Resenha: Encontrando-me

18 nov, 2015 Por Raissa Martins


Título Original: Finding It
Autora: Cora Carmack
Ano: 2015
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288

Compre aqui

Olá leitores! Estou de volta com mais uma resenha pra vocês! Eu já tinha lido Fingindo, e gostei muito da escrita da Cora Carmack. Então quando a Joi me mandou a lista da Novo Conceito não pensei duas vezes ao solicitá-lo! haha
Kelsey está fazendo um mochilão pela Europa após ter se formado na faculdade. Ela espera que essa viajem dê um rumo em sua vida ou, pelo menos, sirva de consolo quando ela voltar para sua casa.
Ela é bem decidida e independente e está acostumada a sempre conseguir o que quer… E isso não é diferente com os homens. Porém, em uma noite numa boate, ela encontra um homem misterioso, que se prova um verdadeiro desafio para Kelsey. Mais uma vez Cora Carmack me surpreendeu com um livro. Li Fingindo, segundo livro dessa trilogia (não tão trilogia assim), faz um tempo e lembro de ter amado o casal e a trama de modo geral.
Mas não imaginava que o mesmo fosse acontecer com esse último volume! Adorei a Kelsey, com seu jeito “predador”, ficando com vários homens, sem se importar com nada. Ela meio que quebra essa espécie de regra em que as mulheres tem que “se dar o valor”. Afinal de contas se os homens podem sair ficando com um monte de meninas, sem compromisso, qual o problema de uma mulher agir da mesma forma?
Mas apesar desse jeito divertido da Kelsey ela tem algumas questões mal resolvidas na vida, coisas graves que aconteceram no passado e que não foram tratadas da forma adequada. Por isso ela tenta fugir de seus fantasmas, afogando-os na bebida e nas festas pela Europa.
É quando ela conhece Hunter. Um cara super misterioso que a faz começar a pensar na sua vida e a enfrentar seus medos. Só que conforme o tempo vai passando ela percebe que não sabe quase nada sobre ele. Achei o Hunter muito legal e interessante também. Ele tem seus momentos descontraídos, apesar de algumas vezes agir meio estranho haha (vocês vão descobrir o porquê de toda essa estranheza lendo a história).
Encontrando-me, assim como Fingindo, tem seus momentos de descontração, assim como tem os momentos de dramaticidade. Então a autora entra em assuntos bem delicados, mas faz isso de uma maneira bem sensível, embalando esses assuntos em momentos mais leves e descontraídos. Achei sensacional esse aspecto da escrita dela, porque assim a trama não fica completamente pesada. Você tem espaço para absorver os problemas dos personagens e enquanto isso só se afeiçoa mais a eles.
Se você perceberam, pelo que comentei na resenha, ainda não li o primeiro volume Perdendo-me, mas todo mundo que leu me disse que é bem mais engraçado e tem bem menos drama que os dois livros seguintes. Estou animada em ler Perdendo-me por causa disso! Recomendo a saga para qualquer pessoa! Os livros não precisam ser lidos na ordem, o que é muito legal, assim se você só quiser ler um deles, não vai perder nada de importante! 

Confira a série Perdendo-me:

1. Perdendo-me

2. Fingindo

3. Encontrando-me

rela
ciona
dos