Resenha: Casada Até Quarta

Título Original: Wife by Wednesday
Autora: Catherine Bybee
Ano: 2017
Editora: Verus Editora
Páginas: 196
Amazon - Saraiva

Noivas da Semana da autora Catherine Bybee é a nova aposta da Verus Editora depois do sucesso que foi A Garoto do Calendário. Com uma pegada um pouco mais leve, Casada até Quarta é o primeiro livro da série que contará com sete livros. Todos são romances contemporâneos, então, apesar do trabalho gráfico, não confundam com romances de época.

Neste primeiro livro seremos apresentados a Alliance, a agência de casamentos de Samantha Elliot. É Sam a responsável por arranjar encontros, investigar a vida de contratantes e analisar o perfil perfeito para seus clientes. Em um de seus encontros de negócios, Sam conhece Blake Harrison, um nobre e irresistível exemplar da alta sociedade britânica, um Duque que precisa desesperadamente de um casamento arranjado. Apesar de ter conquistado sua própria fortuna, Blake precisa se casar antes do seu aniversário, caso isso não aconteça ele perderá seu título e a herança que seu pai deixou para ele, sua mãe e irmã.

No momento que conhece Samantha, Blake sabe que encontrou a mulher que precisa para tal papel. Dona de uma beleza enérgica, Sam tem agora em mãos uma proposta que vale milhões de dólares, precisando muito do valor para dar condições melhores para sua irmã mais nova, Samantha aceita assinar o contrato de um ano com o Duque. Por um ano ela seria esposa de Blake Harrison e que mal isso faria? Mas será possível maquiar a atração que ela sente por ele?

" — Pronta para se casar? Ela virou a mão para cima e entrelaçou seus dedos nos dele. — Que seja. Não tinha nada melhor planejado para hoje."

Casada Até Quarta é um livro curtinho, leve e com a medida certa entre o sensual e a diversão. Com a narrativa em terceira pessoa, intercalando a perspectiva dos dois personagens, Catherine Bybee vai tecendo uma história que te encanta desde a primeira página, uma história que tem como único propósito de entreter o leitor, apresentar personagens interessantes, abrir a porta para a série e preparar o leitor para os outros livros.

Eu particularmente amo histórias que envolvem acordos de conveniência, adoro o modo como o relacionamento do casal principal progride e amadurece através das páginas, que da atração passa a paixão até, finalmente, o amor. Provavelmente você pode até pontuar todos os acontecimentos que irão de desenrolar a partir desta premissa, mas a narrativa da autora é tão apaixonante e fluida que é impossível não se sentir atraída e cativada pela história e por estes personagens.

Samantha é afiada e bastante pé no chão, mesmo entrando de cabeça num típico relacionamento de conto de fadas. Perseguida pelo legado sombrio da sua família, ela sempre trabalhou para dar a volta por cima em sua vida e para dar uma condição de vida melhor para irmã que há alguns anos tentara suicídio e agora depende totalmente dela. Só com isso já percebemos que os personagens não são nem um pouco rasos e que trazem sim, profundidade para a história. A autora trabalha muito bem cada um dos protagonistas lhes dando a personalidade necessária. Isso acontece até mesmo com Blake, que a princípio parece ser só mais um ricaço sedutor que já vimos em tantos livros por aí, mas não, aqui temos um homem no início do livro e outro no final, com novas ambições, preocupações e postura.



Os diálogos entre Sam e Blake rendem ótimas risadas e ao final ficamos até com aquele sorrisinho bobo no rosto. O relacionamento de ambos vai passar por vários obstáculos, dos tipos que todos os casais passam em início de relacionamento, mas é ótimo ver o quanto eles superam e se fortalecem ao longo da trama, nem tudo é resolvido na cama, existe companheirismo, dialogo e amizade acima de tudo. Falando nisso, apesar de estar sendo comparada com A Garota do Calendário, a série Noivas da Semana é bem mais leve, contém também cenas mais quentes, mas nada exagerado.

Eu indico a leitura para quem quer se livrar de uma ressaca literária, que procura algo despretensioso sem ter que cansar muito numa trama mais complicada. Casada Até Quarta pode ser um super clichê, mas provavelmente é um dos clichês mais gostosos para ler, daqueles fofos, apaixonantes e divertidos. Apesar de suas poucas páginas, a história tem um ótimo ritmo, sem enrolações desnecessárias e direta ao ponto. Quem não gosta de um livro fácil e rapidinho de ler? E o melhor, que te deixa ansiosa quanto ao desfecho dos próximos personagens? Eu volto com a resenha de Esposa até Segunda, segundo volume da série e minha próxima leitura, prometo contar tudo sobre esta série que já conquistou meu coração.

Conheça a série Noivas da Semana:
1. Casada até Quarta
2. Esposa até Segunda
3. Noiva até Sexta
4. Solteira até Sábado
5. Conquistada até Terça
6. Seduzida até Domingo
7. Encontrada até Quinta

11 comentários

  1. Oi Joi, concordo com tudo que você disse na resenha, essa história é mesmo leve, despretensiosa e ótima pra ler entre livros mais intensos, eu curti muito e fui positivamente surpreendida por ela. A capa tá linda e apesar de não ter lido A garota do calendário, também acho que são séries diferentes e que a história de Blake e Sam vai bem além das cenas sensuais. Ótima resenha e bela história :)

    ResponderExcluir
  2. Oi Joi,
    Quando vi as capa dos livros Noivas da semana, pensei que se tratasse de romances de época, pois o trabalho gráfico, realmente, engana. A premissa é clichê, mas ao mesmo tempo apresenta uma história que me parece bem construída, principalmente se formos considerar que o livro é curto. Sam e Blake tem questões pessoais bem sérias a serem tratadas ao longo da trama e é isso que os fará entrar nesta relação. Espero ver muito mais do que uma atração crescendo entre eles e que a narrativa da autora seja tão boa quanto parece.

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha! Me interessei bastante pela série. Li o Garota do calendário Janeiro e não gostei muito não. E realmente estou precisando ler livros deste tipo, mas com uma leveza maior. E que tenham uma história legal tb! Valeu a indicação! Bjossss

    ResponderExcluir
  4. Achei interessante esse livro por ser curto e divertido, com boas pitadas de sensual. Não curto muito romance erótico mais por medo de não ver uma história legal ou não me importar com os personagens por serem rasos. Tem tanto livro que li e me decepcionei por ser uma pegada mais hot e assim...
    Achei legal esse. Parece ter romance e personagens que a gente gosta. A Samantha não é daquelas meninas cheias de mínimo ou sem noção pelo visto. Tem uma boa história e é forte. Já goste por isso.
    Agora é ver se consigo ler. O legal desse tipo de história é que é ótimo pra se ler quando bate uma ressaca ou a gente só quer algo mais leve e curtinho mesmo ^^

    ResponderExcluir
  5. Parece ser uma daquelas historias bem agradáveis e que aquecem nosso coração. Os personagens parecem que nos conquistam mesmo cada um tendo seus interesses e fazendo esse acordo o romance deve agradar já que assim vai surgindo a paixão aos poucos e fazendo com que torcemos por eles.

    ResponderExcluir
  6. Joi!
    Ai que romance delicioso para se ler.
    Fiquei pensando no relacionamento entre Samantha e Blake, a princípio como um acordo de negócios para que ele receba a herança deixada pelo pai, e pelo visto depois, descobrem que são companheiros e acabam ficando juntos para sempre.
    Adoro romances assim...
    “Conhecimento sem transformação não é sabedoria.” (Paulo Coelho)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE SETEMBRO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir
  7. Como não gostar de clichês? Eu amo romances e quanto mais doce e fofo melhor!
    Já estou querendo ler essa série desde que ela foi lançada. Acho essa capa muito linda e estou precisando no momento ler livros leves.

    ResponderExcluir
  8. Eu adorei esse livro! Ele é super leve e gostosinho de ler mesmo. A história realmente é clichê, mas é aquele clichê bom de ler de vez em quando, e eu também adoro livro que tem esses acordos de conveniência.
    Eu também achei a narrativa da autora ótima, e sinceramente gostei muito mais desse livro do que A Garota do Calendário.
    Já estou com o próximo livor aqui, e pretendo ler logo :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Ola!
    A capa do livro realmente é maravilhosa, tem um pouco do estilo de a garota calendário, sendo que a diferença que são a semana. O livro mostra ter uma premissa bastante maravilhosa e com certeza uma leitura bem aconchegante, apesar de ter pouca páginas. Estou desejando muito ler esses livros da série.

    ResponderExcluir
  10. Oi Joi.
    Eu li esse livro e confesso que me decepcionou um pouco.
    A escrita é boa e fluida, mas os personagens não me cativaram. Não gosto muito de instalove e para mim faltou desenvolver melhor o romance entre eles.
    Mas gostei de ver que havia companheirismo entre eles e a vontade de ajudar um ao outro.
    Fiquei triste por não gostar mais do primeiro livro, pois agora não tenho vontade de ler os outros livros da série. E a capa é tão liiiinda.
    Bjs

    ResponderExcluir