Título Original: The Fault in Our Stars

Autor: John Green
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Páginas: 288
Compre aqui

Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais – Nunca a descrição de outro autor em uma capa foi tão bem colocada para mim como esta, Zusak conseguiu colocar em ordem, exatamente o que senti ao ler A Culpa é das Estrelas do autor John Green
Desde os tempos de colégio, no qual tive que ler Um Amor para Recordar do Nicholas Sparks, nunca tinha me deparado com uma história dessas de chorar incessantemente até a última página. Meio cômico até, pois como parte da minha leitura é feito dentro do transporte público, por várias vezes eu tive que parar… respirar e voltar a ler, mas era quase impossível conter algumas lágrimas.
Foi o primeiro livro que li do John Green e ele me pegou totalmente despreparada. Não só o autor mas também os personagens. A maneira como ele escreve, uma forma tão direta, sem ser rude com as palavras, me entreteve demais. Ele expõe estes assuntos dramáticos sem ser exagerado de uma forma tão doce e simples… é sensacional, diria que na dose certa. 
“Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e i 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que os outros…Há dias, muitos deles. Em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter.”
O que falar de Gus e Hazel? Este livro fala de uma realidade não muito distante da nossa e escancara para o mundo a coragem e o realismo que pessoas com câncer tem que lidar todos os dias, pelo resto de seus infinitos numerados ou não. O desfecho do livro e desses personagens fizeram que eu recolhesse do chão os pedacinhos do meu coração. Devastada, foi como fiquei e por três dias fiquei com a história na cabeça… pensando, pensando, refletindo. 
” – Esse é o problema da dor – o Augustus disse, e aí olhou para mim. – Ela precisa ser sentida.”
A Culpa é das Estrelas é uma história linda e cativante que não deixou nenhuma lacuna para mim. Finalizei o livro muito rápido e foi assim, folhando cada página com dor que chegasse ao fim. Com um final digno que nos faz refletir sobre o amor, a vida, escolhas e limitações. Finalizei o livro no dia do lançamento do trailer oficial da adaptação que estreou no Brasil em 2014
Vou ficando por aqui e deixou o meu super recomendo para quem procura uma história doce, envolvente e bem escrita. Ah! e prepare seus lencinhos. Ok? Ok.


rela
ciona
dos