O rei está voltando, vocês estão preparados? Stephen King está retornando às nossas livrarias, seu novo livro, chamado If It Bleeds, algo como “Se Isso Sangrar”, foi lançado nos Estados Unidos no final do mês de abril e tinha previsão de ser lançado por aqui no mês de julho, porém com a atual pandemia e com o país de pernas para o ar, fica difícil saber se essa previsão será cumprida realmente, mas mesmo assim resolvi já trazer a resenha para vocês!

O livro é uma coletânea de quatro novelas inéditas do autor, chamadas If It Bleeds que da nome ao livro, Mr. Harrigan’s Phone, The Life of Chuck e Rat.

Já posso adiantar que não é só o King que está de volta neste livro, se você já conhece Mr. Mercedes poderá reencontrar a magnifica Holly, que terá seu retorno marcado no terceiro conto. Dessa vez sem a companhia de seu mentor, Bill Hodges, ela finalmente assume seu merecido protagonismo, tomando conta de uma história assustadora, abordando atentados à escolas e a responsabilidade da mídia em noticiar este tipo de caso. Eu tenho um carinho enorme pela personagem de Holly, ela é fortíssima, guerreira e apesar de possuir seus problemas e medos, sempre busca enfrenta-los da melhor forma, mostrando toda sua força, com muito empenho, personificando toda força feminina e criando uma personagem memorável.

Os outros três contos também são muito interessantes, mas abordam pontos diferentes do estilo de King. O primeiro, Mr. Harrigan’s Phone, conta a história de uma amizade entre um idoso e um garoto, abordando novamente temas presentes da nossa sociedade, como a familiarização de uma pessoa de idade com um Iphone e o quanto isso pode mudar a vida de uma pessoa, sem deixar de lado aquela pitada sobrenatural que nosso maravilhoso autor sempre adora dar às suas histórias, afinal, não seria King se ele não falasse de coisas cotidianas utilizando-se de uma descrição forte e colocando situações absurdas em meio aos fatos normais.

O segundo conto é o mais chocante em termos de realismo. Nele o mundo está enfrentando problemas que podem levar ao apocalipse, fato que gerou inclusive um pedido de desculpas público do autor, já que o conto apresenta a previsão de um caos mundial e acabou sendo lançado em plena pandemia causada pelo COVID-19. Porém a história não traz muitos elementos que possam ser comparados diretamente com o que estamos vivendo. “A Vida de Chuck”, como é chamado, traz uma estrutura textual muito original, contando a história de um homem de 39 anos prestes a morrer e no seu desenvolvimento vai voltando no tempo durante a vida de Chuck, começando pelo seu final e acabando em seu nascimento. Essa é uma novela boa, mas novamente deixa a desejar um pouco nos detalhes que grandes fãs do autor esperam de suas obras.

O terceiro conto, como já disse aqui, é a nova história de Holly, que sem dúvida é digna de cinco estrelas facilmente! Seja pelo apelo saudosista que causa em que leu a trilogia Mr. Mercedes, seja pelo seu enredo, pela sua estrutura, pela personagem maravilhosa que é Holly ou pelo seu desenvolvimento, ou seja, tem tudo que desejamos em uma obra, ainda mais nas de Stephen King, que tão poucas vezes se aventurou em escrever suspenses policiais. Esta é a história maior também, com mais de 200 páginas de puro mistério, suspense e ação.

Eu sempre comento que não gosto muito de ler livros de contos, por achar que falta espaço para um desenvolvimento mais qualificado da história, o trabalho de King vai de encontro a este meu pensamento, já que os contos dele não tem 10 ou 20 páginas e sim mais de 100 na sua maioria, como são os contos deste livro. Porém, é inegável que If It Bleeds é o único dos quatro que possui um formato que me agrade plenamente, elevando muito o nível do livro.

Na minha opinião, os outros 3 contos estão muito aquém do conto central, o que me gera uma dúvida cruel: porque não um livro só para Holly? A verdade é que, talvez, se eu lesse os 3 contos secundários em um livro onde não houvesse a continuação da história de Holly, teria uma opinião melhor sobre eles.

Para finalizar, o livro e a nossa resenha, temos ainda “Rat”, um conto sobre a loucura causada na mente de um escritor que simplesmente para tudo na sua vida durante um ano para tentar escrever sua obra prima. A história fala sobre a dificuldade que é criar essa história e o quanto ele se sente pressionado para conseguir fazer isso. Sem dúvida, infelizmente foi o conto mais fraco dos quatro para mim.

Se eu fosse fazer uma avaliação individual, dando estrelas apartadas para cada conto, os dois primeiros levariam 4 estrelas, talvez até 4,5, o último ganharia 3, e o de Holly 5 favoritado. If It Bleeds é uma história daquelas que é construída de uma forma tão boa que chega a ser perfeito, está no seleto grupo de histórias que dificilmente leremos algo parecido saindo de outro escritor, mas os outros 3 contos baixam um pouco a qualidade geral do livro.

Para quem ficou curioso com a obra e quer que ela chegue logo em terras tupiniquins, seu lançamento estava previsto para o final do mês de junho, antes da pandemia, foi adiada para julho, e assim esperamos que aconteça, mas acredito que, infelizmente, deva atrasar um pouquinho mais.

  • If It Bleeds
  • Autor: Stephen King
  • Tradução: -
  • Ano: 2020
  • Editora: Scribner
  • Páginas: 448
  • Amazon

rela
ciona
dos