The Walking Dead é conhecida do grande público pelo grande sucesso que faz na televisão, exibida aqui no Brasil pelo canal de TV por assinatura FOX, e que já está na sua 9º temporada. Mas a maioria de seus espectadores nem faz ideia de que essa renomada franquia apareceu pela primeira vez nas páginas dos quadrinhos americanos, no longínquo ano de 2003. Criada por Robert Kirkman e Tony Moore, a história dos caçadores de zumbis em meio a um grande apocalipse, onde filhos, esposas, maridos, pais e até mães são assassinados virando criaturas horrendas e perseguidoras, virou rapidamente uma grande febre nos Estados Unidos.

Mas não é apenas de quadrinhos e séries televisivas que The Walking Dead vive, a franquia também conta com jogos de tabuleiros, vídeo games e até com uma série incrível de livros.

A série de livros chegou ao seu oitavo volume publicado aqui no Brasil no fim do ano passado pela Editora Galera. Retorno Para Woodbury traz novamente a equipe de Lilly Caul, que no segundo volume, precisou fugir da cidade e procurar um novo lugar para tentar se esconder e assim, sobreviver com o que restava de insumos e habitantes. Agora, depois de encontrarem esse lugar, a Srta. Caul quer voltar para a cidade que abandonou e ver como as coisas ficaram por lá após a passagem de todos os zumbis.


Nunca fui muito fã de filmes, jogos, séries ou livros que tratassem de zumbis, não por medo, apenas por achar desinteressante uma briga entre humanos e algo irreal. Prefiro livros onde esse confronto se dá entre seres da mesma espécie, inclusive, nunca vi um capítulo se quer completo da série de TV, mas o contato com os quadrinhos me fez achar essa premissa mais interessante do que eu achava.

Esse gênero, abordado em The Walking Dead, cativa as pessoas pelo medo de como seria um apocalipse, de como somos pequenos e pouco preparados para lutar e sobreviver nas condições que seriam impostas nessa situação. A mesma temática é abordada em filmes onde a luta entre extraterrestres e humanos existe, os filmes sobre invasões alienígenas também são comumente grandes blockbusters.

Retorno Para Woodbury foi meu primeiro livro de TWD, comecei pelo oitavo livro, para conhecer a franquia literária e para ver se realmente seria importante os volumes anteriores, e sim, são muito importantes, me senti perdido na leitura, não conhecia todos os personagens e a história em si tem bastante diferenças entre as três principais vertentes da franquia: TV, quadrinhos e livros, com alguns personagens tomando rumos diferentes nos três lugares.

Entretanto, agora vamos falar propriamente do livro. Que livro! Com muita ação, cenas muito bem ambientadas, problemas psicológicos e de estratégia muito bem descritos durante todo seu decorrer, mostrando toda aflição e o medo que ronda a mente de cada um dos personagens sobre como será o retorno para a cidade que era tomada de zumbis quando eles fugiram, mas que mesmo assim, continua sendo um lar, o lugar de onde fugiram.

Procurei ver a opinião de outras pessoas em sites como Goodreads, Amazon e Skoob, e não foi difícil encontrar várias pessoas dizendo que começaram a ler a série por este volume ou que haviam parado a série em determinado livro e que deram uma nova chance a ela em Retorno Para Woodbury. Em comum entre elas era a opinião de que o livro havia feito elas gostarem mais da série, ficarem intrigadas e irem atrás dos livros que faltavam. A mesma opinião que eu tive ao terminar o último lançamento literário da franquia.

O final do livro é aberto, como imagino que os outros livros também sejam, já que claramente o autor prepara o terreno para o volume seguinte, deixando a saga dos personagens principais com o final ainda desconhecido.

Gostei muito da minha primeira experiência, mesmo tendo o tema principal o apocalipse zumbi. Fiquei atraído pela forma de escrita e pela ação constante da literatura de Jay Bonansinga, autor responsável por todos livros da série.  Com certeza vou começar a série agora da maneira correta, comprando o primeiro volume: A Ascenção do Governador. Confesso que fiquei com um pé atrás apenas por ter visto vários leitores que haviam largado a série no meio retornando só agora, já que muita gente acabou retomando a leitura da série neste volume e acharam esse livro o melhor de todos. Mas em breve retorno, dizendo para vocês o que achei do começo dessa saga de pessoas que tentam manter sua sanidade em meio ao mundo tomado por zumbis que comem gente.

E vocês, como agiriam em meio a um apocalipse zumbi? Vocês se sentem atraídos por esse estilo de literatura, séries e filmes?


Título Original: Return to Woodbury: The Walking Dead #8
Autor: Jay Bonansinga
Tradução: Ryta Vinagre
Ano: 2018
Editora: Galera Record
Páginas: 294
Amazon

rela
ciona
dos