Heroínas | Laura Conrado, Pam Gonçalves, Ray Tavares

Título Original: Heroínas
Autoras: Laura Conrado, Pam Gonçalves, Ray Tavares
Ano: 2018
Editora: Galera
Páginas: 256
Amazon

Provavelmente você já ouviu falar nas histórias de Robin Hood, Rei Arthur e Os Três Mosqueteiros certo? Já imaginou estas histórias recontadas nos tempos de hoje? Heroínas é uma antologia, composta pelas autoras Laura Conrado, Pam Gonçalves e Ray Tavares que tem a ideia de nos apresentar uma nova perspectiva dessas clássicas histórias, onde vozes femininas são finalmente ouvidas, uma visão de que mulheres e garotas podem e devem tomar as rédeas de suas próprias vidas e também salvar o dia, principalmente quando unidas.

No primeiro conto, baseado em os Três Mosqueteiros, Laura Conrado irá nos apresenta Daniela, filha de uma veterinária bastante renomada. Por este motivo, ela também tem o sonho de dedicar seu tempo aos cuidados dos animais. Sendo assim, ela acaba tentando vaga em uma ONG chamada Mosqueteiras. Sem sucesso e na saída de sua entrevista, Dani acaba presenciando uma acena de maus tratos e Agnes, que trabalha nesta ONG, acaba escolhendo-a para ser sua assistente, justamente por conta do seu posicionamento diante a aquela cena.

No conto da Pam, inspirado em Rei Arthur, Formandos da Távola Redonda, iremos conhecer Marina, que tem a missão de reorganizar a festa de formatura do seu colégio depois que roubaram todo o dinheiro que os alunos juntaram ao longo do ano. Juntamente com suas amigas, Marina irá bolar um plano para reaver este dinheiro e conseguir concretizar esta data tão sonhada. Por fim, em Robin, a Proscrita, conto da Ray Tavares, teremos Roberta - uma garota que vive numa comunidade e que vê a injustiça estampada no rosto do pastor corrupto da igreja. Com suas habilidades de hacker, ela irá dar um jeitinho em algumas dessas coisas que tanto a incomoda para ajudar os mais pobres.

"Eu aprendi a escutar e valorizar a fala da outra, ainda que, às vezes, seja uma fala diferente da minha; a voz de toda mulher deve ser respeitada. Sororidade é isso, né? É a gente se reconhecer uma na outra."

Após vestir um pouco a minha capinha de adolescente, posso dizer que tive uma experiência muito agradável lendo Heroínas. Achei as releituras muito espirituosas e relevantes, que conseguem destacar aspectos muito importantes com histórias focadas para o público mais jovem. As protagonistas são fortes, são meninas que estão se encontrando como mulheres, descobrindo o significado da sororidade, da união e da amizade.

Além disso como foco, Heroínas se mostra eficiente em trabalhar também outras questões, como a sexualidade na adolescência juntamente com outras críticas sociais. Eu achei isso genial, pois é algo importantíssimo de ser trabalhado com jovens hoje em dia, principalmente no momento em que vivemos.

Para mim o conto que mais se destacou é o da Ray Tavares que além de trazer uma releitura muito divertida, consegue o equilíbrio pesando nas críticas sociais, como a corrupção e desigualdade social, assim como Robin Hood também fez em sua época. Ou seja, a autora captou bem a essência da história e conseguiu transpor isso de uma excelente forma para o papel. Em Uma Por Todas, Todas Por Uma, Laura Conrado também trabalha um assunto que muito me interessa, a proteção de animais abandonados, aliás, ainda faz parte dos meus sonhos ter uma ONG. 

Este foi meu primeiro contato com a escrita de todas as escritoras e fiquei bastante interessada em conhecer suas outras obras. Principalmente os livros da Pam, uma colega e influenciadora que tanto admiro. Vale destacar que cada conto é independente e pode ser lido fora de ordem, mas como são curtinhos acredito que você vá começar a ler e nem perceba que já terminou. De forma geral eu adorei a proposta do livro, para mim um conto se destaca mais que os outros, mas se você procura algo atual, leve, jovem e que fale sobre a união das mulheres como protagonistas, este é sem dúvidas o livro pra você.

A edição também está incrível, muito fofa e cheia de detalhes que remetem a história. Sou suspeita para falar, mas amo lilás e a capa é toda trabalhada neste tom. Um agradecimento especial para a Daiele que conseguiu autografar pra mim na Bienal a minha edição pelas três autoras, uma missão que seria quase impossível para mim. Obrigada!

15 comentários

  1. Oi Joi,
    Não imagina como estou desejando loucamente esse livro ..
    O fato de ter heroínas mulheres surpreende sim, mas, vamos combinar que é natural não é? Afinal, mulheres lutam todos os dias, e são mais do que heroínas!!
    Voltando aos contos, amei a forma que as autoras trataram suas protagonistas e os temas trabalhados, confesso que o que mais gostei foi o da Pam, imagina que será divertido!!
    Fiquei curiosa sobre o último já que falou dele com tanta empolgação, mas na realidade os três parecem incríveis!
    Bem, só digo que quero muito ler!!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi Joi!
    Que me lembro é a segunda resenha que leio sobre esse livro, tenho muita curiosidade pra ler, pelos comentários de leitores, o enredo é excelente, mas te confesso que não quero criar mtas expectativas, vou aguardar uma oportunidade e torcer pra que eu curta a leitura qdo conseguir ler.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Como sou apaixonada por contos, não vejo a hora de poder conferir este livro. Ele tem sido muito elogiado desde seu lançamento e não tem se tornado muita novidade trazer mulheres fortes e decididas em enredos ultimamente!
    Pelo que li acima, os três contos trazem fora a luta das mulheres, batalhas "por fora" que precisam sim, ser lutadas diariamente também!
    As três autoras com certeza, arrasaram! A capa é um espetáculo à parte e o livro está na listinha de desejados!!!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi, Joi,

    O primeiro conto - escrito pela Laura Conrado - me chamou atenção, pois o objetivo da personagem tem um prol importantíssimo, e também por envolver animais. O que passa uma bela mensagem de amizade e benevolência.

    ResponderExcluir
  5. Oi Joi,
    Eu sou muito fã da Pam Gonçalves. Faz anos que assisti e acompanho o canal dele. Ainda não li esse livro, mas eu já li o outro de contos que ela está, e gostei bastante.
    Não conheço as outras autoras.

    ResponderExcluir
  6. Oi! Amei a maneira como as autoras colocaram as mulheres em destaque, no protagonismo de cada história! Claro que temos livro com as mulheres em papéis centrais, mas dedicar assim, de maneira direta, os contos no livro, é mais diferente! Apesar de não gostar de contos, claro que esse livro tem um lugar desejado na lista de leituras, ainda mais com essa capa tão bacana e diferente! Amei a dica!

    Bjoxx

    ResponderExcluir
  7. Queeeeeeroooooo! Adorei a proposta, o resumo dos contos me chamou a atenção, e essa capa? Lindissima! Curto bastante todas as histórias que os contos se baseiam, e tenho gostado de ler reimaginações! "Criaturas e Criadores" que me colocou nesse mundo :p

    ResponderExcluir
  8. Três contos que nos trazem historias necessárias, sobre essa fase feminista que estamos tendo hoje, mostrar que isso é uma discussão valida e temos que lutar sempre por direitos iguais. O legal é que a gente pode vê qual vamos nos identificar, com qual conto rs
    Um elo entre mulheres pode ser verdadeiro sim, e acho que é justamente essa a mensagem que esse livro quer nos trazer.

    Adorei a resenha. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi Joi! Que saudade de você!!
    Eu li essa obra recentemente e adorei toda a premissa. E o meu conto predileto foi justamente o da Ray.
    Beijinhos
    http://pausaparapitacos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Olá, Joi
    Este livro esta na minha lista de desejos.
    A capa é linda, fofinha com essa cor e as ilustrações remete ao tema dos contos.
    Tenho certeza que vou adorar fazer essa leitura, mas o conto que me chamou atenção foi da Laura Conrado, amo cachorro e gato e não suporto ver sendo maltratados.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nada de nenhuma das autoras, achei legal elas se reunirem para fazer esses contos baseados em clássicos em que as mulheres são as heroínas e mostram do que são capazes. O primeiro que é da ONG chama atenção, por se tratar de animais mexe com as pessoas, quer dizer algumas. O da Pam também parece ser interessante.

    ResponderExcluir
  12. A história que é de fato estou mais ansiosa em ler é a releitura que fizeram dos Três Mosqueteiros Eu gostei da pegada mais moderna que deram nesse livro nessa releitura Só espero que as minhas expectativas não sejam decepcionadas

    ResponderExcluir
  13. Comprei ele na Bienal este ano, para pegar autógrafo com a Pam Gonçalves, mas ainda não li.
    Provavelmente será uma das minhas próximas leituras! Espero gostar, pois nunca tive contato com a escrita de nenhuma das autoras ainda.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Joi. Adorei o tema dos contos, principalmente o da Laura que trata sobre um tema que eu curto muito, animais, mesmo assim eu não compraria, acho que atualmente não me identificaria muito com as histórias, por causa da temática mais adolescente e por não curtir tanto contos. Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  15. Olá! Apesar de o livro ser voltado para um público mais jovem, eu daria uma chance ao livro, pois adoro contos e gosto que eles sejam bem curtinhos, pois são perfeitos para serem lidos entre um livro e outro. O conto que mais chamou minha atenção foi o da Ray Tavares, gosto muito da história de Robin Hood, e acredito que ela desenvolveu muito bem sua releitura.

    ResponderExcluir