Título Original: Travessuras da Minha Menina Má #1 – Avant Les Seasons
Autor: Otávio Bravo
Ano: 2018
Editora: Chiado
Páginas: 360
Travessuras da Minha Menina Má é o romance de estreia do autor Otávio Bravo, que fora dividido em três volumes. O primeiro, Avant Les Saisons, se passará entre os anos de 1984 e 2007, o segundo livro, Les Saisons, entre 2007 e 2013 e o último, Aprés Les Saisons de 2014 a 2053.
Neste primeiro volume conheceremos Victor, um jovem em aprendizado com suas descobertas sobre a vida e o amadurecimento que isso requer. Nesta leitura, apesar de estarmos ávidos para conhecer a “menina má”, é importante dizer que apesar do narrador a apresentá-la como alguém que irá cruzar o seu caminho no futuro, neste primeiro livro isso não acontece efetivamente, além de detalhes sobre seu nascimento e criação. Porém a presença de Maria Eduarda é sentida durante todo o relato, mas o foco do livro se prende a adolescência e início da vida adulta de Victor, antes dele conhecer a menina má.
Sendo assim, conheceremos inúmeras histórias da adolescência de Victor, do seu irmão mais querido e do grupo de amigos que compõem grande parte das suas aventuras na juventude e a descoberta do seu primeiro amor, Marcella. Ao longo da leitura acompanharemos uma história mais divertida que a outra, todas carregadas com aquela essência nostálgica dos bons tempos que não são mais iguais. Tempos em que a tecnologia, os smartphones e a internet ainda quase nem existiam no mundo inteiro, quem dirá no Rio de Janeiro do final dos anos 80.

“No aeroporto, aguardando o voo de retorno, sacara da pequena bolsinha […] a foto amarelada dos pais. Num movimento único de zanga incontida, a rasgara pela metade, guardando apenas a parte da mãe e jogando o resto fora. E aprendera a não esperar mais nada de homem algum.” 

O narrador foca muito em apresentar também sua família, sua mãe, seu irmão mais velho, seu pai, um ex-militar durão e também seu irmão mais novo e prodígio da família, Caíque. Entender o apego e relação de Victor por cada membro é importantíssimo para que entendamos suas atitudes no futuro e aqui, Otávio Bravo presenteia o leitor com inúmeros detalhes. Com a mesma precisão e sutileza, o autor também irá abordar temas como o abandono, o preconceito e o racismo. Da mesma forma ele irá fazer um ótimo apanhado de referências dos anos 80 e 90, tanto sobre a história e situação política do Brasil, quanto referências a música, arte e livros da época. 
Entre relatos, descobertas, grandes passos e inseguranças, Victor vai narrando ao leitor sua jornada, suas aventuras, suas relações, suas decisões acadêmicas e profissionais, a construção da sua família, a sua partida do Brasil até lidar, pela primeira vez, com a perda. Aos poucos vamos conhecendo todas os esconderijos do personagem principal, desvendando seus receios e avançando com ele ao longo dos anos. Por este motivo a leitura de Travessuras da Minha Menina Má pode parecer, num primeiro momento, truncada demais devido os mínimos detalhes que recebemos, porém é interessante perceber, que, sem estas descrições, não seria possível adentrar tão bem na cabeça do personagem.

Acompanhar a narrativa desta forma é como se estivéssemos, nós, escrevendo esta trama. Analisar a complexidade de Victor se formando, me deixa bastante entusiasmada para conhecer em qual rumo Victor irá percorrer após o final deste volume, visto o homem que ele se transforma decorrente suas vivências e amadurecimento. 
Esta é uma leitura que eu recomendo se você procura algo bem construído, pensado e apresentado para o público final. A leitura é muito reflexiva e transpõe sentimentos densos ao longo das páginas, mas que refletem nas diversas surpresas e reviravoltas da vida. Travessuras da Minha Menina Má é uma leitura mais introspectiva porque precisa ser, para que você viva a vida e sinta tudo que Victor sente, nos mínimos detalhes e na mesma intensidade.
Um fato bastante curioso sobre a criação da obra vem de uma experiência do autor. Uma ex-namorada do comparou certa vez com Ricardo Somocurcio, personagem do livro Travessuras da Menina Má do autor Mario Vargas Llosa, obra que inspira a de Otávio Bravo, como está destacado na capa. Muito provavelmente, Travessuras da Minha Menina Má tem muito das experiências de Otávio Bravo. o que me faz pensar o quanto de Otávio, Victor tem.

Confira a trilogia Travessuras da Minha Menina Má:
1. Avant Les Seasons
2. Les Seasons
3. Aprés Les Saisons

rela
ciona
dos