Kim Bok-Joo dedicou toda sua vida ao levantamento de peso, e hoje é uma aluna universitária extremamente focada. Ela sonha em disputar as olimpíadas pela sua categoria e encontra no pai todo o apoio que precisa para enfrentar as dificuldades do dia-a-dia. No passado ele foi um grande levantador de peso, assim como a filha, mas agora que sua saúde está debilitada ele cuida do próprio restaurante ao lado do irmão enquanto torce pela felicidade de sua garotinha. Bok-Joo é extremamente confiante, do tipo que não leva desaforo para casa, e isso, ao lado de sua tão conhecida força, afasta ainda mais qualquer possível relacionamento amoroso. Não que ela esteja interessada, já que tem coisas mais importantes para se preocupar, mas ao caminhar pelo campus, ao lado das duas melhores amigas, fica evidente a preferência dos garotos pelas belas e delicadas garota da ginástica rítmica.

Ela nunca deu bola para a própria aparência, mesmo quando ouvia piadinhas sobre seu tamanho, porém tudo muda quando ela conhece Jung Jae Yi, um amável e renomado médico. Acostumada a lidar com as coisas sozinha, ela se surpreende ao ser auxiliada por um estranho na rua, um homem educado que prontamente estende seu próprio guarda-chuva para protegê-la da garoa inesperada. O destino se encarregará de uni-los mais algumas vezes e após ser tratada com tanta gentileza, Bok-Joo começa a desenvolver sentimentos mais sérios por Jae Yi. As coisas seriam menos complicadas se ele não fosse um médico que auxilia pessoas na perda de peso, e menos ainda se ela não usasse exatamente isso para se aproximar dele. Pela primeira vez na vida ela quer ser mais atraente e talvez levantar peso não seja algo que os homens admirem em uma mulher.

No meio de toda essa crise existencial, Bok-Joo acaba reencontrando um amigo de infância e as coisas ficam ainda mais complicadas já que o garoto além de insistir em chamá-la pelo apelido de infância sempre que a encontra nas dependências da universidade, ainda é primo/irmão do médico bonitão, o que lhe dá ainda mais motivos para provocá-la. O jovem em questão é Jung Joon Hyung um atleta promissor que embora esteja sempre com um sorriso no rosto, esconde uma mágoa muito grande por ter sido abandonado pela mãe quando pequeno. Nadar sempre foi seu ponto de refúgio, mas após queimar a largada em uma competição importante ele se sente mais pressionado a cada dia que passa. Bok-Joo parece entendê-lo com perfeição e passar os momentos ao lado dela se torna mais e mais comum. Uma amizade que não deixa de surpreendê-lo nunca e que se mostra benéfica para ambos os lados.

Além de enfrentar diariamente a dor de ter sido abandonado pela mãe e o problema na carreira profissional, Joon Hyung precisa lidar com o retorno de Song Shi Ho, sua ex-namorada que estuda na mesma instituição e está mais do que decidida a reconquistá-lo. Ela será o novo pesadelo de Bok-Joo, já que representa tudo o que a garota gostaria de ser no momento. Magra, delicada e popular entre os garotos, Shi Ho é integrante do time de ginástica rítmica e enfrenta seus próprios demônios, mesmo tentando manter a aparência de durona. Ela precisa estar sempre dentro dos padrões imposto pela técnica, e treina até a exaustão, sem poder comer o que gostaria. Seu rendimento vem caindo e o sonho de conquistar a medalha olímpica nunca esteve tão longe. Seus pais estão se divorciando por problemas financeiros, causados pelo investimento em sua carreira, e ela vê em Joon Hyung o consolo que tanto precisa. Ao ver a aproximação cada vez mais evidente do ex-namorado com Bok-Joo, ela fará de tudo para estragar a amizade de ambos.

Depois de assistir uma infinidade de dramas mais adultos, foi uma surpresa gostosa ver uma trama totalmente inserida no mundo universitário. O início da vida adulta por vezes é mais difícil do que parece, e escolher uma profissão pra toda vida é uma sobrecarga enorme, ainda mais se você não tem mais certeza se é isso mesmo que quer. Nossa protagonista sempre teve certeza do que queria, até o momento que suas dúvidas surgiram, e então sofri junto com ela. Ser forçado a fazer algo que talvez tenha deixado de gostar, o medo de decepcionar e ferir quem tanto apostou nela, deixar as amigas e o esforço de todo uma vida para trás… Não foi fácil acompanhar essas decisões, e menos ainda se considerarmos que todos os personagens foram bem trabalhados e tinham as próprias dores para lidar, até mesmo a antagonista que nos deixou com o coração na mão algumas vezes.

O primeiro amor veio cheio de desafios e o médico lindo dividiu opiniões. Ele era extremamente gentil, fofo e educado, (quem não iria se apaixonar por ele?) mas ao mesmo tempo mantinha uma relação estritamente profissional com a Bok-Joo então ela sofreu sim um bocado, e a gente junto. Então vamos falar dessa amizade linda que surgiu aos poucos, curou os corações feridos dos nossos protagonistas e se transformou em um dos amores mais delicados que eu já vi em um drama. Foi sutil, foi extremamente romântico e doce como só os coreanos sabem ser. Os atores ficaram ótimos juntos e esse papel foi perfeito para a atriz Lee Sung Kyung, é impossível não se apaixonar por ela. O detalhe é que eu já tinha visto ela em outro trabalho e detestei, então aqui foi uma surpresa dupla. Também preciso falar da química que saiu das telas direto pra vida real, sim, o shipp foi tão forte que vingou de verdade e as fãs agradecem.

A ex-namorada gera pena e raiva na mesma proporção e eu já reparei que em muitos doramas sempre tem uma traíra que volta arrependida querendo estragar tudo na vida do cara que já está lá seguindo em frente. Com essa não foi diferente, ela praticamente abandonou o namorado para viver os próprios sonhos e quando não deu certo, voltou como se nada tivesse acontecido. Claro que os problemas dela também são super tensos, mas sempre tenho a sensação que nesses casos a pessoa não precisa de namorado e sim resolver os próprios problemas primeiro para depois se dedicar a alguém. A história também traz uma série de personagens carismáticos que tornam esse drama ainda mais maravilhoso. Dei muitas risadas e os diretores souberam intercalar esses momentos mais leves com as partes tensas da história.
Você precisa saber que corre o risco de derramar algumas lágrimas, a Bok-Joo vai passar por maus bocados e está pra nascer choro mais sofrido que o dessa personagem. Meu coração ficava apertadinho quando ela começava a sofrer e embora os problemas dela não fossem os piores do mundo, tiveram seu peso sentimental bem acentuados pela atuação maravilhosa. A relação da protagonista com o pai era linda, ele era um cara durão, mas que morria de orgulho da filha, foi exigente demais em algumas cenas e talvez até um pouco cruel, mas ser pai nem sempre é fácil, ainda mais quando se está sozinho. Há algumas histórias paralelas à trama principal e que mostram um lado menos glamouroso da vida real, às vezes não dá para seguir os próprios sonhos e embora amar seja lindo está longe de ser fácil, em outros momentos precisamos abrir mão do que queremos para apoiar alguém que amamos.

Por todos os pontos que mencionei acima, fica claro meu amor por essa história, e não é pra menos, ela traz tantas mensagens incríveis e momento tão fofos que a romântica em mim não aguentou. Os personagens podem parecer extremamente jovens para alguns, mas passam por problemas de adultos e é incrível ver a evolução e amadurecimento deles ao longo da trajetória. O final é merecidamente lindo, pois depois de tanto chororô eu só queria ver minha fada do levantamento de peso feliz. Então, assistam esse drama, se emocionem com ele, e depois nos contem aqui nos comentários suas próprias impressões. Vejam mais esse MV que eu separei pra vocês cheio de cenas fofas e alguns spoilers leves.

 Beijos e até a próxima Hora do Drama.


Weightlifting Fairy Kim Bok-Joo

País de Origem: Coréia do Sul
Gênero: Romance, Drama, Comédia
Duração: 16 episódios – 60 minutos
Ano: 2016 -2017

rela
ciona
dos

Todos os detalhes das obras de Cesar Bravo Todas as novidades do spin-off de “Extraordinário” Junji Ito anuncia série de terror pela Netflix Lançamentos de livros que chegarão as livrarias em breve