O que você faria se o homem dasua vida sumisse sem deixar vestígios?
Sarah e Eddie se encontraram por acaso. Um bode acabou por unir os dois ao esperarem o dono o vir buscar. O que teria sido um encontro divertido e até interessante se transformou em uma semana intensa de paixão e amor. A separação seria inevitável, pois ambos tinham seus compromissos, mas o reencontro era certo. No entanto, não aconteceu. Por que?
Por algum motivo misterioso, Eddie simplesmente some do mapa. Não responde as mensagens e nem atende as ligações. Nem mesmo há nada postado dele no Facebook. Sarah sente que algo está errado e decide investigar o sumiço. Mas será que vale a pena mesmo fazer isso? Afinal, se ele não respondeu é por que deve haver um motivo para isso. No entanto, Sarah é uma mulher persistente e desesperada para revelar o que aconteceu, mas ela pode acabar descobrindo coisas que teriam sido melhor deixar escondidas.

As pessoas se revelam com o tempo. Você precisa esperar para ver, Sarah.

Desde que vi algumas pessoas recebendo esse livro, fiquei bem intrigada com a proposta do mesmo. Óbvio que logo o quis ler e ele não me decepcionou. O início do livro é bem lento. Eu via Sarah desesperada para reencontrar Eddie e eu só pensava “Que mulher maluca! Mal conheceu o cara e está dando uma de stalker!”, porém quanto mais eu avançava, mais a história ia criando corpo e se revelando um suspense intrigante. Onde estava Eddie? Conseguíamos perceber que não era um simples sumiço de um cara que não queria mais ficar com uma mulher, mas sim que havia algo
importante por trás de tudo isso.

Eu sinceramente não esperava as revelações que ocorreram. Tudo Aquilo Que Nos Separa chega em um ponto em que nós vamos deduzindo algumas coisas, porém a autora Rosie Walsh prepara uma reviravolta tremenda na história. Eu fiquei muito chocada e angustiada ao mesmo tempo, pois não há como não sofrer e se emocionar com a história desse casal.
O mais incrível é que ao mesmo tempo em que o destino os separa, ele os une. A dor e sofrimento são elementos que acabam por nortear essa história e o amor que cresce entre Eddie e Sarah. Ver os dois tentando superar essas barreiras é complicado, pois nada depende apenas deles. Existem outras pessoas que podem sofrer por essa relação.

Acredito que todo mundo tem escolha, em tudo. Em algum grau. O que fazemos, o que sentimos, o que dizemos. De algum modo, aprendemos que não temos escolha. Em nada. Trabalho, relacionamento, felicidade. Tudo está fora do nosso controle. É frustrante ver todo mundo reclamando de seus problemas sem nunca querer discutir as soluções. Achar que somos vítimas de outras pessoas, de nós mesmos, do mundo.

Como disse, a escrita da Rosie Walsh me pareceu um pouco cansativa, mas depois tudo acabou fluindo muito bem. Todos os mistérios vão sendo revelados de maneira surpreendente e eu não poderia ficar mais satisfeita com o desfecho final, que me emocionou muito. Uma palavra que pode definir todo esse livro seria superação e perdão. Recomendo!

  • The Man Who Didn’t Call/Ghosted
  • Autor: Rosie Walsh
  • Tradução: Márcio El-Jaick
  • Ano: 2018
  • Editora: Record
  • Páginas: 336
  • Amazon

rela
ciona
dos

7 livros para sagitarianos Os livros queridinhos do TikTok Livros de não ficção mais vendido em 2021 Livros de ficção mais vendido de 2021