Resenha: O Problema dos Três Corpos

Título Original: The Three-Body Problem
Autor: Cixin Liu
Ano: 2016
Editora: Suma de Letras
Páginas: 320
Compre: Saraiva - Amazon

Em 1960, a China esta passando pela violenta e conturbada Revolução Cultural, paralelamente a isso, um grupo de militares, engenheiros e astrofísicos conceituados trabalham em um projeto secreto que envolverá a comunicação com extraterrestres através de ondas sonoras.

Após cinquenta anos, nos dias atuais, uma raça alienígena se encontra em declínio e prestes a ser extinta. Wang Miao é um especialista em nanomateriais e após um estranho acontecimento, Wang acaba conhecendo um jogo chamado Três Corpos, enquanto acompanhamos a narrativa de Wang em sua descoberta, voltamos para a narrativa de Ye Wenjie que teve sua família destroçada na década de 60.

Confira a resenha em vídeo desta ficção científica, bastante diferente, uma crônica sob o desenvolvimento humano em direção aos limites do universo em uma trama envolvente que revelará muito mais sobre a humanidade, mas também sobre os riscos que nos envolvem ao tentar explorar o desconhecido.


Resenha em Vídeo


9 comentários

  1. Oi! Gostei da dica. Não sou uma leitora assídua no gênero ficção científica, mas achei que esse vale a pena. Beijo pra você.
    www.dicasdaclau.com

    ResponderExcluir
  2. Estou com esse livro aqui louca para ler, gostei da resenha e já me deixou bem mais por dentro da historia, a historia mostra muita verdade sobre a humanidade e todo o contato com outros seres e uma enorme curiosidade pode acarretar vários problemas.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  3. OI Izabel.
    Eu confesso que não curto muito livros de ficção científica não, entretanto achei essa premissa bem interessante a parece ser algo que eu curtiria ler, a cosia toda é muito diferente no que estou acostuma, e preciso ler com certeza.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  4. Até agora só li um livro de ficção cientifica e não me agradou, mas fiquei interessada em ler esse, é triste e revoltante pessoas sofrerem e até terem suas vidas tiradas por defenderem aquilo em que acreditam. Gostei que tem mistério e suspense que adoro, dá um ar mais instigante a historia.

    ResponderExcluir
  5. Oi Izabel!
    Já gostei de saber que o livro é sobre ficção e escrito por um chinês.
    Acredito que para mim a maior dificuldade será entender os nomes que são bem complicados.
    Gosto quando temos passado e presente e ainda mais quando o passado poderá mudar o futuro.
    Bom que a história é instigante, misteriosa e traz uma linguagem mais técnica, dá para aprender mais, né?
    Suspense é bom demais. Não sabia que tinha jogo de realidade virtual, bem criativo.
    Gostei muito e quero poder ler.
    Obrigada pela resenha.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  6. Olá, eu li uma resenha sobre esse livro...e achei super legal a historia, a epoca que conta, de como o personagen sofre por ver seu pai morrer em su frente, se não me engano mas achei super interessante isso porque conta também parte cientifica...acho bastante legal isso!

    ResponderExcluir
  7. Oi Izabel
    Cada vez mais tenho sentido vontade de ler livros de gêneros que não estou acostumada e é por isso que O problemas dos três corpos está em minha lista de leituras. A área da ficção cientifica é muito abrangente e isso não é só nos livros. Pela sinopse percebi a complexidade desta trama, pois ela explora área da física e astrofísica que não estou habituada. E o fato do autor acrescentar alguns elementos extras na história, como o suspense, me intriga ainda mais a conhecer sua escrita.

    ResponderExcluir
  8. Oi Izabel,
    Que bacana o livro ser de um autor chinês! (nunca li nada de autores da China)
    Uma ficção científica mas também é uma crítica ao sistema em que a China vive não é mesmo!?
    Gostei bastante e pretendo ler <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Vi muitos blogueiros comentando que ganharam esse livro na última bienal e até tinha me interessado para ler, particularmente pela nacionalidade do autor e por se tratar de uma ficção científica, contudo desanimou um pouco quando soube que não se tratava de um livro único.

    ResponderExcluir