou-se uma grande expectativa neste livro e? Isso não foi suprido!
    Por tudo que andei lendo a respeito deste trabalho, a autora perdeu este humor tão comum em suas histórias e isso deixou o enredo não tão leve e nem tão descontraído.
    Se tornou uma história ruim? Não!
    Mas...não tão bom quanto os demais livros da Sophie!
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi!
      Isso mesmo. Sophie se perdeu na leveza que esse livro poderia trazer. Uma pena.
      Crislane B.

      Excluir
  2. Ola! Eu nunca li nada da autora, então não tenho muito como fazer uma comparação entre as outras histórias dela. Embora saiba que como você disse, são sempre muito bem humoradas e de fácil leitura. Acredito que ela tenha tido vontade de escrever algo mais dramadram mesmo, e tenha se perdido por aí.. Mas pra quem gosta da escrita dela, pode ser que encontre algo de positivo.

    Bjoxx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Aline!
      Isso pode ser um ponto positivo para quem queira começar por aqui, mas vai sentir muito a diferença quando for ler outros dela. :/

      Crislane B.

      Excluir
  3. Oi, Crislane,

    Esse equilíbrio entre o humor e a seriedade contida no enredo - além de ser dosado na medida certa -, é o que me faz mais ter vontade em realizar essa leitura.

    Certamente o conteúdo presente, de um relacionamento a dois e consequentemente os conflitos de se reinventar e a durabilidade ao todo, rende muito assunto a ser discutido...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daiane!
      Espero que possa ler e tirar um preveito que não consegui. Cada um tem sua própria experiência, né? <3
      Crislane B.

      Excluir
  4. A maravilhosa Sophie Kinsella, mais um romances cômico e divertido da autora haha
    A capa é fofíssima, e tenho certeza que assim como os outros livros da autora, esse também deve nos trazer situações bem engraçadas e nos arrancar boas gargalhadas rs
    Adorei a resenha, bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Andressa!
      O livro não funcionou tanto para mim, mas espero que funcione para você. Boa leitura!!
      Crislane B.

      Excluir
  5. Gostei da ideia de ir 'desenrolando' os problemas na história, dá um ar de mistério/suspense (que é o que tenho curtido mais no momento). Não acho que compraria, mas definitivamente tenho interesse em ler! Quem sabe se eu encher o saco da biblioteca... :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Puma!
      Como assim encher o saco da biblioteca? Vai insistir para eles adquirirem o livro? rsrs...
      Crislane B.

      Excluir
  6. Nunca li nada da autora, mas talvez seja interessante começar por este e depois ler outros com uma escrita mais " a cara dela" então, pra não decepcionar...rsrsrs
    Achei a capa linda, e gostei da sinopse ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tália!
      Verdade. É uma boa opção. Começar de um bem mais ou menos e ir para um bem bacana!!!
      Crislane B.

      Excluir
  7. Olá, ainda não tive contato com a escrita de Kinsella, porém a autora é bastante conhecida pelo humor e é claro que para alguém acostumado com suas obras cômicas, um livro mais voltado para o drama deve causar estranheza. Parece, contudo, que a autora consegue entregar a proposta de análise da vida conjugal de forma bastante consistente, ainda que algumas atitudes dos personagens parecem um tanto exageradas. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Crislane,
    Amo os livros da Sophie Kinsella, e fiquei um pouco desanimada com você falando que não parece muito com a escrita dela e tal, mas acho que ainda vou dar uma chance, porque gosto muito dela

    ResponderExcluir
  9. Oi Crislaine!
    Tenho lido algumas resenhas sobre esse livro, estou gostando mto de ler opiniões diferentes porém bacanas sobre o enredo e sobre a escrita da autora, espero ter oportunidade de ler em breve.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  10. Pena que a história não foi tão divertida quanto vc esperava. Também acho que os livros da autora são leves e engraçados e quando sai um pouco dessa estrutura é estranho. Vamos esperar pelo próximo!

    ResponderExcluir
  11. Oi Crislane,
    Por mais que Sophie Kinsella seja uma autora que eu só ouça comentários positivos, ainda não li nenhum de seus livros e talvez seja porque o gênero que ela escreve não seja o que mais me chama atenção. Trazer uma história com um casal de protagonistas que se conhecem e tem uma relação estabelecida é o que mais se destaca nessa trama, para mim. Aqui a autora tem a oportunidade de mostrar ao leitor outros pontos de uma relacionamento como a rotina de um casal que já vive alguns anos juntos e os problemas ou dificuldades que com ela vem. Poderia ser um livro bem mais engraçado (em um todo) com situações para fazer o leitor se identificar em algum ponto, mas a autora tentou explorar mais o drama e perdeu a chance de fazer com que Mas Tem Que Ser Mesmo Para Sempre? fosse um livro com algo a mais. Ainda assim tenho certeza que alguns fãs da autora poderão apreciar a leitura.

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li nada da autora, embora seja bem comentada, é uma pena que esse livro deixa a desejar, pensei que seria mais divertido e que tivesse mais situações inusitadas referentes ao que a personagem planejaria para os dois. Achei que não deve ter ficado legal a autora ter mudado tanto o Dan, parecia que ele era um cara legal.

    ResponderExcluir
  13. Oi Cris,
    Eu li a algum tempo que a autora estava tentando dar mais drama as suas histórias, parece que conseguiu, rsrs.
    Eu tenho bastante vontade de ler esse livro, até porque sempre gostei da escrita da Sophie, mas, como você, o que sempre me conquistou foi o humor que ela traz, mesmo quando o assunto é mais dramático, pena esse enredo não conter tanto isso.
    Ah, sobre Dan, bem, não sei porque a autora resolveu fazer o leitor não gostar dele, mas eu esperava um romance mais leve.
    Ainda quero ler, acho bacana ter a minha visão da história..
    Beijos

    ResponderExcluir