Título Original: The Potion Diaries: Royal Tour – Potion #2
Autora: Amy Alward

Tradução: Denise de Carvalho Rocha
Ano: 2017
Editora: Jangada
Páginas: 448
Amazon

Desde a última resenha eu estava em cólicas para voltar a falar sobre Diário de Uma Garota Alquimista por aqui. E mesmo se tratando de uma sequência – A Poção Perdida é o segundo da trilogia – vou evitar o máximo de contar spoiler ok? Então pode ler sem medo.
A Família Kemi recuperou todo o prestígio que tinha no Reino de Nova, graças a amizade de Sam com a Princesa Evelyn e com Zain Aster, herdeiro do maior comércio de sintéticos do reino. Porém, Samantha, continua precisando arrumar um jeito de ajudar a Princesa e sua família. Se Evelyn não aprender a controlar os seus poderes, logo ela terá que se casar, pois assim, ela poderá compartilhar todo o poder que vem crescendo dentro dela. Paralelamente a isso, o grande inimigo que conhecemos em A Poção Secreta está à espreita e desta vez acabou atacando o avô de Samanta, o único que parece possuir a receita da poção mais poderosa do mundo, a Aqua Vitae.
Correndo contra o tempo e precisando proteger a saúde e memórias do seu avô, Samantha, junto com seus amigos, irá embarcar numa nova aventura, cheia de perigos e criaturas mágicas, tudo para encontrar a fórmula desta poção perdida.

Se o primeiro livro já foi muito divertido, no segundo a autora consegue repetir a dose, melhorar as subtramas e envolver o leitor com ainda mais facilidade. A Samantha está muito mais madura, ela parece ter mais ciência dos seus atos e de suas escolhas e o fato de contar muito mais sobre a própria Família Kemi neste livro também me cativou. As partes com mais ação são muito bem exploradas e rende ao leitor algumas cenas de tirar o fôlego, um ponto positivo para as descrições da autora – que cena do lago maravilhosa!
As reviravoltas e intrigas que rolam no enredo, de certa forma, surpreenderam, os personagens secundários ganham espaço para aparecerem, contarem suas motivações e convencer o leitor, até aqueles que ficaram um pouco de lado no primeiro livro. Créditos a Kristy e Molly, mas também a Evelyn que apesar de toda a lambança que fez no primeiro livro, se mostrou muito sóbria em relação a sua real situação. 
Ainda sinto que a autora está escondendo o jogo em relação ao envolvimento da nossa protagonista com um personagem da trilogia, que aparece na mesma medida nesse que no primeiro livro, mas que sempre rouba a minha atenção! Não sei porque, pode até ser bobagem minha, mas sinceramente? Eu torço pra isso, pois eu infelizmente ainda não comprei o romance entre Sam e Zain.

Diário de Uma Alquimista é aquele livro fofo, colorido, que envolve, entretêm e diverte. E ainda te apresenta uma trama interessante, original da sua maneira e que se destaca mesmo dentro de um nicho onde o gênero já foi bastante explorado. Amy Alward está de parabéns pela história criada e por conseguir envolver até os leitores mais “crescidinhos” assim como eu, que não sou mais tão adepta dos livros jovens. Mas olha a surpresa, é sempre bom sair um pouco a sua zona de conforto e ainda por cima gostar.
Recomendo muito toda esta história, é uma leitura rapidinha de se fazer, algo para distrair a cabeça e dar algumas risadas, eu tenho certeza que o Reino de Nova e as tradições da Família Kemi vão te envolver neste universo cheio de magia, poções mágicas, e, como disse na resenha do livro anterior, recheado de diversos elementos dos já conhecidos contos de fadas, mas somados as novidades tecnológicas da nossa atualidade.

Confira a trilogia Diário de Uma Garota Alquimista:

1. A Poção Secreta

2. A Poção Perdida

3. A Poção Mortal

rela
ciona
dos