A Perdição do Barão é o segundo livro lançado pela autora Lucy Vargas e publicado pela Bertrand Brasil em 2018. Aqui temos um romance de época ambientando nos anos 1800, com o diferencial da narrativa ser na visão única e exclusiva do protagonista masculino.

Patrick é um jovem Barão fadado ao fracasso amoroso. Sua mãe fugiu com o amante há alguns anos e seu pai também não quer saber de seus filhos legítimos morando na mesma casa com a amante e seus bastardos e deixando de assumir seus títulos e propriedades. Com essa abstenção, todas as responsabilidades recaem sobre Patrick por ser filho homem, já que só possui Grace como irmã.

Hannah é a melhor amiga de Grace e paixão secreta de Patrick. Desde sempre ele nutre sentimentos pela moça que não nota a sua presença como ele gostaria. Mesmo assim ele está sempre perto, sendo gentil, educado e dando apoio em vários momentos em que ela necessitou. ,Sua irmã Esther é casada, totalmente infiel e nada discreta. Seu pai nunca está presente. A avó, Duquesa de Stokenham, é uma megera insensível e controladora. A única pessoa que se importa verdadeiramente com ela é a sua mãe, Lady Abbott, que acaba de receber a notícia de que o único homem que amou acaba de falecer, a deixando abatida e sem forças para continuar.

Quando a família de Hannah acaba virando hóspedes em uma das suas propriedades de Patrick, ele tem a chance de se aproximar e demonstrar todo o seu carinho, mas o coração de Hannah pertence a outro homem que passa a visita-la frequentemente, acabando com as esperanças que ele nutria em relação as suas intenções, mas jamais com o seu amor.

Uma viagem a negócios que precisa fazer é uma forma de fuga que Patrick encontrou para manter-se distante dessa paixão proibida e sofrer menos em estar perto daquilo que deseja, mas que não tem uma maneira de possuir. Tamanha é a sua surpresa ao retornar e precisar salvar a sua jovem amada da desilusão de ser abandonada e dos pretendentes horrendos que a Duquesa impôs a neta. Toda essa confusão acaba no altar, e agora o Barão tem como esposa a mulher dos seus sonhos. Mas como conquista-la? Como apagar as memórias do passado? Como mostrar que seu coração sempre foi e sempre será dela? É o que Patrick se pergunta todos os dias.

Lucy Vargas vem numa constante com os romances de época. Sendo este o segundo livro lançado pela editora, em A Perdição do Barão a autora explora mais os escândalos familiares da aristocracia inglesa e assim molda um personagem desacreditado do amor. Porém, como temos apenas a perspectiva masculina da história em primeira pessoa, o que é o maior diferencial do livro ao meu ver, é interessante acompanhar a forma como a cabeça de Patrick funciona, lidando com todas suas inseguranças. Assim como o protagonista, também não sabemos o que se passa na mente de Hannah, então sofremos e torcemos junto com ele para que os seus sentimentos sejam recíprocos.

Durante a leitura é muito fácil de se apegar aos personagens, e esse Barão é totalmente diferente dos que conhecemos dentro do gênero. Ele é sempre gentil, educado, respeitoso e fiel, o que nos faz suspirar e desejar um homem desses em nossas vidas. Hannah talvez não enxergue a princípio, talvez fruto da ingenuidade e da decepção que sofreu, mas aos poucos seu coração se abre para novas descobertas e é lindo de acompanhar todo este despertar. Ah… e se vocês gostam de cenas bem descritas, já aviso que as cenas eróticas são de tirar o fôlego!

Um pequeno destaque para a capa deslumbrante que a editora preparou. É linda e casa perfeitamente com toda atmosfera da leitura. Ao final da edição temos alguns esclarecimentos citados pela autora, onde compartilha com o leitor diversas curiosidades do processo criativo da história. Lucy Vargas se preocupo muito em trazer o máximo de fatos históricos para seu livro e sem dúvidas isso é muito enriquecedor.


Título Original: A Perdição do Barão
Autora: Lucy Vargas
Ano: 2018
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 378
Amazon

rela
ciona
dos