Death Note é um filme estadunidense produzido e lançado pela Netflix no finalzinho de agosto e que fora dirigido por Adam Wingard. O longa é baseado na série de mangá homônima de origem japonesa que tem a autoria de Tsugumi Ohba e Takeshi Obata.

Light Turner, interpretado por Nat Wolff, é o garoto entediado que em certo dia encontra um peculiar objeto que cai do céu. Este estranho objeto é o Death Note. No caderno, o portador pode incluir o nome de qualquer pessoa que a mesma acabará morrendo. O responsável por estas mortes é Ruyk (Willem Dafoe), o deus da morte que dentro da história é chamado de shinigami e também proprietário do Death Note. Light passa a usar o caderno como um meio de eliminar criminosos e a onda de assassinatos faz com que ele passe a ser conhecido como Kira, porém a fama não vem sozinha e quem começa a investigar o súbito caso é o misterioso Detetive L, interpretado por Lakeith Stanfield.

Não recomendado para menores de 16 anos, Death Note dividiu opiniões entre os críticos e o público e no vídeo abaixo eu conto todas as minhas impressões sobre o filme e do porquê eu ter ficado tão frustrada.

Crítica em Vídeo

  • Death Note
  • Lançamento: 2017
  • Com: Nat Wolff, Lakeith Stanfield, Margaret Qualley, Willem Dafoe
  • Gênero: Policial, Suspense, Terror
  • Direção: Adam Wingard

rela
ciona
dos

Men: Novo filme perturbador ganha trailer nacional Adaptações literárias que estreiam em agosto Novo trailer de John Wick e novidades da franquia Novidades sobre Halloween Ends, último filme da franquia