N. | Stephen King

28 maio, 2019 Por Joi Cardoso

O psicanalista, Dr. Bonsaint, cometeu suicídio e sua irmã tenta entender o que levou ele a cometer tal ato. Tudo inicia quando Bonsaint deixa para trás um envelope com a seguinte mensagem. Queimar! Dentro há um caso inteiro documentado de um paciente chamado apenas de N. As sessões de análise revelam que o paciente apresentava problemas Transtorno Obsessivo Compulsivo e ao longo das páginas percebemos que o problema irá se agravando. N. tem uma obsessão por um círculo de pedras, porém descobrir os mistérios por trás da localização e o que acontece neste local, é um caminho sem volta e poderá deixar a humanidade a mercê do desconhecido.

Este é o plot da HQ e logo no início da leitura, senti muita influência de H. P. Lovecraft, o que acabou se confirmando depois que fui ler mais sobre o conto de Stephen King. Aqui no Brasil ele foi lançado em 2011 na coletânea Ao Cair da Noite e saiu pela Editora Suma. Ele é inspirado na novela chamada O Grande Deus Pan, de Arthur Machen.

Com o roteiro de Marc Guggnheim e arte de Alex Malley, ambos profissionais da Marvel, N. apresenta uma história cheia de elementos já conhecidos pelos fãs de King. Marc e Alex captam toda a atmosfera sombria dos cenários do autor e impressionam por terem êxito em mexer com a imaginação do leitor e aguçar a nossa curiosidade com um conto psicológico de qualidade, que aborda, querendo ou não, um tema comum.

A história é pesada, mas não de forma sanguinária, ela trabalha muito bem os obstáculos da mente humana, o medo do desconhecido e monstros criados (ou não) na nossa imaginação. Com uma pegada que trabalha o preto com cores mais quentes e frios apenas quando necessários, a arte faz toda a diferença para o enredo e narrativa. Transmite muito bem um sentimento de angústia e também uma sensação claustrofóbica.

Os elementos sobrenaturais, flertando com a loucura dos personagens são fatores que sempre me intrigam durante a leitura de uma história. A batalha que os personagens travam contra suas próprias mentes, é o que nos torna humanos e perceber esta possibilidade ruindo diante todas as complexidades da trama é sem dúvidas um dos grandes atrativos na narrativa dentro do gênero do horror para mim.

Eu ainda não li o conto original, mas me dou muito melhor com as adaptações do King. Esta é uma leitura que pode servir como uma chave para o mundo de King e tudo que ele é capaz. A edição da Darkside não fica para trás e entrega um exemplar único e que faz jus a este trabalho belíssimo. Eu queria muito que mais obras de Stephen King fossem adaptadas para os quadrinhos, pois sei bem o quanto o autor é bom em fornecer informações para a construção de um cenário visualmente detalhado.

O conto vai virar uma série de TV e a adaptação se chamará 8 e foi anunciado pelo estúdio Gaumont. Porém, já existe uma web-série no youtube. Ansiosos para ver esta história ganhando também as telinhas?

  • Título Original: N.
  • Autor: Stephen King, Marc Guggnheim e Alex Malley
  • Tradução: Érico Assis
  • Ano: 2018
  • Editora: Darkside Books
  • Páginas: 128
  • Amazon

rela
ciona
dos