Título Original: Lady Whistledown Strikes Back
Autoras: Julia Quinn, Suzanne Enoch, Karen Hawking, Mia Ryan
Tradução: Marcelo Schild, Rachel Agavino, Maria Carmelita e Janaína Senna
Ano: 2017
Editora: Arqueiro
Páginas: 352
Amazon

Lady Whistledown Contra-Ataca é uma antologia com quatro contos escritos por autoras já renomadas dentro do gênero romance de época e que possuem uma certa ligação entre eles. Todos os contos têm como estopim o mistério por trás do desaparecimento do bracelete de Lady Neeley na noite do jantar mais cobiçado de Londres.
Cada autora, por sua vez, nos apresentará um casal diferente nesta história bem arquitetada. Julia Quinn, como organizadora, apresenta ao leitor os diversos personagens que iremos acompanhar nos contos seguintes, porém, em O Primeiro Beijo, a atenção da autora será direcionada a Tillie Howard, o melhor partido da temporada e do jovem Peter Thompson, amigo do falecido irmão da jovem e que precisa provar a todos que não é um caçador de fortunas.
Em A Última Tentação, o conto mais curtinho, Mia Ryan desenvolverá a história de Isabella Martin a criada de confiança de Lady Neeley e talentosíssima cerimonial. As festas que organiza ganharam fama e com um empurrãozinho do destino Bella acabou responsável por organizar uma das festas de Anthony Doring, futuro Conde de Waverly, que vem sendo pressionado pelo pai para arrumar uma esposa. Em O Melhor de Dois Mundos, Suzanne Enoch nos apresenta Charlotte Birling uma jovem dama que sempre precisou viver nas sombras devido a um escândalo de família. Sem conseguir dar voz as suas próprias vontades, Charlotte está prestes a ver seu destino traçado por um casamento de conveniência. Isso irá acontecer mesmo ela desejando secretamente Lorde Matson, o maior libertino de Londres, cuja união jamais seria permitida por seus pais.

“Terá sido o caça-dotes? O apostador? A Criada? Ou o libertino? Londres está fervendo com as especulações, mas, se ainda restam muitas dúvidas, pelo menos uma coisa é certa: um desses quatro está envolvido no crime.”

Por fim, em o mais longo de todos, temos O Único Para Mim. Nele conheceremos Sophia Hampton, a Viscondessa de Easterly e que há doze anos viu seu perfeito casamento escapar por entre seus dedos. Devido a um mal-entendido durante um jogo de cartas, Max Easterly precisou fugir para a França para salvar sua própria pele, deixando sua esposa e todos seus planos para trás. Porém, devido ao pedido de Sophia para a anulação do casamento de ambos, um escândalo para a sociedade, Max retorna a Londres afim de reconquistar o seu lugar por direito.

Todos os contos ganham ritmo através das pequenas crônicas da ácida Lady Whistledown, que segue comentando, a cada início de capitulo, os mais recentes acontecimentos de Londres, que anda em polvorosa depois do jantar de Lady Neeley. Whistledown utiliza-se da sua língua afiada para palpitar sobre os suspeitos que podem ter roubado o bracelete de rubis e para ela todos tem seus motivos. Através de suas palavras, Londres ferve e tudo acaba ficando ainda mais emocionante durante a leitura. Para quem não recorda, Lady Whistledown é uma personagem misteriosa da série Os Bridgertons, que também têm suas pontinhas ao longo desses contos, então, esta antologia também é uma ótima oportunidade pra matar a saudade.

Apesar de ser uma história escrita a oito mãos, é possível perceber as diferentes características na narrativa de cada autora, utilizando aquilo que fazem de melhor. Julia Quinn com seu tom mais cômico, Suzanne com um ar mais ardente e sensual, enquanto Mia e Karen fazem um ótimo trabalho em equilibrar tudo isso. Mesmo escritos separadamente, os quatro contos seguem uma cronologia, com cenas e situações que acontecem simultaneamente por alguns momentos, é interessante notar onde cada um estava em determinada ocasião quando o vemos através da perspectiva de outro conto. Desta forma, os contos se cruzam e se complementam, transformando-se em uma só história que se desenvolve por todos os lados com personagens diferentes.

Apesar do romance e das resoluções que esperamos entre os casais protagonistas, é impossível não esperar algo sobre o desfecho do mistério que dá início a toda a confusão do livro. Isso de maneira alguma é o foco principal de Lady Whistledown Contra-Ataca, mas é incrível e divertido descobrir o que e quem estava por trás do roubo do bracelete de Lady Neeley, sem dúvidas é um grande e empolgante surpresa.
Como um todo, a leitura fluiu muito bem pra mim, cada casal protagonista me cativou com suas particularidades e problemáticas, mas dois em especial roubaram meu coração. Tillie e Peter me fizeram suspirar do início ao fim, eu adoro quando as autoras trabalham a diferença entre as classes sociais e ainda mais quando a família da mocinha apoia suas decisões. Sophia e Max, que tiveram seu casamento interrompido no ápice da paixão e agora precisam provar um ao outro que merecem uma segunda chance, também me conquistaram. Nunca tinha lido uma abordagem como esta em romances de época, e foi uma grata surpresa conseguir me envolver com esta história e compreender todas as razões e motivações em relação as atitudes de ambos.

Eu adorei esta forma de composição do livro, me vi envolvida com todas as histórias e o fato de serem mais objetivos fizeram com que a leitura fosse mais dinâmica, além de divertida e apaixonante. Sem dúvidas foi uma ótima experiência para mim, que se possível desejo repetir. Espero que isso aconteça em Nada Escapa a Lady Whistledown, próximo lançamento da Arqueiro, onde o quarteto de autoras se reúne novamente para novas histórias e claro, a fofoqueira mais sarcástica de Londres também.

Confira outros volumes da série:
1. Lady Whistledown Contra-Ataca
2. Nada Escapa da Lady Whisthedown

rela
ciona
dos