Logo que finalizei a leitura do primeiro mangá desta série, um desejo incontrolável de saber o que aconteceria a seguir cresceu de um modo que só um leitor ávido poderia entender. A minha sorte é que a Darkside não se demorou muito para lançar o volume dois de A Menina do Outro Lado, e é sobre ele que falarei hoje.

Recapitulando a trama inicial, aqui temos um país dividido entre as pessoas normais e os seres amaldiçoados. Os dois protagonistas deste mangá representam cada um dos dois lados. Shiva é uma garotinha que foi acolhida por Sensei, uma criatura meio animal, mas com hábitos humanos, e por ser amaldiçoado não pode ser tocado por ela. Mesmo após todos os alertas de Sensei sobre os perigos que os rodeiam, Shiva é apenas uma criança e nada disso é suficiente para que ela não nutra a vontade de sair em busca da sua querida tia desaparecida. Quais seriam as consequências de quebrar a regra de nunca sair sozinha?

O segundo volume inicia exatamente onde o primeiro termina, quando o grande chiffhanger é revelado. Porém, as dúvidas não são sanadas, pelo contrário, o desenvolvimento em cima disso acaba despertando mais perguntas do que respostas e devido a isso, agora temos um Sensei mais intrigado, tentando entender o que Shiva, aparentemente, tem de especial.

Aqui também seremos apresentando a outros personagens, e mesmo que suas aparições sejam breves, isso expande ainda mais este universo, amadurece a trama e nos faz questionar a verdade por trás desta realidade sombria. Sem dúvidas um alerta é ligado em nossas cabeças quando visualizamos uma nova perspectiva dessa história.

Assim como o primeiro volume, a leitura é instigante, as páginas rolam e você nem percebe. Queremos saber mais sobre este mundo e os mistérios desses personagens e claro que ao longo do caminho nos apaixonamos ainda mais por eles. Shiva continua demonstrando sua doçura, tocando Sensei e encantando o próprio leitor. Seu olhar inocente sobre um mundo desconhecido faz da trama algo mais leve e sensível, despertando sentimentos distintos, numa narrativa que já apresenta uma atmosfera sombria em sua essência. É um contraste tão presente, um jogo entre luz e escuridão, existente não só na história, mas entre os personagens e também no traço belíssimo de Nagabe.

O segundo volume de A Menina do Outro Lado, consegue ser ainda mais instigante. A trama fala sobre afeto, amor ao próximo e empatia e por este motivo só encanta. E mesmo que apresente uma realidade fantasiosa, a história levanta discussões e abre uma porta para que o leitor compreenda, de uma forma diferente, temas sociais da nossa própria realidade. Isso é tão incrível!

Não comentei na resenha anterior, mas a tradução foi feita direto do japonês, então se você presa por este cuidado pode agradecer a editora. Espero que A Menina do Outro Lado lhe acolha, da mesma forma que fez comigo. Agora é torcer que a Darkside traga os outros volumes e que isso não demore muito, visto a ansiedade que eu estou sobre os novos rumos da trama.

  • Título Original: A Menina do Outro Lado Vol. 2
  • Autor: Nagabe
  • Tradução: Renata Garcia
  • Ano: 2019
  • Editora: Darkside Books
  • Páginas: 176
  • Amazon

rela
ciona
dos