Resenha: Segredo de Sangue

Título Original: Rizzoli & Isles #12 - I Know a Secret
Autora: Tess Gerritsen
Ano: 2017
Editora: Record
Páginas: 350
Amazon - Saraiva

Você já ouviu falar da dupla Rizzoli & Isles? Elas são, respectivamente, a detetive e a legista que protagonizam mais de 10 livros da escritora Tess Gerritsen, além de serem personagens também de uma série de televisão com o mesmo nome.

Segredo de Sangue é o mais novo livro das parceiras, com uma história completamente nova, mas respeitando tudo relatado nos onze livros anteriores. Para quem nunca leu os livros de Rizzoli & Isles vai uma breve explicação de como é a estrutura da escrita de Tess Gerritsen. A escritora sempre insere na trama, uma boa carga pessoal das personagens principais em todos os livros, inclusive com estes interferindo diretamente na história principal. 

Essa ligação pessoal de Isles e Rizzoli com as situações do livro, deixam as histórias datadas, nada que vá interferir diretamente no mistério central, mas para quem está tendo o seu primeiro contato com a série, pode perceber que algumas informações expostas se encontram um pouco desconexas. Particularmente, eu gosto muito deste tipo de livro, escrito realmente em um ritmo de série e que normalmente geram muitas sequências. O melhor de tudo é que todos livros foram traduzidos para o português, em ordem, e não é nada difícil encontrar o primeiro livro da série, chamado O Cirurgião.




Segredo de Sangue traz a história de dois assassinatos, que à primeira vista, não parecem ter ligação nenhuma, porém, Cassandra Coyle e Timothy Mcdougal foram assassinados de uma maneira sanguinária e seus corpos deixados em posições estranhas, diferentes, porém, ambas peculiares. Além de tentar desvendar o mistério e encontrar o assassino, evitando que mais mortes ocorram, Maura Isles precisa enfrentar problemas com sua mãe biológica, que em livros anteriores fora descoberta como uma serial killer e que agora está perto da morte. 

Os narradores são intercalados em diversos momentos, hora o livro é narrado em terceira pessoa, hora em primeira, mudando os personagens. Acho muito interessante esse tipo de recurso literário e Tess Gerritsen sabe fazer isso com muita maestria, fazendo isso constantemente, inclusive mantendo a identidade de um dos narradores em segredo durante boa parte do livro, algo incrível e que instiga muito a curiosidade do leitor.

O enredo proposto é muito bom, bem explicado, cheio de detalhes e sem deixar nenhum furo, porém, erroneamente, cheguei a achar que estava muito fácil de descobrir a identidade do assassino, estava até me achando o melhor dos detetives entre os leitores, mas no último quarto do livro, o surpreendente acontece e uma reviravolta e me fez ficar de queixo caído. Segredo de Sangue não tem nenhum erro, Tess Gerritsen é sem dúvida uma das melhores escritoras da atualidade, principalmente no quesito suspense. Maura Isles e Jane Rizzoli formam a melhor dupla de livros de suspense. 

O livro tem cenas pesadas, mas a forma utilizada pela escritora para descreve-las as deixam menos tensas, o que não significa que haja uma perda de qualidade no texto. Tess Gerritsen é uma das escritoras que eu nem preciso ler a sinopse do livro quando vejo um lançamento, ela sempre me deixa ansioso pela sequência da série. É daqueles livros que dá um pesar enorme quando acaba, por que apesar de fechar o ciclo de investigação completamente, existe a parte pessoal das duas que não acaba, que deixa sempre uma beira de suspense para o próximo.



Uma notícia boa? Os livros da escritora têm sido lançados quase simultaneamente com a data americana, com diferença de pouquíssimos dias, o que é maravilhoso. A edição do livro é belíssima, com o título em relevo e a capa ilustrada com parque de crianças, muito melhor que a capa original. Entretanto, se a capa ficou melhor e tem mais haver com a história, o título americano é melhor. No original se chama I Know a Secret, traduzindo, Eu Sei Um Segredo, remetendo diretamente ao fato de a mãe de Maura, no leito de morte, ter alguma informação que pode ajudar na resolução do caso. Não que fique sem sentido, mas a tradução poderia ter sido literal. Ainda não consigo entender o porquê dessas modificações, mas obviamente não é nada que interfira na experiência de leitura. O resto da edição é perfeita, as páginas são amareladas, ótimas para os olhos e são de boa gramatura, evitando que as palavras de páginas anteriores atrapalhem na leitura.

Segredo de Sangue é a nova obra da escritora consagrada Tess Gerritsen, e não fica devendo em nada para seus trabalhos anteriores, é ótimo, emocionante, bem construído, de rápida leitura e deixa uma saudade enorme quando acaba. Nenhuma novidade para quem conhece a escritora e sua dupla de investigadoras. Para quem ainda não leu nada de Isles & Rizzoli, não vai ficar prejudicado se pegar esse livro como uma primeira experiência, mas vai sentir um pouco as partes que tratam da vida pessoal delas, por isso lhes digo, vale muito a pena pegar os livros anteriores para ler, eles não são grandes e eu garanto que você vai adorar, assim como eu adorei este. Não vejo a hora do próximo, preciso de mais histórias dessas duas, preciso de mais livros de Tess Gerritsen.

13 comentários

  1. Oi, Bruno.

    Será que a mãe da Maura, tem alguma ligação com os dois assassinatos?

    A mudança da narrativa por diversos personagens, é um pouco confuso, levando em conta que seus nomes não são revelados e fica difícil de encaixar todas as peças no jogo e desfecho do livro...


    Acho que talvez a mudança do título em português, foi pra chamar a atenção dos fãs de thriller e mistério.

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruno.
    Já vi passando o seriado na tv, mas nunca assisti um episódio. Agora fiquei curiosa sobre a detetive e a legista.
    Poxa, para terem sido lançados 11 livros, eles realmente devem ser bons. Vou tentar ler o primeiro e ver se eu gosto da escrita e da trama desenvolvida pela autora.
    Adoro narrativas alternada, principalmente se um dos narradores é desconhecido, e que iremos descobrir a sua identidade ao longo da leitura. Fiquei bem feliz em saber que não é fácil descobrir a identidade do assassino. Isso realmente é algo que me prende.
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Adoro livros que tenham essa pegada, suspense, serial killers e com muitas reviravoltas. O fato da mãe da protagonista também ser uma serial, torna a história ainda mais atraente e já desperta curiosidade para o desfecho dessa trama. Preciso ler esse livro e os anteriores o quanto antes!!

    ResponderExcluir
  4. Esse livro parece ser incrível. Pelo fato de já ter lido O cirurgião e simplesmente ter amado o livro, esse livro Segredo de Sangue parece seguir o mesmo estilo do que eu já li. Fiquei ansiosa para ver o a Tess Gerritsen reserva nesse livro.

    ResponderExcluir
  5. Oi Bruno! Que legal uma série de suspense que mantém uma linha cronológica de eventos conectando os livros. Acho difícil ver um autor que opta por criar essa sequência e geralmente criam várias histórias soltas apenas com os mesmos protagonistas e esse é um ponto que costumo não gostar porque acho que não cria profundidade pra história. Esse detalhe me chamou a atenção! Também é bom saber que o livro é inteligente e tem reviravoltas porque é péssimo quando o mistério se torna muito previsível.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Tinha uma colega que era fã da Tess Gerritsen, vivia me indicando, segundo ela, eu que adoro esse estilo de leitura acabaria virando fã também. Engraçado, nunca li nada da autora em questão. Já cheguei perto de adquirir um livro dela certa vez, mas acabei desistindo.
    Não sabia se tratar de um tipo de história, me soa parecido com a escrita do Harlan Coben, que tem o Myron Bolitar em diversos livros. Adoro isso!
    Nem conheço Isles & Rizzoli, mas já considero e respeito rs.
    Como você disse que o leitor pode se sentir um pouco perdido quando ler sobre a vida pessoas de ambas, vou procurar os livros na ordem. Acho que já passou da hora de procurar, comprar e ler.
    Obrigada pela indicação!

    ResponderExcluir
  7. Oi Bruno, já tinha ouvido falar do seriado mais ainda não parei pra assistir, mas curti a resenha e de saber que os livros da série já foram publicados por aqui e que são fáceis de ser encontrados, e se entendi certinho é melhor que os livros sejam lidos em sequência, o que eu já prefiro, por conta das histórias pessoais que tem no livro. A série é longa, mas parece valer a pena e a capa desse volume me agradou muito ;) Ótima resenha :)

    ResponderExcluir
  8. Oi Bruno, joia? Não conhecia nem a Tess Gerritsen, nem a dupla Isles & Rizzoli, adorei conhecer um pouco do trabalho delas e fiquei muito interessada na história e curiosa tb! hahaha
    Adorei a resenha, parabéns!

    ResponderExcluir
  9. Oi, Bruno. Nunca tinha ouvido falar dessa autora nem dessa série de livros, e confesso que fiquei com um pé atrás, não sou a maior fã de livros policiais. Se eu fosse julgar o livro pela capa diria que é uma história de terror, por isso me surpreendi ao ver que não era rsrs.

    ResponderExcluir
  10. Oi Bruno,
    Tess Gerritsen *.*
    Adoro essa autora!Claro que acompanho a dupla Rizzoli & Isles, conheci pelo seriado e fui atrás dos livros, queria ter todos.
    Tem reviravolta?!Yeahp, Tess sabe como escrever histórias que me pegam direitinho.

    ResponderExcluir
  11. Tenho muita vontade de ler os livros da autora são bem elogiados. Adoro mistério esse me deixou curiosa em saber quem é o assassino e que ligação tem as mortes e mais ainda saber o que a mãe da investigadora quer revelar, estranho a mãe dele ser logo uma serial killer, mas quem escolhe os pais né rs. Deve ser uma leitura bem envolvente e deixar o leitor ansioso por cada virar de páginas para saber o que acontece.

    ResponderExcluir
  12. Oi, Bruno!!
    Não sabia que a série Rizzoli & Isles era baseada em livros da Tess Gerritsen!! Nossa agora estou mais curiosa para ler algo da autora de quem só escuto elogios!! Amei a indicação!!
    Bjos

    ResponderExcluir
  13. Bruno!
    Como não li nenhum livro da autora ainda, não conheço a dupla Rizzoli & Isles.
    A série parece longa, entretanto com enredo carregado de mistério e ainda com o entrelaçamento da vida pessoal dos protagonista, deve ser bem interessante de se fazer a leitura, mesmo que a priori, tenha de se ler pela ordem cronólgica para que se obtenha melhor entendimento.
    Gostei!
    Desejo uma semana mais que abençoada e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Que a paz, a saúde e o amor estejam presentes em todos os dias deste novo ano que se inicia. Feliz Ano Novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir