O Jogo da Imitação - Crítica

The Imitation Game

Lançamento: 05 de fevereiro de 2015
Com: Benedict Cumberbatch, Keira Knightley, Matthew Goode
Gênero: Biografia, Drama

O próximo livro resenhado para o Especial Oscar é também uma adaptação literária. Na verdade o filme é vagamento inspirado na obra de Andrew Hodges de nome Alan Turing: The Enigma. O filme, O Jogo da Imitação contará a história de vida do matemático Alan Turing um dos pioneiros na ciência da computação no mundo. 

Passados na segunda guerra mundial, Turing foi responsável por um grupo de estudiosos no projeto Ultra que tinha como único objetivo descodificar as mensagens de guerra da Alemanha Nazista, chamadas de Enigma. Com seu feito, Turing e sua equipe foram responsáveis por salvar milhões de vidas.

O contraponto do enredo é desvendar não só os códigos nazistas mas também, por se tratar de uma biografia, desvendar o segredo de Turing que com 27 anos se foca excessivamente em seu trabalho e na unicamente na lógica. O comportamento de Turing não poderia ter tido melhor representação do que a feita por Benedict Cumberbatch, com resquícios da sua desenvoltura de Sherlock, o ator soube interpretar todo o mistério do personagem.


Alan teve uma vida agitada, conturbada e conflitante, mesmo depois, quando visto como um herói de guerra teve que encarar a dura realidade, lidar com o preconceito e perseguições sob sua posição sexual. Naquela época a homossexualidade era vista como uma doença na sociedade europeia, tratada com hormônios e tratamentos médicos, dentre ele a castração química por injeções de estrogênio.

(In)Felizmente com o final do filme podemos ir mais longe diante a interpretação e aos dramas vividos por Turing, que apesar de se esconder na sua genialidade não conseguia conviver com o preconceito. Turing foi um incompreendido mas com a ajuda dos flashbacks da sua infância conseguimos entender um pouco mais seu jeito metódico. Um gênio desperdiçado pela ignorância humana. 

Antes de ver o filme eu não conhecia nada sobre a vida de Alan Turing e confesso que fiquei muito surpresa, eu adoro qualquer filme que se passe na primeira e segunda guerra mundial mas apreciar O Jogo da Imitação me permitiu entender ainda mais como funcionava a guerra por trás das linhas de frente. Quais eram e como funcionavam as cabeças pensantes.


Também me permitiu conhecer mais sobre os costumes da época, a disputa interna na União Europeia para saber quem derrubaria Hitler e a posição da mulher em meio a guerra. Que a minha querida Keira Knighley interpretou muito bem, aliás, é como se Keira tivesse nascido para atuar em filmes de época, alguém concorda? Keira no papel da destemida Joan Clark, fez jus há verdadeira Joan que foi uma mulher à frente do seu tempo e de extrema inteligência. 

Apesar do enredo simples, o filme é recheado de elementos intensos que cativam o telespectador, tudo é uma corrida contra o tempo. Apesar disso, não achei que o filme foi excepcional, gostei bastante da atuação de Benedict e de Keira mas não achei eles dignos ao Oscar, pelo menos não comparado a quem estava no páreo este ano, o que é uma pena.


Os roteiristas e o diretor Morten Tyldum conseguiram nos entregar uma sensibilidade sem igual em O Jogo da Imitação, o filme foi guiado da forma necessária, para emocionar, chocar e cravar em nossas memorias o grande homem que perdemos tão precocemente. O título do filme, assim como é explicado no mesmo, se remete a teste proposto por Turing onde ele questiona a existência de inteligência artificial das máquinas.

Recomendo o filme para quem pretende descobrir mais sobre a história do mundo e deste grande homem que com apenas 24 anos já era consagrado como um gênio cientista britânico, que reduziu a segunda guerra mundial em 2 anos e que só depois de 55 após sua morte, obteve o perdão formal em nome do governo e da Rainha Elizabeth II pelo tratamento preconceituoso que teve; Talvez se Turing ainda estivesse vivo ele poderia escolher em perdoar ou não a Inglaterra depois de tudo que fez por seu país.

27 comentários

  1. Oi Joi, tudo bem? :)

    Já ouvi comentários sobre o filme, mas nada que realmente me impulsionasse pra ve-lo sabe? Mas, confesso que agora fiquei curiosa!

    Não sei se é exatamente meu "tipo de filme", no entanto gostei de tudo que disse sobre ele. Ouvi mesmo falar que o filme tem muitas coisas diferentes do livro, e fiquei curiosa pra saber mais :)

    Beijos! ;*
    Letras Eternas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não li o livro, não teria esta percepção de diferença, mas quanto ao filme é ótimo!

      Excluir
  2. Oi, tudo bem?
    Esse filme é realmente maravilhoso, adoro histórias de época, principalmente na época do Hitler.
    Esse cara foi o cara mesmo, só achei uma pena o final
    Beijos

    www.estranhanoparaiso.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu estou para assistir este filme, achei bem bacana
    Beijos
    www.estilogisele.com.br

    ResponderExcluir
  4. Filmes baseado em histórias reais sempre são bons, quando falam de segunda guerra mundial, chega da um aperto no peito...
    Certamente darei uma olhada!
    bjs da Le
    Le Versos & Controvérsias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Lê, a ligação com o telespectador é muito maior quando a história é verídica.

      Excluir
  5. Oi Joy! O filme parece ter uma história tão tocante e envolvente, coisa bem de longas sobre as guerras mundias. E Keira realmente parece que nasceu em outros tempos. Vou retirar um dia em que no humor certo para assistir.

    Beijos,
    http://www.bibliotecandocomacris.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela sempre arrasa em filmes de época, não importa o século!

      Excluir
  6. Quero muito ver esse filme. são questões realmente interessantes e um ótimo elenco.
    http://www.coisasdeumleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Joy, sua linda, tudo bem?
    Eu vi o cartaz desse filme sendo exibido nas salas de cinema, mas confesso que não sabia nada sobre a história dele e nem que esses fatos aconteceram, que essas pessoas não são fictícias. Sabe o que eu acho impressionante? É que a cada filme sobre essas guerras, eu descubro um fato novo, como isso é possível? Também é um assunto que sempre me leva a abrir um livro ou ver um filme. Adoro essa atriz e concordo, ela é perfeita para filmes de época. Sua crítica ao filme ficou ótima!!!!! Estou gostando muito das postagens sobre filmes.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada flor, ficamos felizes em te proporcionar informação =D

      Excluir
  8. Oiie,
    Eu estou apaixonada pelo Benedict Cumberbatch desde que assisti ao primeiro episódio de Sherlock. Então você deve imaginar a minha vontade de assistir a esse filme né??
    Gostei muito da sua resenha!!

    Beijos,
    Juh
    http://umminutoumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Ja vi esse filme e ele é muito bom! Acho que faltou explorar alguns pontos ai, mas não tira em muito a qualidade da obra. Claro que sendo uma grande fan do Benedict dizer que a atuação dele foi incrível é ser bias, mas o elenco todo fez muito bem o seu papel.

    Bjs
    http://livros-e-tantos-vicios.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, sou como você e adoro filmes que se passam no período das Grandes Guerras, esse particularmente me interessou, esse típico preconceito que os grandes gênios sofreram é revoltante. Vou procurar par,a assistir o quanto antes! Parabéns pela resenha!
    Bjuuuu grande, Raíssa.
    botecodaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tu adora, assim como eu, este filme é ideal para você, mas lembre se é mais sobre as partes táticas, não das linhas de frente.

      Excluir
  11. Concordo muito! Acho que a Keira araza em filmes de época! Adoro Anna Karenina!
    Quero MUITO ver esse filme!
    Beijos, Ana do dia ♥

    ResponderExcluir
  12. Olá, adorei a dica, não conhecia o filme e me passou uma primeira impressão muito boa!!
    Fiquei bastante interessada porque gosto desse gênero!
    Abraços
    www.estantedepapel.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Joi, tudo bem?
    Esse filme parece ser bem intenso e com um drama bem atual. Gosto particularmente de filmes ambientados nesse período e a dica está mais do que anotada.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://amanda-almeida.com.br

    ResponderExcluir
  14. Também não conhecia a vida do Turing antes do filme e foi um surpresa surpreendente, um grande homem. Que filme sensacional! Esse é do tipo que todos deveriam assistir.

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Wis, como sou uma boa nerd, amei conhecer sobre o pai dos computadores, para mim valeu muito a pena!

      Excluir
  15. Nossa , não sei oq está acontecendo, mas nenhum filme tem me chamado atenção ultimamente.. Não tinha ouvido falar nada a respeito dele ainda , mas particularmente não gosto de filmes assim , muito menos de época.. Então não o veria por livre e espontânea vontade ..

    ResponderExcluir
  16. Ultimamente estou procurando filmes com esse tema de guerra, nazista e etc.
    Mas não conhecia o livro e nem o livro.
    Vou procurar para assisti.
    Adorei o post.
    Beijos
    Coleções Literárias

    ResponderExcluir
  17. Quando assisti também não gostei tanto a ponto de dar 5 estrelas, mas é um filme muito sensível e acho super válido as pessoas assistirem. Amo o Bennedict, lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao final fiquei com a dúvida, mas depois refletindo e na construção da resenha consegui fazer as analises necessárias e classificar. Eu adorei.

      Excluir
  18. Nossa você conseguiu me fazer querer muito assistir ao filme, fiquei muito curiosa para saber como foi toda essa pressão ante ao preconceito, e a derrubada de Hitler, que pra mim foi uma das pessoas mais inteligentes que existiu. O papel da mulher na guerra, principalmente. Só pontos interessantes em um só filme hein?!

    ResponderExcluir