Infinitum é o livro de estreia do autor nacional Alexandre Bento, publicado de forma independente e distribuído gratuitamente no site do autor.

Nesta história conheceremos Alex, um jovem que não deseja envelhecer. Aliás, quem nunca pensou nisso, certo? Porém o que parece ser impossível, parece se mostrar como uma possibilidade depois que Alex, seus amigos Bruce, Cris, Drago, Pingo e Everest, descobrem o segredo do professor Rock, um homem que, aparentemente, sabe tudo sobre a vida e a também sobre a morte. Infinitum apresenta para a gente uma história que falará sobre o amor, a amizade principalmente, mas que surpreenderá com alguns elementos fantásticos presentes na trama, que nos levarão para uma jornada em busca da vida eterna.

Alex e seus amigos estão sempre metidos em uma grande aventura e é devido a isso que curti tantos estes personagens secundários. Eles ajudam a equilibrar a história com os momentos mais divertidos! Aqui temos um guru do amor, o mestre dos disfarces e um menino que troca de emprego como troca de roupa, cada aparição inusitada dele sempre colocava um sorriso no meu rosto. Ah! E claro, temos Ana, a garota dos sonhos de Alex. Mas pelos amigos de Alex que escolhi o único final possível desta história.

Em Infinitum o autor possibilita ao leitor fazer uma grande escolha no final, algo muito parecido com que o próprio protagonista da história precisa fazer em dado momento da história. A ferramenta é muito legal porque aos poucos, ao longo que vamos conhecendo Alex e seus amigos, vamos descobrindo o que se torna o mais importante para eles e isso vai pesar muito nesta escolha. Então, preparem-se para três finais alternativos, onde você poderá escolher qual o destino de Alex! Como eu sou curiosa, eu acabei lendo todos dois dos finais possíveis, mas recomendo muito que vocês entrem na brincadeira.

A narrativa de Infinitum segue um ritmo bom, mas confesso que o início é um pouco repetitivo ao tentar contextualizar o leitor, que não viveu nesta época, sobre a rotina de Alex e seus amigos na escola. Depois disso o livro ganha dinamismo, ainda mais com a cenas de ação que prenderão totalmente a atenção do leitor. Estas cenas permitem que eu faça uma comparação audaciosa aqui com a relação de amizade que conhecemos entre Harry, Rony e Hermione. Assim como o trio, o grupo de Alex se encontrará em aventuras extremamente perigosas que fortalecerão ainda mais a amizade do grupo.

É interessante também saber que Alexandre Bento iniciou esta história aos 16 anos de idade e muitas das situações encontradas aqui foram inspiradas em suas próprias experiências pessoais. Há também a inclusão de algumas brincadeiras corriqueiras daquela época, assim como alguns hábitos, o que é algo interessante de perceber. O enredo apresenta uma realidade em que envolverá os planetas do nosso sistema solar e possui uma mitologia bem peculiar para explicar isso. Vou comentar pouco sobre, mas explorar o significado disso trará muitas revelações a história e aos personagens.

O autor recheou a obra de músicas que irão acompanhar a leitura. Ao longo dela, irá aparecer diversas músicas que serão mencionadas pelos personagens, afinal, estamos falando dos anos 80, certo? Há quem diga que foi a melhor década musical! Para conferi-las, basta você clicar no nome das músicas, dependendo do aplicativo que você estiver fazendo a leitura. Outro ponto positivo que fará parte desta imersão é que, enquanto tais referências musicais ou até mesmo da cultura pop da época aparecer, o autor/narrador irá conversar diretamente com o leitor através das notas de rodapé, onde ele se preocupará em explicar todas as curiosidades.

Enfim, Infinitum é uma revisita a nossa adolescência, ao turbilhão de emoções que só o primeiro amor traz, a rixa entre grupinhos, mas que também evoca a saudade dos amigos de escola. Eu mesma mantenho amigas deste tempo até hoje e nosso único assunto quando nos encontramos é exatamente todas nossas façanhas de antigamente. Por isso curti tanto a leitura, está é uma história para jovens, mas que carrega toda a nostalgia da época dos anos 80, então é fácil se identificar, tenha a idade que tiver! Ao final a mensagem passada no livro é que você nunca se sinta velho,  mesmo que o mundo lhe diga ao contrário, sempre há tempo para fazer o que você quiser.

Esta é uma história divertida, mas que ao final lhe relembrará uma grande lição. Recomendo!

  • Infinitum - Você quer viver para sempre?
  • Autor: Alexandre Bento
  • Ano: 2019
  • Editora: Independente
  • Páginas: 319

rela
ciona
dos