O conto é uma história curta e concisa, com apenas um núcleo de ação (espaço geralmente limitado a um ambiente, tempo determinado, normalmente narrado de forma linear, e número restrito de personagens). Por isso o conto tem a missão de envolver os leitores logo no começo de sua narrativa, pois o desfecho da história chega em poucas páginas.

Muitas pessoas não gostam de ler contos, pois com a rapidez com que a história acaba, acham que não há como se envolver com os personagens e acreditam que eles não são muito aprofundados. Com isso, eu vou defender a leitura de contos e tentar explicar porque essa ideia de que a história é superficial não é verdade. Quando um conto é bem escrito, ele consegue envolver o leitor na trama apresentada, muitas vezes há muito sendo falado nas entrelinhas. Isso deixa a leitura melhor ainda, pois cada leitor terá uma interpretação diferente dos acontecimentos. Neste caso, contos de horror e de mistério são um prato cheio quando o assunto é mexer com a imaginação de quem está lendo.

Outro ponto positivo nos contos é o fator surpresa, já que na maioria das vezes a história é narrada com a intenção de surpreender o leitor, seja em contos de terror, seja em contos de amor. Por tudo isso, nosso envolvimento acontece de forma rápida e quando vemos, estamos sim envolvidos com o personagem e seu “drama”, sentindo os efeitos que a narrativa queria que sentíssemos.

Além disso, você pode conhecer vários autores. Há muitas coletâneas de contos que trazem diversos escritores, assim fica legal de conhecer autores diferentes, e de uma única vez. Sem falar que você pode pegar uma coletânea de um autor que você curte e conhecer outras formas de escrita dele. Eu, por exemplo, conheci vários “lados” do Stephen King quando li Bazar dos Sonhos Ruins, livro de contos dele, com histórias que abordam muitos temas e que passam por muitos gêneros.

Meu gosto por contos foi crescendo conforme eu ia lendo o gênero, hoje quanto mais eu leio, mais eu curto ler esse tipo de história. Tenho muitos contos favoritos e dentro da temática de Halloween consegui separar os melhores na minha opinião. Para ser justa com todo mundo, separei 5 de autores internacionais e 5 de autores nacionais.

@mirrorcradle

1. A Queda da Casa Usher, Edgar Allan Poe

Dicas de contos, sem o mestre Poe, não é dica que se preze. Eu tenho muitos contos favoritos do autor, ele está ao lado de Machado de Assis no meu coração quando o assunto é narrativa curta. Aqui, um personagem cujo nome não é revelado, narra seus dias na casa do amigo Roderick Usher, que padece de uma doença; este, sabendo do próprio fim, chama-o para seu convívio. O mais incrível nessa história é o modo como Poe trabalhou o medo, a forma como ele descreve os acontecimentos é perfeita é deixa qualquer um aterrorizado.

2. O Depoimento de Randolph Carter, H. P. Lovecraft

Outro autor essencial quando o assunto é conto. Aqui vamos ter uma expedição em um cemitério. Cemitério é sempre um ótimo lugar para causar aquela tensão no leitor, sem falar que esse conto é eletrizante´, daqueles que precisamos muito saber o que acontece no final.

3. A Mão do Macaco, W. W. Jacobs

Meu conto favorito da vida. Eu conheci essa história através de uma releitura, que curti muito, e fui atrás do original. Um dos primeiros contos de terror que li na vida e que ficou marcado em mim. Aqui, uma família humilde consegue um misterioso amuleto, uma mão seca e mumificada de um macaco, que aparentemente possui a magia de realizar três desejos. O amigo da família a quem pertencia o amuleto antes, avisa que cada desejo tem uma consequência e que ela não é das melhores. Não que o conto seja a coisa mais aterrorizante do mundo, mas com todo o ar de suspense fiquei tensa e com medo mesmo após o término do conto.

4. A Indisposta, Stephen King

King não podia ficar de fora dessa. Assim como ele tem diversos romances, ele tem também muitos contos, a maioria ótimos. Então aqui vamos ter um homem que ama sua esposa, tentando manter a sua rotina, mesmo quando sua mulher está indisposta. Aqui, o leitor está a um passo do narrador, o que torna a leitura mais angustiante.

5. O Tarn, Hugh Walpole

Este é outro conto sensacional, principalmente porque envolve o lado mais psicológico e paranoico do personagem. Aqui um escritor invejoso mata seu “inimigo”, mas ao voltar para casa algo muito estranho parece o seguir. Curiosos?

A Causa Secreta, José Aguiar

6. A Causa Secreta, Machado de Assis

Meu amor pelo autor é antigo, já li tantos contos dele que já perdi a conta. Esse conto é incrível pois vai focar na frieza e na crueldade humana. O recém formado médico Garcia conhece Fortunato, dono de uma misteriosa dedicação por doentes e feridos. Conforme a amizade avança Garcia vai desconfiado do estranho comportamento do amigo.

7. Demônios, Aluísio Azevedo

Conheci essa narrativa esse ano e fiquei completamente fascinada com a história. A narrativa é tão envolvente, que esse conto entrou nos favoritos da minha vida pela complexidade da narrativa. Aqui, o protagonista vai dormir, ao acordar diversas vezes e sempre voltar a dormir, repara que o dia não amanhecia. Ao reparar que mundo está em completa escuridão, resolve sair atrás de sua noiva. Assim ele começa a encontrar mortos por onde passa.

8. Os Olhos que Comiam Carne, Humberto de Campos

Esse conto é aquele que deixa o leitor na tensão o tempo todo, esperando a “merda” acontecer, e quando acontece é sensacional! O protagonista, num simples dia, acorda cego. Ao saber de um cirurgião internacional, decide contratá-lo para curá-lo, contudo nem tudo sai como esperado.

9. Venha ver o Pôr do Sol, Lygia Fagundes Telles

Esse conto segue uma linha parecida com “Barril de Amontillado”, de Edgar Allan Poe (outro conto que eu amo), contudo vai ficar numa relação amorosa. Ricardo convida sua ex-namorada, Raquel, para um último encontro, o local escolhido é um cemitério abandonado. Não preciso nem contar que boa coisa não vai sair desse encontro né. Esse conto tem um dos melhores finais de contos que já li!

Ânsia Eterna, Verônica Berta (2018)

10. Os Porcos, Júlia Lopes de Almeida

Outro conto que explora o medo de forma impecável. A autora é famosa por explorar medos gerados dentro do âmbito familiar, assim como forma de denúncia. Aqui, vamos conhecer a cabocla Umbelina, que descobre estar grávida do filho do patrão. Ao contar a seu pai sobre a gravidez, num rompante de fúria ele promete alimentar os porcos com o bebê assim que ele nascer. Assim, acompanhamos a angústia de Umbelina sobre o destino que aguarda seu filho.

Curtiram? Tem muitos livros maravilhosos de contos, uns focados em autores, outros em gêneros, o importante é que tem para todos os tipos de leitores. Eu espero que vocês gostem das dicas, e fico esperando dicas de outros contos para ler neste Halloween!

rela
ciona
dos

Livros de ficção mais vendido de 2021 Lançamentos de livros previstos para fevereiro Um livro para cada fase da lua Os melhores quadrinhos de 2021