Resenha: Conquistava Por Um Visconde

Título Original: Viscount Breckenridge to the Rescue
Autora: Stephanie Laurens
Ano: 2016
Editora: Harper Collins
Páginas: 368
Compre: Saraiva - Amazon

Logo quando foi lançado, Conquistada Por Um Visconde me encantou por sua beleza. Com uma capa caprichada e contendo todos os elementos que fãs de romances de época gostam, era certo meu encontro com esta leitura. Primeira aposta de editora Harper Collins entre o gênero, este é o primeiro volume da trilogia, As irmãs Cynster da autora Stephanie Laurens.

O ano é 1829 e só resta um para que Heather Cynster consiga um casamento perfeito, após isso, como se tivesse uma data de validade, ela estaria fadada a virar uma solteirona pela sociedade da Londres. Sem antes deixar de considerar sua felicidade, Heather está decida a encontrar seu futuro marido e como os corriqueiros e conservadores bailes da temporada londrina não vem surtindo efeito, Heather resolve ir em busca das aventuras oferecidas por anfitriões de reputações dúbias.

Em uma dessas noites libertinas, Heather é surpreendida pela presença do Visconde de Breckenridge, um amigo próximo dos seus irmãos. Sem pensar duas vezes, Breckenridge termina com os planos de Heather e a guia pela saída. Ser descoberta em um recinto desta estirpe poderá arruinar a reputação da donzela e ele não permitiria isso. Porém, quando estava prestes a entrar em sua carruagem de volta para casa, Heather é abordada por dois suspeitos que a levam.

Com um início de tirar o fôlego, logo nas primeiras páginas percebemos que a autora nos guiará por uma trama de perseguição, o que já é um grande atrativo. Laurens promete um enredo, que na medida do possível, se mostra original. Logo identificaremos que alguém, motivado por vingança, deseja o mal das irmãs Cynster e Heather acaba sendo a primeira vítima. O suspense que envolve o real sequestrador é bastante interessante e intriga, pois sabemos, conforme o prólogo, que o mesmo está sendo chantageado para isso.




Diferentemente de todos os romances que já tive contato, enquanto lemos uma bela história de romance, iremos cortejar uma trama de suspense. É possível até criar teorias sobre quem está por trás deste sequestro e quais suas reais intenções, entretanto, apesar disso ser o fato introdutório de toda a série, serve apenas como pano de fundo. O foco estará na jornada de Heather que fora raptada e na iniciativa de Breckenridge em ir salvá-la. Digno de um herói, não? 

Falando sobre os personagens, Heather se mostra uma mulher audaciosa e cheia de atitude, que mesmo nas condições que se encontra não baixa a cabeça. Já Breckenridge segue o estereótipo dos mocinhos que conhecemos, com uma vida libertina, ele não poupa esforços para aproveitar sua solteirice da melhor forma. A união atípica desses dois protagonistas, os moldam de várias formas durante a história, iniciando assim, uma relação de confiança e de valores e estas jornadas de autodescobrimento são as que mais me atraem.



Quando a autora insere os personagens secundários da trama, ela insere também outro ponto original da sua série. Isso possivelmente se desenvolverá como um elemento místico, que envolverá alguns integrantes da família Cynster, dando-lhes relevância e significado na história. A interação dos personagens com esta nova descoberta agrega bastante, dando um novo tom a trama.

Conclui a leitura em um ritmo bom, porém, confesso que partes do meio do livro me foram penosas. Pouca coisa, de fato, aconteceu no andamento da narrativa e isso me desagradou um pouco, como consequência, o relacionamento entre Heather e Breckenridge também dá uma estagnada, como se os dois se prendessem a sentimentos irrelevantes na situação em que se encontravam. Isso não se alonga, o que é bom, e logo na sequência a história volta a engrenar. 

De forma geral, gostei bastante do romance. Não aconteceu de uma hora para outra, ele foi se fortalecendo pelas páginas até chegarmos nas cenas que mais me agradaram. A autora soube trabalhar com muita delicadeza, mas ao mesmo tempo com bastante intensidade as cenas mais sensuais. Acho que nunca li nada parecido e sem dúvidas isso foi um ponto forte da leitura. É como se autora focasse muito mais nas sensações e nas reações do que nas próprias descrições dos fatos.

"As palavras eram apenas palavras, afinal. Fácil dizê-las; fácil esquecê-las.”


Stephenie Laurens nos apresenta um romance apaixonante e delicado numa narrativa bem construída. Por este e por outros motivos que esta história me surpreendeu, o enredo é rico. Tem suas ressalvas, mas nenhuma delas a ponto de estragar a experiência de leitura. Assim como seus personagens, Conquistava Por Um Visconde, promete surpreender até os fãs mais experientes do gênero, é provado que dentre a previsibilidade é possível se fascinar pelos pequenos detalhes, sempre haverá algo melhor para ser contado e isso que faz toda a diferença.

A história segue em Salva por Um Cavalheiro, onde encontraremos outra irmã em apuros. O livro é um lançamento de 2017 e em breve eu trago a resenha para vocês.

12 comentários

  1. Oi! Desde que vi a capa desse livro decidi que simplesmente precisava comprar. Ele mostra uma história bastante interessante, mas confesso que pouco sabia sobre o enredo. Adora quando o autor coloca outra história bem mais eletrizante como pano de fundo, porque assim tudo fica mais agradável e legal de ler.
    Um beijo! Leitora Encantada
    Participe do sorteio do blog e concorra a três livros

    ResponderExcluir
  2. Adorei a capa é mais ainda a história bem trabalhada do começo ao fim e deixar o leitor acho que vem curioso com o final.

    ResponderExcluir
  3. Que romance de época em... A Harper Collins está pelo jeito com uma ótima tradução agora é torcer para que se mantenha essa qualidade na continuação

    ResponderExcluir
  4. Joi!
    O que mais gostei de ver foi o sequestro inserido no enredo, trazendo o tom de mistério além do romance.
    E apesar de suas ressalvas sobre o andamento de alguns trechos do livro. gostaria de apreciar a leitura.
    FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!
    “Ninguém nasce mulher: torna-se mulher.” (Simone de Beauvoir)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de MARÇO, livros + KIT DE PAPELARIA e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  5. Gostei da sua resenha e tenho muita vontade de ler esse livro! Está na lista de Livros desejados!
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Joi,
    A cada novo romance de época que é lançado só consigo pensar, porque ainda não li nenhum livro deste gênero?!! Mas este tem um diferencial que me atraiu logo de cara que é esse suspense que a autora inseriu na trama. Me parece que Stephenie Laurens quer realmente fugir do óbvio em livros deste gênero (trazendo novos elementos para a concepção da história) e só por isso já quero ler. Adorei esta indicação!!

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Não sou uma grande fã de romances de época mas me interessei por este livro assim que vi a capa pela primeira vez, porque sim, eu julgo muitos livros pelas suas capas rsrs a resenha só atiçou mais um pouco minha curiosidade ;) Abraço

    ResponderExcluir
  9. Quero ler a personagem parece ser bem inusitada e divertida, essa ideia de ir a uma dessas noites libertinas foi demais kk. Fiquei curiosa com esse sequestrador misterioso, parece ter segredos envolvendo essa família dela, gostei que o romance acontece aos poucos sem pressa, assim fica mais romântico e nada artificial.

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Já vi muito esse livro, eestou loucamente mas louca mesmo para ler esse livro, depois de ler essa resenha me deixou muito curiosa pela historia, não vejo a hora de pode compra para começar ler..
    Amei a resenha, super fofa, a historia linda, com muito misteiro e claro que não pode falta romance meu lado perfeito que amo!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Joi!
    A gama de romances de época só aumenta, já vi este livro nas lojas mas não tinha lido nenhuma resenha ainda. Curti que ele envolve todo esse mistério e suspense do sequestro de Heather.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. OI Joi.
    E sou apaixonada por romancices de época e assim como você gosto quando o relacionamento vai surgindo aos poucos sem ser aquela coisa instantânea, adorei saber que da para montar teorias e que tem um certo suspense.
    P.S O titulo está escrito errado, ao invés de conquistada você colocou conquistava.

    Bjs.

    ResponderExcluir