Resenha: Paraíso

12 set, 2015 Por Joi Cardoso

Título Original: Paraíso
Autora: Deyse R. Nicoli
Ano: 2012
Editora: Novo Século
Páginas: 400
Compre aqui

Já faz um tempinho que este livro chegou aqui em casa, mas como dizem, antes tarde do que nunca! Hoje trago a resenha de Paraíso da autora nacional Deyse R. Nicoli.
Paraíso é a típica história de cura, onde dois personagens procuram superar os traumas que a vida lhes impôs e Débora é um desses personagens. Ela carrega na alma e em seu corpo as marcas do seu antigo relacionamento e apenas a fuga poderia conforta-la.
Por conta disso, ela procura mudar de vida, tenta se afastar de tudo que possa lembra-la de sua antiga vida. E foi assim que ela acabou na Vila Paraíso, mais precisamente na fazenda Boa Vista onde ela aceitou o emprego de professora para os filhos dos empregados. Débora partiu assim, sem saber o que esperar. A quilômetros de distância da sua casa , ela tentaria uma nova vida.
A fazenda Bela Vista é de dona Carmem, uma viúva muito simpática e acolhedora. Não demora muito para que Débora se sinta querida por Carmem, seus filhos mais novos e sua nora, Eva, Max e Léo. Todos a tratam como um membro da família, todos menos um. Marcos é o filho mais velho e o mais envolvido na administração da fazenda e também, responsável pela contratação de Débora. Alertada por quase todos (muitas vezes), Débora conhece o homem estúpido, frio e rude que Marcos se tornou, depois de que, assim como ela, levou uma rasteira da vida.
Ambos personagens foram do céu ao inferno e vice-versa, e isso foi muito bem construído na trama que Deyse criou. É difícil dizer qual o mais ferido, e vai se sair melhor aquele que esconder melhor sua fraqueza. No meio deste turbilhão de emoções, a paz que Débora tanto queria deixa de existir e outro sentimento passa a atormenta-la. Mas como pôde, se apaixonar novamente por outra pessoa que não a ama?!
Além dos protagonistas, também temos uma boa construção na história de vida dos personagens secundários e isso eu curti bastante de conhecer durante a leitura. Paraíso me fez lembrar um pouco de Em Meus Pensamentos de Bella Andre que carrega uma premissa bem parecida, mas sinceramente, gostei mais da bagagem de Débora, mesmo que tenha sido pouco trabalhada na história.
A leitura é bem fluída e eu li rapidamente um livro de quase 400 páginas. O que me incomodou um pouco foi a insegurança da personagem em relação ela mesmo. Por vezes, fiquei bem estressada com algumas atitudes de Débora, e muito mais pelas medidas precipitadas que ela tomava. Achei Débora, mesmo que paciente e dedica, um pouco egoísta, mesmo depois de saber dos problemas que Marcos carregava. 
Mas não me interpretem mal, de forma alguma isso atrapalha a leitura, pelo contrário se você gosta dos personagens evoluindo ao decorrer da história e se mostrando humanos, com certeza esta é a história ideal para você! Sem dúvidas, Paraíso vai te emocionar, de diversas formas, com os diversos tipos de problemas que vemos os personagens enfrentar.
Paraíso, é uma história de recomeços, que vai curar corações e ensina-los a confiar novamente no verdadeiro amor. Através de parte de sua experiência de vida, Deyse encanta qualquer leitor. Ela criou um paraíso só para ela, onde ela pode levar todos os leitores. Para quem ama romances com diálogos engraçados, cenas de tirar o folego, momentos tocantes e encantadores, Paraíso vai te proporcionar, e acima de tudo te fará acreditar.

Conheça a autora:

Deyse Ramos Nicoli é professora há dezessete anos, pós-graduada em história e educação infantil. Sempre foi apaixonada por livros, especialmente pelos romances. Escrever era um sonho que ficou guardado por longos anos e que só agora se tornou real. Paraíso é seu primeiro livro. Uma história que tem um pouco de seu próprio ser e de suas fantasias. Tem pouco tempo para escrever, pois, além do trabalho, compartilha sua vida com os três filhos e o marido. Apesar disso, sempre que tem um tempo livre, rabisca resumos de histórias que imagina, às vezes, no meio da noite.

Para saber mais acesse: Facebook

rela
ciona
dos