A Hora do Lobisomem | Stephen King

Título Original: The Cycle of the Werewolf
Autor: Stephen King
Tradução: Regiane Winarski
Ano: 2017
Editora: Suma
Páginas: 152
Amazon

Lançado originalmente em 1983, A Hora do Lobisomem, de Stephen King, ganhou em 2017 uma nova edição pela Editora Suma. O novo livro compõe a coleção Biblioteca Stephen King que vêm relançando clássicos do autor que há muito saíram de circulação.

Dividido em doze capítulos, um para cada mês do ano. Nós acompanharemos a história da pequena cidade de Tarker's Mill. Porém a calmaria da cidade parece comprometida quando terríveis assassinatos começam a acontecer. Um certo padrão é estabelecido e todo mês, em toda lua cheia, alguém é brutalmente assassinado. A primeira vítima fora um sinaleiro de ferrovia, a segundo, uma mulher, que fora atacada em sua própria casa. Quem será o próximo?

Particularmente, se eu tivesse que indicar um livro que servisse de porta de entrada para um leitor, que deseja conhecer Stephen King, eu indicaria A Hora do Lobisomem. De todas as leituras que fiz do autor, esta foi que mais me cativou. Aqui a característica prolixa de King fica de lado, dando espaço para a objetividade da trama, com ritmo e uma fluidez acertada para a leitura. Porém, se você espera uma história extraordinária sobre lobisomens, aqui, talvez você se decepcione. Para mim não foi problema algum, pois vi na simplicidade da história mais uma faceta do autor, o renomado e intitulado como mestre do terro que conseguiu me convencer.

"O Ciclo do Lobisomem começou."



Acredito que A Hora do Lobisomem tenha todos os elementos do terror clássico dos anos 80. Stephen King cria sua própria história sobre lobisomens, com a atmosfera sombria que só uma cidade pequena do interior criada por ele possui, o cenário ideal para os tipos de acontecimentos que de desenvolvem durante o enredo. Um destaque especial para Marty, um garotinho de 11 anos, única vítima que acaba sobrevivendo a um ataque para contar a história. É muito legal ser confrontada pelas limitações de Marty, mas mesmo assim, enxergar no personagem a única resposta de todo o mistério.

A pequena novela de Stephen King acumula um pouco mais de 100 páginas, mas o que destaca a narrativa de King é sua capacidade de prender o leitor com suas descrições, com seus personagens e o mistério que engloba tudo. Há muitos detalhes quando o lobisomem está em ação, reforçados é claro pelas ilustrações assinadas por Bernie Wrightson que também trabalhou ao lado de King em Creepshow, além de ser o co-criador de O Monstro do Pântano entre outros trabalhos no mundos dos quadrinhos e ilustrações de terror.



Para esta edição da Suma, quatro ilustradores brasileiros foram convidados para representarem sua cena favorita da história. As artes podem ser encontradas ao final do livro, cada uma ao seu estilo e representada pela ótica diversificada dos personagens. Os ilustradores são: Giovanna Cianelli, Rafael Albuquerque, Rebeca Prado e Lucas Pelegrineti.

Segue a recomendação para leitura, uma ótima porta de entrada para o autor e uma história que consegue, em sua totalidade, estimular a imaginação do leitor, nos fazendo pensar nas coisas mais assustadoras possíveis mesmo dentro de uma história aparentemente batida por nós, que simplesmente nos apresenta um terror sem rodeios, objetivo e convincente. Um clássico.

Participe do mês de terror


14 comentários

  1. Joi!
    Não tem como um livro do King não ser bom, né?
    Adoro história com lobisomens e se tem mesmo tanta carnificina como diz, deve escorrer sangue pelas páginas, do jeitinho que gosto.
    Quero descobrir quem é esse danado que anda aterrorizando a pequena cidade.
    “A gratidão é o único tesouro dos humildes.” (William Shakespeare)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA OUTUBRO - 5 GANHADORES –
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
  2. Oi Joi,
    Só Fui tomar conhecimento desse livro após o lançamento pela Suma e sendo um livro do King é impossível não chamar atenção. Acredito que a proposta de King para este enredo está em mexer com a mente do leitor através das possibilidades e sondar os mistérios por trás de uma pequena cidade, fazendo desta quase que uma protagonista e, até diria, a principal. Adorei saber das ilustrações e acho que para esse livro é bem interessante ter este tipo de interação. Como histórias que envolvem lendas urbanas sempre mexem mais com a minha imaginação é certo que A hora do Lobisomem é um livro que vou querer ler.

    ResponderExcluir
  3. Quando este livro foi lançado bem lá atrás e pelo que me lembro um pouco depois, o filme, Bala de Prata, foi também lançado e eu ter visto ele com o coração na mão, corri na biblioteca da cidade caçando o livro e encontrei!
    E agora a Suma vem, depois de tanto tempo e traz esse achado em capa dura e ainda com ilustrações!
    King é um gênio e eu penso como muitos, não só do terror,mas principalmente da mente humana e suas maldades e bondades. Neste livro, o medo, a simplicidade do enredo, deixa a história da cidade amena, encantadora em alguns momentos. Parece que tudo pode acontecer ali e ao mesmo tempo, nada!
    Vale muito a pena esta leitura!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Mais um livro do Stephen King que promete, aliás eles prometem sempre, o mesmo já não podemos dizer das suas adaptações cinematográficas... Não conhecia este livro e fiquei curiosa, adoro histórias de lobisomens. Ótima resenha.
    Mundo da Fantasia

    ResponderExcluir
  5. Li esse livro recentemente e foi exatamente a minha primeira leitura do Stephen King, comprei na Bienal desse ano e eu adorei!!! O livro é a coisa mais linda e o jeito como a história é contada melhor ainda. O final desse livro me surpreendeu, adoro histórias de lobisomens e esta é bem representada, espero poder ler mais livros do King em breve. As ilustrações que tem no final ficaram lindas, todas elas representam a cena que os ilustradores mais gostam do livro!!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tenho a obra há algum tempo na minha estante e, assim como todo livro do mestre King, estou muito ansioso para conferi-la. O autor prova mais uma vez que é um ícone do gênero ao entregar uma obra instigante e extremamente bem caracterizada tanto em relação aos personagens quanto ao cenário, o qual é fundamental para a aquela sensação característica de sobrenaturalidade. Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Essa edição é muito linda. Já li alguns livros do autor e gostei muito, esse ainda não li, mas quero adoro historias com lobisomens e do jeito que o autor é deve ser bem assustador os ataques da fera, com as descrições minuciosas e logo uma criança foi atacada, assim a historia fica mais emotiva me emociono e sofro com ela.

    ResponderExcluir
  8. Sabia muito pouco sobre esse livro do King, fiquei mais curiosa por causa dessa coleção de capa dura do que pela história em si, mas estou pronta para leitura por que gosto muito do autor e além disso os lobisomens são meus preferidos.
    Gostei de saber que é ilustrada.

    ResponderExcluir
  9. Opa, que bacana tua resenha principalmente sobre teu comentário em relação ao King. Li um unico dele (Carrie) e embora tenha gostado achei enrolado demais e algumas partes desnecessária (quem sou eu pra falar isso, mas enfim), e foi justamente no teu comentário da objetividade dele que me apeguei. Embora, justamente esse livro não tenha me chamado atenção, teu comentário positivo me fez repensar. A historia em si me pareceu comum (ponto a favor, as ilustrações) mas a escrita dele é o que faz o livro se diferenciar. Valeu a dica.

    ResponderExcluir
  10. Oi Joi!

    Este é um dos livros do King que mais gostei de ler até agora! Gosto do modo como a narrativa é contada, de forma rápida e dividida por mês. Também acho que é uma ótima porta de entrada para quem nunca leu o autor!
    Bjus

    ResponderExcluir
  11. O Stephen King é um dos meus autores favoritos ♥
    já li A coisa, A dança da morte, Sob a redoma, a famosa série A torre negra, o clássico O iluminado, Misery entre outros...rsrs
    E sempre que vejo algo do autor eu já fico curioso e tudo que li dele achei sensacional, o autor tem uma maneira de prender o leitor em seus livros que é fantástico, pelo menos eu me sinto assim quando leio algo dele.
    Quando vi o livro custei a acreditar que fosse do King, quem conhece sabe de sua fama de livros grandes e muito detalhados..rsrs
    Essa edição está maravilhosa, infelizmente não tenho, mas está na minha lista de desejados com certeza.

    ResponderExcluir
  12. Oi Joi,
    Adoro a narrativa do King!
    Ainda não li A hora do lobisomem, mas é um livro que está na minha lista. O lobisomem já é um conto que eu gosto, vindo do autor então com toda certeza irei ler. Melhor ainda sabendo que a leitura é bem fluida ..
    Dei uma olhada em algumas fotos, e gostei bastante das ilustrações que contém no livro, a Suma caprichou!
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  13. Ahhh eu já estava doida para ler esse livro, depois desse post estou agoniada de vontade haha. Já vou ficar de olho nos preços, obrigada por esse Post❤️

    ResponderExcluir
  14. Esse é um dos poucos livros do king que eu ainda não tive o prazer de ler.

    ResponderExcluir