Durante esta leitura voltaremos para a década de 90, onde Melissa está prestes a passar pelas primeiras experiências da sua adolescência. Seu primeiro emprego, o primeiro namorado e todas as descobertas que vem acompanhada desta fase. Além disso, a garota tem o sonho de conhecer seu pai, uma verdade que sua mãe, Raquel, sempre lutou para afastá-la. Porém, Melissa não é mais uma garotinha e com a vinda de novas responsabilidades, o desejo de resolver esta questão em sua vida só cresce, mas a decisão da filha acaba tornando a vida da dupla de pernas para o ar.

Os segredos escondidos por Raquel são ainda maiores do que Melissa pudesse imaginar e as feridas deixadas por certas revelações, podem nunca mais curarem. O amor de mãe de filha será mais forte do que qualquer verdade?

Este é o plot de Muito prazer, Sou sua filha, uma leitura que tem como público alvo leitores mais jovens. Que estão passando por esta fase ou para aqueles que conheçam alguém que esteja. Ao contrário do seu livro anterior que resenhei aqui, que era um romance mais adulto, neste volume vemos a autora amadurecendo sua escrita, escrevendo para jovens e tratando temas pertinentes para leitores nesta idade, quando estamos construindo parte do que seremos em nossas vidas.

Quanto aos temas abordados, além dos que citei acima, há temas mais complexos sendo trabalhos, presentes na vida de Melissa ou dos personagens secundários. Alguns tipos de abuso são tratados aqui, então se você tiver algum tipo de gatilho, por favor, tome cuidado. O fato de a autora Sueli Lazari apresentar famílias imperfeitas em sua obra, é um ponto positivo, o que nos aproxima muito da vida real e nos confronta com o real conceito do que é uma família de fato.

Mas apesar de estarmos falando de certos traumas na vida de alguns personagens, eles não são tão explorados, mas estão ali por algum motivo. E olhando a obra com um olhar mais adolescente, vejo que se realmente tivessem o peso que “merecem” talvez a mensagem se perdesse ao longo do caminho. Então não vi problemas, pois a mensagem é passada e entendida.

A narrativa é feita em terceira pessoa, o que facilitar com que nos envolvamos com a história de cada personagem. E o fato de sabermos algumas verdades antes mesmos dos próprios personagens faz da leitura algo mais dinâmico e envolvente. Gostei muito desta sensação de estar à frente da história.

Enfim, há muitas mensagens por trás desta leitura e vários aprendizados para serem feitos. Mas há dois elementos que regem esta história, que dão ritmo para o emaranhado de revelações e verdades sendo ditas. A primeira é sem dúvidas o amor incondicional, entre pais e filhos e o quanto uma mentira pode ter consequências severas em nossas vidas. O peso dessas duas coisas será colocado a prova para esses personagens e caberá a você leitor, se colocar no lugar desses personagens e nas decisões que resolveram tomar para suas vidas.

Eu sinceramente gostei muito desta leitura, fiquei envolvida por estes personagens e me surpreendi com cada nova revelação e reviravolta. Aprendi muito com cada história contida aqui e ao final conclui que gostaria muito de ter feito esta leitura entre a minha adolescência e início da vida adulta. Sem dúvidas é uma leitura que eu recomendo para todas as idades, principalmente se você curte tramas emocionantes, que falam sobre amor fraterno, incondicional, erros e segundas chances.

  • Título Original: Muito prazer... Sou sua filha
  • Autor: Sueli Lazari
  • Ano: 2019
  • Editora: Independente
  • Páginas: 205
  • Amazon

rela
ciona
dos