Resenha: Manual da Mulher Bem Resolvida

Título Original: Manual da Mulher Bem Resolvida
Autora: Taty Ferreira
Ano: 2015
Editora: Planeta
Páginas: 240
Compre aqui

- postada originalmente por mim no Livros e Chocolate Quente

Certamente, há alguns meses, livros com a pegada mais autobiográfica e autoajuda não chamariam atenção, mas percebi que isso era só questão tempo, de encontrar livros com algo ou alguém que realmente me interessa-se. 

Foi assim que desejei adquirir o livro da Taty. Eu já acompanho o canal da autora, Acidez Feminina, a um bom tempo e lá, ela fala todas as verdades sobre o universo feminino e também do masculino, até aquelas que ninguém gosta de saber, ou pelo menos finge que não gostaria. Além disso o canal fala sobre tabus e comportamentos e tudo isso com muito bom humor e uma língua solta! Curiosos? Vem ver o canal dela aqui.

Em Manual da Mulher Bem Resolvida, engana-se quem acha que após finaliza-lo terá todos seus problemas resolvidos. Ninguém vira uma mulher bem resolvida da noite para o dia. E isso é exatamente o que a Taty explica neste "manual". Antes de tudo, certos tópicos devem estar bem esclarecidos na cabeça dos leitores e para isso, temos a independência e o amor próprio como pilar principal do começo desta construção. 

"A intolerância com a opinião alheia se tornou algo comum, independente do motivo ou assunto. Nunca se falou tanto sobre política no Brasil, mas também se desfez tanta amizade devido a intolerância, fervor e fanatismo."


Ser bem resolvida e esclarecida em relacionamentos, amor, sexo, desejos e sim, recomeços é tudo que conduz não só uma mulher como qualquer pessoa que busque ser completa. Para isso existem outras coisas que englobam isso, como mudanças de atitudes, aceitar uma visão diferente, não procurar a vitimização e a motivação. O livro tem tudo para te inspirar a levar uma vida mais leve, sem neuras, de forma única e divertida. De levá-la naturalmente. 

Apesar do título, o livro pode ser lido por homens, e inclusive por mulheres que já se consideram bem resolvidas. Lições básicas para se viver bem e da melhor maneira possível nunca é demais, afinal, todo mundo tem seus momentos de dúvidas! Confesso que mesmo lendo o que na teoria eu já sabia, me vi por muitas vezes rindo com tudo que a autora escreve e imaginando tudo aquilo, exatamente da maneira que ela fala em seu canal. Sem enfeites, apenas do jeito "tatyanado" de ser, espontânea e direto ao ponto. No final do livro encarei a leitura como uma descontraída conversa entre amigas, me senti intima da autora, foi algo natural, facilitando ainda mais a leitura. 


Recomendo a leitura para quem procura mais um ponto de vista de alguém que já viveu algumas experiências e que gosta de debate-las. Nem todo mundo é igual, mesmo que você possa pensar de maneiras diferentes em certos momentos, é bom ter uma outra visão de certas situações. Viva a vida coerentemente naquilo que acredita e no que você é, sem apegos externos, principalmente os negativos. Assuma a responsabilidade da sua felicidade. Mais do que um manual para mulheres bem resolvidas, o livro se aplica para quem procurar ser uma pessoa bem resolvida, independente do gênero. Não é o órgão genital que nos impossibilita de conhecer o universo alheio (masculino ou feminino), somos nós mesmos e quando nos dermos conta, percebemos que podemos viver harmonicamente e respeitavelmente. 

"Nunca é tarde para começar a ser alguém bem resolvida"

17 comentários

  1. Começo a Taty do canal dela e a acho uma pessoa incrível. Concordo sempre com as coisas que ela diz, inclusive sobre feminismo e acho que se mais pessoas pensassem assim nossa vida seria mais fácil. haha
    Não li esse manual dela, mas imagino que deve ser bom, baseado no pensamento que ela compartilha nos vídeos.

    Beijos Joi!
    www.ooutroladodaraposa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rai, se tu curte o canal dela vai se identificar com a leitura. EU adorei!

      Excluir
  2. Oi, flor!
    Eu gostei muito da sua resenha. Desconhecia o livro e também o canal da autora, mas achei a proposta muito válida. Quem não quer ser bem-resolvido? Eu adoraria ser capaz de deixar algumas coisas acontecerem sem me prender a elas, sabe? Hoje mesmo houve uma situação profissional que resolvi com firmeza. Tentaram delegar a mim uma responsabilidade que não me pertence. Disse apenas que não poderia cumpri-la. Sempre fui aquela que solidariamente ajudou a todos e, infelizmente, sempre fui aquela considerada "disponível" para assumir as tarefas dos outros. Estava satisfeita comigo mesma. "É isso aí, estou mudando". Então, sabe o que aconteceu? A pessoa em questão simplesmente disse: "Não posso fazer, estou atolada". Sem saber disso, quem fez foi uma terceira pessoa – a quem eu não queria prejudicar. O desfecho? Fiquei com um grande sentimento de culpa. Pensei: "Merda, será que sempre terei de ser o burro de carga dos outros porque eles não assumem suas próprias responsabilidades?!" Enfim, isso é só para ilustrar que não, não sou bem-resolvida, mas quero ser. Quero desesperadamente. O problema é que quando tento mudar minha situação, os outros não correspondem. Se cada um fizesse o que lhe compete, o país (o mundo!!!) seria um lugar muito melhor.

    Preciso desse livro, hahaha.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei ver seu relato Fran, com certeza você irá se identificar com o livro, além de falar sobre muitas coisas válidas para o dia a dia, também vai te render muitas risadas!

      Excluir
  3. Não é muito meu estilo de livros, mas parece ser muito bom.

    ResponderExcluir
  4. Eu adoooro o canal dela. Nem sempre concordo 100% com as opiniões que ela expressa, mas acho que ela faz muito bem em manifestá-las sem receio.
    Não sabia que ela tinha escrito um livro e com toda certeza tenho interesse em ler.
    Acho que mesmo com o tom de autoajuda, que eu não sou nem de longe uma fã, esse tipo de livro sempre acaba tendo algo bacana à contribuir em nosso crescimento.

    Beeijo
    http://resenhandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Tamirez, acho que tu vai gostar é uma leitura super rapidinho e válida!

      Excluir
  5. Oiee,
    nunca tinha visto nada sobre este livro, sua resenha está muito boa.
    Porém confesso que não tenho muito interesse neste estilo de leitura.
    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  6. Oiii, gostei muito desse livro, não conhecia a Taty, vou começar a assistir o canal, me interessei pelo tema, gostei da visão da escritora, vou querer ler com certeza, beijos e valeu pelo post.

    ResponderExcluir
  7. Oi Joi! Confesso que não sou muito interessada em livros de auto-ajuda, mas para não ser uma completa ignorante procurei pela sinopse do livro no skoob antes de ler sua resenha, e o que me chamou mais atenção foi o intuito da autora com leitor, um bate-papo como diz lá, sobre diversas coisas e experiências vividas, e ela foi sincera quando disse que não pretendia criar estereotipo como diversos livros de auto-ajuda por ai, e foi a mesma coisa que descobri lendo a resenha, o livro não é daquele tipo que manda você fazer isso e aquilo e que garante que você vai obter total sucesso na vida. E eu o achei tão bacana por isso que resolvi dar uma chance sim, e tirar essa ideia da cabeça de que todos os livros desse gêneros são chatos, ou não mudam nada, como você fez. rs.
    Com certeza irei procurar pelo canal!
    Mil Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deborah eu indico não só o livro mas como canal dela. Ela trás propostas bem relevantes para o leitor!

      Excluir
  8. Eu nunca tinha ouvido falar dessa autora ou do canal dela e apesar de não ser meu estilo livros de auto-ajuda creio que para quem gosta ou para quem é meio incerta sobre si e sobre como segue a vida seria um bom livro para ler,para ter uma opnião de uma outra mulher e gostei muito dessa dinâmica da autora de colocar um pouco de humor no livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não necessariamente Dani, o foco do livro não é apenas para quem deseja "se encontrar" como qualquer livro de debate é legal as pessoas lerem para ter outras reflexões sobre a vida, como um geral.

      Excluir
  9. A Taty é um amor de pessoa! Já li :) e confesso que amei muito e me ajudou também em algumas coisas rsrs! Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
  10. Não acompanho mto o canal da Taty Ferreira, mas o canal dela é mto bom mesmo, e as coisas que falam a gente super entende ne?
    Nao sabia que ela tinha lançado um livro e com esse titulo tao sugestivo fiquei interessada em lê-lo. Mulher bem resolvida é dificil, hhehehe...bom saber q apesar do titulo, homens mulheres podem ler e se divertir com o humor da Taty.
    Beijos

    https://fuxixiu.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Suzzy, é diversão garantida, como se estivéssemos assistindo o canal dela ^^

      Excluir